“A conta deles não bate com a minha”, diz Roberto ao negar dívida de 48 milhões

ss

O ex-prefeito de Caicó Roberto Germano contou com exclusividade ao blogue do “Xerife” que não deixou uma dívida em torno de R$ 40 milhões de reais para o prefeito Robson Araújo como anda alardeando sua equipe econômica.

– Não é verdade. A equipe tem que pegar tudo de INSS, FGTS , Precatórios e serviços anteriores. Só de precatórios existe mais de R$ 8 milhões, inclusive, grande parte já negociada. Por exemplo: só com o antigo BANDERN beira aos R$ 7 milhões. Então as dívidas não foram deixadas na minha gestão, diz Roberto. São dívidas que vêm de longo tempo.

E repito: deixamos muitas negociadas, pontuou.

Roberto disse que quando assumiu o cargo a prefeitura estava no CAUC e hoje entregamos com todas as certidões legais.

– Só de FGTS negociamos quase R$ 5 milhões. Se você somar precatórios e FGTS já são mais de R$ 13 milhões. Que continua entrando para dividir já que não foram quitadas, pois existem parcelamentos que vinha sendo honrado pelo município. Como divida é o que existe, concluiu.

A conta deles não bate com a minha.

Robson Pires

Escreva sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Lista de comentários