Blog Jair Sampaio

Eduardo Costa é investigado por suspeita de estelionato em fraude milionária

O cantor sertanejo Eduardo Costa, 38 anos, está sendo investigado pela Polícia Civil (PC) por suspeita de estelionato, segundo informações do jornal SBT Brasil. O motivo seria por conta de uma negociação imobiliária.

De acordo com documento obtido pela emissora, o cantor sertanejo teria adquirido uma mansão de luxo em Pampulha, região de Belo Horizonte, por R$ 9 milhões. O valor pago em dinheiro teria sido R$ 2 milhões e o restante sendo quitado com bens de luxo, como carro, barco e outro imóvel.

Entretanto, a mansão que entrou no acordo, e que é avaliada em quase R$ 6 milhões, vem sendo questionada pelo Ministério Público Federal (MPF) desde 2013, já que parte dela teria sido construída em uma área de preservação permanente.

A Justiça Federal de Minas Gerais já havia decidido em 2017 que parte do terreno da mansão de Eduardo Costa em Capitólio deveria ser entregue à Furnas Centrais Elétricas S/A. A decisão da Justiça também incluía a demolição de parte do imóvel.

Ainda segundo a reportagem do jornal SBT Brasil, o boletim de ocorrência da PC mostra que o sertanejo teria cometido estelionato ao esconder as informações dos novos donos da mansão. A investigação teria partido do próprio casal que negociou o imóvel, que está pedindo, na justiça, a anulação do contrato e o pagamento de danos morais no valor de R$ 10 mil.

Escreva sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Lista de comentários