Estou triste”, diz Macron sobre incêndio na Notre-Dame

O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou hoje (15) que o incêndio na Catedral de Notre-Dame atinge toda a população francesa e os católicos. “Como todos os nossos compatriotas, estou triste esta noite por ver esta parte de nós se queimar”, afirmou o presidente.

Em sua conta no Twitter, Macron lembrou que o templo é um símbolo da nação e do mundo católico. “Notre-Dame de Paris em chamas. Emoção de uma nação inteira. Pensado para todos os católicos e para todos os franceses”, escreveu Macron.

Construída em 1163, a Catedral de Notre-Dame de Paris (em português, Nossa Senhora de Paris) é uma das mais antigas em estilo gótico na França. Localizada na pequena Ilha de la Cité na capital francesa, cercada pelo Rio Sena.

Em 1831, Victor Hugo escreveu o romance Notre-Dame de Paris, tendo como base a catedral durante a Idade Média e contando a história do corcunda Quasímodo, que se apaixona pela cigana Esmeralda. A ilustração poética do monumento abre portas a uma nova vontade de conhecimento da arquitectura do passado e, principalmente, da Catedral de Notre-Dame de Paris.

O edifício tem 127 metros de comprimento, 48 de largura e 35 de altura. Reúne na parte mais alta abóbadas e dá o primeiro passo na construção colossal do gótico. Os sinos da torre norte, instalados desde 1856, badalam a cada 15 minutos ou em eventos históricos, como no fim da Primeira Guerra Mundial ou na libertação de Paris em 1944.

Mais recentemente, os sinos tocaram em honra às vítimas do atentado de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos. Em 2012 eles foram derretidos e substituídos por nove novos sinos. A iniciativa foi tomada porque os sinos perderam o tom devido ao desgaste do cobre.

Coroa de espinhos

Em Notre-Dame, está guardada aquela que se acredita ser uma das mais importantes relíquias da cristandade: os fragmentos da coroa de espinhos com a qual Cristo foi coroado pelos soldados romanos.A relíquia é apresentada aos fiés a cada primeira sexta-feira do mês, às 15h, e na Sexta-Feira Santa, das 10h às 17h. Os fragmentos da coroa estão guardados desde 1896 dentro de um tubo de cristal e de ouro na Catedral de Notre Dame.

Fonte: Agencia Brasil

Escreva sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Lista de comentários