Tendo que devolver R$ 500 mil aos cofres públicos, Zé Maria fragiliza o G8 e compromete candidatura da esposa à prefeitura de Caicó

A passagem do ex-vereador Zé Maria pela política de Caicó foi curta e gerou um rombo aos cofres públicos de ‘meio milhão de reais’, segundo a justiça.

Em junho desse ano foi publicado em Diário Oficial pela promotora de justiça Uliana Lemos um suposto direcionamento de emenda carimbada.

“Averiguar suposto direcionamento, por vereador do Município de Caicó, de emenda impositiva para associação religiosa dirigida pelo próprio edil.”

Em face às denúncias, o ex-edil não foi candidato mas conseguiu eleger a esposa, Rosângela, para a Câmara Municipal de Caicó, da qual é a Presidente.

Em Maio, a vereadora Mara Costa denunciou a influência do ex-vereador sobre o G8, grupo de vereadores de oposição ao atual prefeito, afetando a imagem do grupo e comprometendo a candidatura de Rosângela ao executivo de Caicó.

2011: denúncia entre vereadores, confira aqui.

2019: vereadora acusa ex-vereador, confira aqui.

2019: ex-vereador destina emenda à própria associação, confira aqui.

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.