Rafael Motta defende derrubada de veto sobre cobrança de bagagens

O deputado federal Rafael Motta (PSB) utilizou a tribuna da Câmara dos Deputados nesta terça-feira, 18, para defender a derrubada do veto presidencial à gratuidade para o despacho de bagagens durante os voos domésticos. O Congresso Nacional havia aprovado a mudança junto com a Medida Provisória 863/2018, que autoriza a participação de até 100% de capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras.

“O governo federal abriu a possibilidade de cobrança do despacho de bagagens com a promessa de barateamento nos preços das passagens, o que não aconteceu. A vida do passageiro piorou, hoje é mais caro viajar de Natal para Brasília do que atravessar a Europa. Os deputados precisam mostrar se estão ao lado dos interesses das companhias aéreas ou do povo brasileiro”, justificou Rafael Motta.

Pela regra vetada, os passageiros poderiam despachar gratuitamente bagagens de até 23 quilos em aviões com mais de 31 lugares. Com o veto presidencial, só ficam isentas as bagagens de mão de até 10 quilos.

Escreva sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Lista de comentários