América do Sul é novo epicentro da Covid-19 e Brasil é o mais afetado, diz OMS

Foto: Denis Balibouse/Reuters

A América do Sul é um novo epicentro de transmissão da Covid-19, disse Michael Ryan, diretor-executivo do programa de emergências em saúde da OMS (Organização Mundial da Saúde), nesta sexta-feira (22).

“Vimos muitos países da América do Sul com número crescente de casos [da doença] e há uma preocupação com todos, mas certamente o mais afetado neste momento é o Brasil”, declarou o médico durante a entrevista coletiva diária do órgão sobre a evolução da doença.

O Brasil é a nação sul-americana com o maior número de casos e mortes pelo novo coronavírus. Até esta quinta-feira (21), foram confirmados mais de 310 mil pacientes e 20 mil vítimas da doença. Logo na sequência, mas com uma grande diferença, o Peru tem 108.769 confirmações e 3.148 mortes.

Ryan também demonstrou preocupação com o novo protocolo de administração da hidroxicloroquina. “Observamos que o governo brasileiro aprovou o uso mais amplo da hidroxicloroquina, mas apontamos que os estudos atuais conduzidos pela Opas [Organização Pan-Americana de Saúde, braço da OMS nas Américas] com base em evidências clínicas não sustentam o uso da hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19”, afirmou.

REUTERS

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.