Câmara irá discutir cortes no Minha Casa Minha Vida a pedido de Rafael Motta

A Câmara dos Deputados aprovou um requerimento do deputado Rafael Motta para realização de uma audiência pública para debater os cortes orçamentários e atrasos de pagamento do programa Minha Casa Minha Vida. A reunião será realizada na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia.

O pedido convida os ministros Paulo Guedes, da Economia, e Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional, além do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Duarte, o presidente do Conselho Curador do FGTS e representantes da Câmara Brasileira da Indústria da Construção e da Confederação Nacional dos Municípios.

Atualmente, o Governo Federal tem uma dívida que ultrapassa os R$ 500 milhões com 512 construtoras do país, colocando em risco o andamento de cerca de 900 obras já iniciadas e o emprego de 200 mil trabalhadores. Em 2019, o programa teve o menor orçamento de sua história – R$ 4,6 bilhões – e o orçamento proposto pelo Governo Federal para 2020 é ainda menor – R$ 2,7 bilhões.

O programa Minha Casa Minha Vida completa 10 anos em 2019 e já contratou mais de cinco milhões de unidades habitacionais, representando 2/3 do mercado imobiliário brasileiro.




Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.