Detran RN Retoma serviço de habilitação; aulas teóricas nas auto escolas on line

Foto:Reprodução/Detran RN

Os serviços de renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e abertura de processo da primeira Habilitação voltam a ser oferecidos pelo Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) a partir de terça-feira (7), nas cidades de Natal e Mossoró. Para o usuário que deseja renovar a CNH, o procedimento deve ser iniciado por meio do acesso ao site do Detran.

No ícone “CNH” (no centro da página do site), o interessado clica e logo é direcionado para uma nova aba onde são solicitados os números do CPF e do Registro da CNH. Após preencher os dados, é necessário marcar a opção “não sou robô” e clicar em seguida no botão “consultar”. Na sequência, o usuário estará na página de acesso as suas informações, onde é possível escolher a opção “Renovação de CNH”.

Após consultar as taxas de renovação, o usuário é direcionado a uma clínica médica para o agendamento da captura de imagem e das impressões digitais do condutor, digitalização dos documentos pessoais, como também o exame clínico. Sendo aprovado e quitada as taxas, o condutor recebe a CNH no endereço residencial cadastrado no sistema do Detran.

Primeira CNH

O candidato precisa se dirigir ao Centro de Formação de Condutor (CFC – autoescola) de sua preferência e apresentar um documento de identificação com foto, CPF e comprovante de residência para solicitar a abertura do processo. Em seguida, o sistema encaminha o condutor para uma clínica médica, onde será feita a digitalização dos documentos, captura de imagem e das impressões digitais. Após aprovação dos exames clínicos, as aulas teóricas de trânsito via sistema online do CFC poderão ser iniciadas.

De acordo com o Detran, o serviço foi montado conforme medidas de prevenção ao contágio do coronavírus. “No sentido de permitir o mínimo contato entre as pessoas, utilizando de maneira inteligente as ferramentas de serviço online e agendamento prévio, como também outras medidas focadas na higienização, distanciamento social, utilização de máscaras de proteção, álcool gel a 70% e outros”, disse o órgão.

O serviço foi autorizado pela portaria 489/2020, publicada na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) neste sábado (4) e tem validade durante o período de pandemia de Covid-19.

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.