Facções têxteis do Seridó podem produzir máscaras de proteção a baixo custo

Empresários do mercado têxtil da região Seridó estão buscando uma segunda alternativa de produção e assim controlar a oferta de máscaras.

Em meio à pandemia do Coronavírus, a alternativa encontrada pelos empresários deste setor foi de fabricar máscaras a um baixo bem baixo.

A Riachuelo, detentor da produção das facções têxteis do Seridó, abraçou a ideia e já está buscando junto à Anvisa as informações sobre os protocolos.

“É ótimo aproveitar o que já existe no Seridó e vender para quem não tem”, disse o advogado Dr. Sildilon Maia, que defende algumas dessas facções têxteis.

1 Comentário

GIl Braz Silva Romero

mar 3, 2020, 4:37 pm Responder

Ótima idéia, pois precisamos de trabalho para a população, principalmente a de baixa renda. E que o governo colabore o máximo possível para que isso aconteca, pois é uma obrigação e não favor, mas mesmo assim temos obrigação de agradecemos, pois só em conjunto é que chegamos aos objetivos desejados, com fé em DEUS e trabalho.

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.