Fisioterapeuta de 32 anos morre em Parnamirim

A Prefeitura de Parnamirim, na região metropolitana de Natal, confirmou uma morte por coronavírus na cidade, na noite desta quarta-feira (22). Trata-se do falecimento do fisioterapeuta Roberto Souto Cavalcante, de 32 anos, que aconteceu na última terça-feira (21) no Hospital Giselda Trigueiro, em Natal. Amigos e familiares lamentaram a perda nas redes sociais.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Parnamirim, o paciente sentiu os primeiros sintomas da doença no dia 13 de abril e procurou o hospital onde foi internado no último sábado, 18. Apesar do atendimento, ele não resistiu e morreu. É o primeiro óbito por Covid-19 registrado no município.

O corpo do fisioterapeuta foi sepultado na manhã desta quarta (22), mas o resultado do teste que confirmou o diagnóstico só foi divulgado no final do dia. As autoridades de saúde informaram que Roberto tinha um quadro de obesidade – uma das comorbidades que tornam a Covid-19 mais perigosa.

Roberto se formou em Fisioterapia há menos de um ano. Nas redes sociais, ele se dizia amante de viagens e comemorou a formatura em agosto de 2019. Em setembro, abriu um perfil profissional, onde oferecia serviços fisioterápicos.

Nos comentários das postagens, amigos e clientes lamentaram o falecimento dele.

“É inacreditável como a vida de alguém tão cheio de sonhos e alegria acaba de forma tão inesperada e dolorosa. Que Deus o coloque num bom lugar e conforte o coração de todos que tiveram o prazer da convivência com este ser (…) tive a honra de conhecê-lo e digo que por onde passava deixava seu rastro de educação, humanidade e simplicidade”, afirmou uma seguidora.

“Só vou lembrar do seu sorriso e simplicidade”, declarou um. “Meu amigo, que tristeza, tantos momentos juntos, tantos planos e sonhos que foram cancelados, sentirei muito sua falta”, também comentou outra amiga.

Parnamirim tinha 77 casos confirmados e outros 90 em investigação até esta quarta-feira (22), segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Até a última atualização, o estado tinha 646 casos confirmados e 29 mortes por Covid-19, sendo que pelo menos outra morte, a de um feirante de 52 anos, também já tinha sido registrada em Ipanguaçu.

G1RN

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.