Foram só desmandos, preso não!

A Câmara Municipal do município de Beberibe, na meso-região cearense, afastou ontem o prefeito Padre Pedro, alegando desmandos na administração pública. O Padre não foi preso e ainda não é denunciado por corrupção.

Para preservar o caráter e a moral do poder legislativo beberibense, os vereadores decidiram afastar o prefeito, e sequer precisou a população ir às dependências da Câmara Municipal. O legislativo exerceu seu verdadeiro papel.

A votação, que precisava de apenas 9 votos positivos dos 13 vereadores, encerrou-se com o placar de 11 a 2 em favor do afastamento, que tem prazo de 90 dias. Durante esse período será feita investigação sobre acusações feitas ao prefeito.

Já em Caicó, o prefeito Batata (PSDB), que teve o afastamento e prisão determinados pela justiça, não deve perder o mandado em dependendo de votação na Câmara Municipal. Ele deve reassumir cadeira no mês de fevereiro.

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.