Jardim de Piranhas: Mulher é conduzida à delegacia por prática de apologia ao crime

Policiais militares da cidade de Jardim de Piranhas que compõem a 5ª CIPM, conduziram a comerciária Camila Carla Lopes à Delegacia de Polícia Civil (Delegacia Regional), na cidade de Caicó, por prática de “apologia ao crime”.

Em sucessivas postagens, a jardinense vem tentando denegrir a imagem da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Estadual perante à sociedade ordeira daquela referida municipalidade, sendo que ontem ela passou dos limites.

Após o ataque do bando (formado por 30 bandidos), fortemente armado, a dois bancos na cidade de São Bento-PB, Camila invocou em sua página que este mesmo grupo fosse a Jardim de Piranhas, pois os bancos têm muito dinheiro.

Diante dos posteres de ontem e de outros que a polícia já vinha monitorando, Camila foi convidada a se dirigir à delegacia de Caicó para ser ouvida pela autoridade policial, onde vai responder a Termo Circunstanciado de Ocorrência.

A apologia ao crime se dá quando a jovem chama a bandidagem para Jardim de Piranhas porque os bancos têm muito dinheiro, e debocha do armamento da polícia, embora a PM de Jardim já tenha impedido roubo ao Banco do Brasil.

1 Comentário

Gil Braz Silva Romero

maio 5, 2019, 1:51 pm Responder

É um dever respeitar as autoridades. Cada cidadão deve fazer sua parte diante da missão que tem a fazer como cidadão comum ou funcionário público. É uma obrigação. Temos que respeitar pra ser respeitado.

Deixe uma resposta para Gil Braz Silva Romero Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.