Nelter pleiteia melhorias para hospitais regionais de Assú e Caicó

Durante horário das proposições, na sessão plenária da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte (ALRN), nesta terça-feira (19), o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) apresentou requerimentos de sua autoria que buscam melhorias para os hospitais regionais de Assú e Caicó.

Para o Hospital Regional Dr Nelson Inácio dos Santos, em Assú, o parlamentar solicitou a instalação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Já para o Hospital Regional de Caicó, o deputado cobrou a instalação de um tomógrafo que já se encontra na unidade hospitalar há quase três anos.

Quanto a instalação de tomógrafo no Hospital Regional de Caicó, Nelter Queiroz alertou que o equipamento ainda não está em funcionamento por falta de estrutura: “A instalação do tomógrafo depende da ampliação da rede elétrica e de um local adequado no Hospital. Fiz esse pleito ao governo passado e aqui renovo”.

Em relação aos leitos de UTIs para o Hospital Regional de Assú, Queiroz salientou a importância da viabilização do pleito para o Vale do Assú: “Abraço essa causa, sugerida ao nosso mandato pelo ex-prefeito Ivan Júnior, para que as UTIs cheguem ao Hospital Regional de Assú, beneficiando toda a população da região, que carece de melhor estrutura na saúde pública”, disse Nelter.

PATAXÓ

O último requerimento apresentado pelo deputado reforçou sua preocupação em relação ao açude Pataxó, localizado no município de Ipanguaçu, que encontra-se com rachaduras na parede. Em sua fala, Nelter lembrou duas audiências realizadas ontem (segunda-feira, 18) com os secretários de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, João Maria Cavalcante e de Gestão de Projetos, Fernando Mineiro, e com o ex-prefeito de Ipanguaçu, Leonardo Oliveira. Os encontros tiveram o intuito de discutir o início das obras de recuperação da estrutura física da parede do reservatório.

Durante sua explanação, o parlamentar cobrou urgência na retomada da obra e explicou o motivo de sua paralização. “A obra já foi licitada e já foi dada a ordem de serviço, mas existe um balneário construído em cima da parede do açude que precisa ser retirado para que se reinicie esta obra tão importante”, destacou Nelter Queiroz, frisando que a população de Ipanguaçu teme o arrombamento do reservatório a exemplo do que aconteceu em janeiro deste ano em Brumadinho, Minas Gerais.

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.