SEM COITADISMO: Parnamirim tem dinheiro para ficar até 90 dias esperando o coronavírus passar, disse Rosano Taveira à 87,7 FM

O prefeito de Parnamirim, Rosano Taveira, em entrevista à rádio Liberdade (FM 87,7) no último sábado, 18, programa que tem apresentação do vereador Abidene Salustiano, deu ar de tranquilidade à população ao confirmar, sem coitadismo, que os cofres da prefeitura têm dinheiro para aguentar até 90 dias de coronavírus.

PANDEMIA: Mudou a rotina de todo mundo, mas, sentindo que a crise ia chegar, reunimos nossa equipe, iniciamos o planejamento e o contingenciamento para salvaguardar as finanças do município por 90 dias. Estamos guardando 30% dos fundos de arrecadação para uma extrema emergência.

HOSPITAL DE CAMPANHA: Unidade tem previsão de 94 leitos, e dentro de mais 10 dias estará atendendo o protocolo que atende demandas do coronavírus. Este hospital terá parceria com o Governo do Estado, mesmo os recursos sendo do município de Parnamirim, segundo Taveira.

PIRANGI: Local tem previsão de 32 leitos prontos para atender pacientes com outras patologias, deixando o local isento do coronavírus. O chefe do executivo disse ainda ser um privilegiado de não precisar usar um campo de futebol para colocar o hospital de campanha. “Quando terminar tudo ficará em uso do município”.

VEREADOR ABIDENE: Com fé em Deus, Parnamirim não precisará usar nada dessa estrutura que está sendo montada por sugestão da Organização Mundial de Saúde. No debate, Taveira disse que a prefeitura se planejou para adquirir até 30 respiradores mecânicos.

FINANÇAS: Hoje quem receber a prefeitura, se for eu, você, ou Abidene, vai receber com uma coisa que nunca teve, que chama-se planejamento estratégico, e vai poder trabalhar com segurança financeira até 2030. E quem fez isso foram os técnicos do TCE, que eu fiz questão de dar espaço aos órgãos de controle dentro da minha gestão.

ISOLAMENTO SOCIAL: Tem gente torcendo pelo quanto pior, melhor. No dia da intervenção da feira livre eu fui ser comunicado às 2h da manhã, com toda a estrutura da feira já montada, aí chegam os oficiais de justiça na minha casa para comunicar o fato. De lá fumos à feira orientar o pessoal que a feira só podia ficar aberta até às 11 horas do dia, e assim vem sendo cumprido o decreto.

POLÍTICA: Deixei de ser político quando eu era vereador, agora sou gestor!

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA AQUI

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.