Postos de Caicó bem avaliados pelo IPEM

A fiscalização feita pelo Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (IPEM) nesta quinta feira (10) em Caicó serviu para mostrar que o consumidor que utiliza os postos de combustíveis de Caicó não foi lesado nos últimos 90 dias, período da última fiscalização.

O órgão apontou que os postos de combustíveis fiscalizados em Caicó têm problemas bem pequenos para serem sanados, o que não compromete em nada a funcionalidade de quaisquer estabelecimento. Dos 05 postos fiscalizados, 04 apresentaram pequenas avarias técnicas.

O Posto Santana, por exemplo, localizado no bairro Boa Passagem, teve uma bomba desativada até que se faça a troca de um pequeno fio elétrico que estava em desacordo com normativas da ABNT, e que ontem mesmo recebeu autorização do INMETRO para sua reposição.

O blog Jair Sampaio conversou com três empresários desse segmento em Caicó, e o que se percebe, do ponto de vista econômico, é que estes postos de combustíveis estão muito bem avaliados pelo órgão potiguar (IPEM), e isso reflete na otimização dos serviços prestados à sociedade.

Em relação às bombas que foram desativadas por algum problema de ordem técnica, os empresários informaram que a reativação já está autorizada, a depender apenas que as novas peças cheguem a Caicó, com seus respectivos técnicos, e todas voltarão a funcionar normalmente.

“Na verdade eles mandaram fechar algumas bombas em cinco postos, apenas por cuidados com a segurança dos próprios funcionários e até dos consumidores, são problemas pequenos mas que foram detectados muito rapidamente, e isso foi para todos”, disse o empresário Ruzão.

Chó de Sula, proprietário do Posto do Moinho, não tive o local fiscalizado, mas disse que já passou recentemente pela fiscalização e assegura: “É bom para todo mundo. Quando eles vêm, olham detalhe por detalhe, e isso deixa a gente mais seguro e confiante quantos essas questões técnicas”, disse.

Postos fiscalizados: ALE (BR-427 Nova Descoberta) – Posto Adauto Dias – Posto Boa Vista – Posto Santana I (Boa Passagem) e Posto Shell. EM NENHUM deles foi detectado problemas que trouxessem prejuízos para o consumidor sobre o abastecimento ou qualidade nos combustíveis.

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.