Versão da mulher vítima de tiro em Caicó não condiz com relato de testemunha ocular, diz PM

A Polícia Militar está tentando decifrar um crime registrado na manhã desta quarta feira na cidade de Caicó mas encontrou dificuldades na versão prestada pela vítima, de nome Girlene.

Uma testemunha contou que a vítima conheceu um homem na Ilha de Santana, e que este seria sacoleiro e que teria ido à casa da mesma, na rua Mundo Novo, bairro Paraíba, tomar banho.

Ainda segundo relato da testemunha à polícia, a arma de fogo do suspeito disparou quando ele saía da casa. À polícia, a vitima contou outra versão, que não viu de onde o tiro saiu e quem atirou.

Com a Polícia Civil em mobilização por melhoria salarial, o caso tende a ficar sem investigação. Por enquanto, a Polícia Militar se vira nos 30 para dar uma resposta à sociedade caicoense a cerca deste fato.

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.