Brasileiros devem gastar 30% a mais na Black Friday, o equivalente a R$ 1.728


Foto: Isabelle Saleme/CNN

A Black Friday deste ano tem tudo para bater recorde em vendas, mas há risco de o consumidor se frustrar com os descontos, advertem especialistas. Por causa do aumento de custos e da menor disponibilidade de produtos acabados pela falta de matérias-primas, a perspectiva é que os abatimentos sejam menores, em média, comparados aos de outros anos.

Pesquisa da Sociedade Brasileira de Consumo e Varejo (SBVC) em parceria com a Offerwise feita com 600 pessoas revela que 100% dos entrevistados pretendem ir às compras na Black Friday. A intenção é gastar, em média, R$ 1.728,32, uma cifra 30% maior que em 2019.

Mais >

Companhias aéreas vão perder US$ 157 bi até 2021, diz associação do setor


Foto: Reuters/Elijah Nouvelage

O setor aéreo foi um dos mais impactados pela pandemia, e segundo a Associação Internacional das Companhias Aéreas, as perdas entre 2020 e 2021 serão ainda maiores que o projetado no meio deste ano.

Em junho, a previsão era de que o setor iria perder cerca de US$ 100 bilhões entre este ano e o próximo, mas o número foi revisto por conta da segunda onda de casos no mundo, que atinge mercados importantes como a Europa. Agora, os prejuízos são calculados em US$ 157 bilhões até 2021 (VEJA MAIS AQUI).

‘Do ponto de vista do governo, não existe prorrogação’, diz Paulo Guedes sobre auxílio emergencial


Foto: Reprodução

O ministro Paulo Guedes, da Economia, afirmou na tarde desta segunda-feira (23) que o governo não pretende prorrogar o auxílio emergencial, concedido desde maio para desempregados e trabalhadores informais em razão da pandemia do coronavírus.

Em evento virtual promovido por uma empresa de investimentos, o ministro disse que há pressão política pela prorrogação e que a área econômica está preparada para reagir “se houver uma segunda onda” da Covid-19.

Mais >

Com inscrições gratuitas, edição 2020 do Fórum Negócios será 100% digital


Foto: Divulgação

O Fórum Negócios Experience será realizado nesta sexta-feira (27) e sábado (28). O apresentador Luciano Huck, da Rede Globo, e os empresários Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza, e Guilherme Benchimol, da XP Investimentos, estão entre os palestrantes do evento sobre empreendedorismo que desta vez será 100% digital, com plataforma inédita rodando feiras e reuniões de negócios online.

A migração do físico para o virtual na edição deste ano ocorreu por causa da pandemia do novo coronavírus – o Fórum Negócios era realizado na Arena das Dunas, em Natal, para um público diário de 5 mil pessoas. A inscrição é gratuita e pode ser feita pela internet.

Mais >

Imposto sobre folha de pagamentos é um desastre, diz Guedes


Foto: CNN Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a defender o fim do imposto sobre a folha de pagamentos. “Precisávamos remover esse imposto sobre folha de pagamentos, que é um desastre”, afirmou durante Congresso Brasileiro de Previdência Privada, nesta quinta-feira (19).

Para ele, a maior vulnerabilidade dos trabalhadores informais do país durante a pandemia só serviu para convencer ainda mais o governo da necessidade da desoneração da folha de pagamentos. “(Esse imposto) colocou 40 milhões de brasileiros nas ruas, fora do mercado formais”, observou.

Mais >

Guedes: o plano A é o fim do auxílio emergencial e dar continuidade ao Bolsa Família


Foto: Reprodução

O ministro da Economia, Paulo Guedes, esclareceu que, atualmente, o plano ‘A’ do governo é acabar com o auxílio emergencial em dezembro e dar continuidade ao Bolsa Família, a partir de janeiro.

“Hoje, o plano é A é: chegamos ao fim do ano, fazemos o phasing out (transição, em tradução livre) do auxílio emergencial, e aterrissamos no bolsa família”, afirmou no 39º encontro nacional do comércio exterior, promovido pela Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) nesta sexta-feira (13).

Mais >

Prévia do PIB avança 9,47% no 3° trimestre e indica saída da recessão


Foto: Amanda Perobelli/Reuters

O Brasil pode estar saindo da recessão. A atividade econômica avançou 1,29% em setembro, ante agosto, de acordo com o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), divulgado pelo Banco Central (BC) nesta sexta-feira (13). Esse é o quinto mês seguido em que o indicador, visto pelo mercado financeiro como uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB), registra alta.

Com isso, o IBC-Br avançou 9,5% no terceiro trimestre, ante queda de 1,5% do primeiro trimestre e de recuo de 9,7% no segundo trimestre, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Portanto, o indicador divulgado nesta sexta aponta para a saída da recessão.

Mais >

Famílias de baixa renda têm inflação maior, revela pesquisa do Banco Central


Foto: Pilar Olivares/Reuters

A inflação pesou mais para as famílias com renda baixa, entre um e três salários mínimo, por conta da parcela maior do orçamento destinada à alimentação em casa. A conclusão é do estudo “Inflação por faixa de renda familiar em 2020”, divulgado hoje (12), em Brasília, pelo Banco Central (BC). A alimentação em casa é o segmento que mais tem pressionado a inflação neste ano.

Entretanto, o BC ressalta que, mesmo para este grupo, a inflação se encontra “em patamar baixo, com variação de 2,29% no acumulado do ano”.

Mais >

Mercado Livre anuncia cinco novos centros de distribuição no país


Foto: Divulgação

O Mercado Livre anunciou a expansão de sua rede logística com cinco novos centros de distribuição no país. Serão três novas instalações em São Paulo, duas em Cajamar — uma delas já em operação — e uma em Guarulhos; uma em Minas Gerais, na cidade de Extrema; e outra em Celso Ramos, em Santa Catarina.

— Serão 340 mil metros quadrados de área instalada, isso mais que duplica a capacidade que a gente tinha em superfície plana — afirmou Leandro Bassoi, vice-presidente de Mercado Envios, o braço logístico do grupo argentino. — É um passo importante para a gente conseguir fazer entregas cada vez mais rápidas.

Mais >

Preço da cesta básica sobe 3,42% no mês de outubro em Natal; aumento no ano é de 13,81%


Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

O preço da cesta básica aumentou 3,42% em Natal no mês de outubro em comparação com o mês de setembro. No ano, esse crescimento é de 13,81%.Os dados estão na Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos publicada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) na sexta-feira (6).

De acordo com a pesquisa, no mês de outubro, a cesta básica custou R$ 436,76 na capital potiguar. A cesta básica aumentou em 15 capitais do país neste período. Apesar do crescimento, o preço de Natal é o menor entre as 17 capitais analisadas na pesquisa. São Paulo tem a cesta básica com o maior custo: R$ 595,87.

Mais >

Produção de veículos aumenta 7,4% em outubro, diz Anfavea


Foto: © Reuters/Washington Alves/Direitos Reservados

A produção de veículos cresceu 7,4% em outubro ao atingir 236.468 unidades ante as 220.162 produzidas em setembro. Na comparação com outubro do ano passado houve queda de 18% e no acumulado do ano o recuo foi de 38,5%. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira(06) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Mais >

Banco Mundial aprova empréstimo de US$ 1 bi para ampliar Bolsa Família


Foto: Reprodução

O Banco Mundial aprovou um empréstimo de US$ 1 bilhão (R$ 5,73 bilhões no câmbio atual) para reforçar a expansão do Bolsa Família, informou hoje (30) a instituição financeira. A medida integra o projeto do banco multilateral para preservar a renda da população mais afetada pela pandemia de covid-19.

Em nota, o Banco Mundial informou que o dinheiro deverá beneficiar pelo menos 1,2 milhão de novas famílias no programa, resultando em 3 milhões de pessoas a mais atendidas. O banco informou que, desse total, 990 mil são crianças e jovens e 7 mil, indígenas.

Mais >

Brasil criou 313 mil empregos formais em setembro, melhor resultado do ano


Foto: Reprodução/Agência Senado

O Brasil abriu 313.564 vagas de trabalho com carteira assinada em setembro. Resultado de 1.379.509 admissões e 1.065.945 desligamentos, o número é 28,49% superior ao número de postos abertos em agosto, sinalizando uma aceleração da retomada do mercado de trabalho.

Os números foram divulgados pela Secretaria de Trabalho nesta quinta-feira (29). Esse é o terceiro resultado positivo após quatro meses consecutivos de saldo negativo desde o início da pandemia. No acumulado do ano, no entanto, o saldo continua negativo: são 558.597 empregos perdidos, com 10.617.333 contratações e 11.175.930 desligamentos.

Dólar bate R$ 5,79 em meio à nova onda de Covid-19 em grandes economias e de olho no Copom


Foto: Reuters

O dólar disparava contra o real na manhã quarta-feira (28), em dia de decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) sobre a taxa de juros do Brasil. Ao mesmo tempo, investidores buscam segurança em meio à forte disseminação da Covid-19 em grandes economias e à aproximação da eleição presidencial norte-americana.

Mais >

FMI vê Brasil com a pior dívida entre emergentes; país vai terminar 2020 com a pior situação fiscal entre os países emergentes


Foto:  Yuri Gripas/ Reuters

O Brasil vai terminar 2020 com a pior situação fiscal entre os maiores países emergentes. Com condições desafiadoras tanto em relação às despesas quanto ao crescimento, o país gastou mais para combater a crise causada pela pandemia de Covid-19, o que levou sua dívida para quase o dobro da média desses mercados.

Mais >

Dólar está 38% acima do ideal e descolamento é o maior desde 1999, diz pesquisa


Foto: Giorgio Trovato/Unsplash 

Com um valor médio de R$ 5,40, considerado o desempenho no segundo trimestre de 2020, o dólar está 38% acima do que seria o seu valor “ideal” em relação ao real – uma cotação de R$ 3,90, de acordo com cálculos feito pelo economista Livio Ribeiro, pesquisador sênior da área de Economia Aplicada da Fundação Getulio Vargas (FGV). Na sexta-feira (23), a moeda fechou valendo R$ 5,62.

O desvio entre a taxa de câmbio de equilíbrio e a taxa que de fato acontece mostra que o real está extremamente subvalorizado, isto é, está valendo bem menos em relação às outras moedas do que o que seria o seu preço justo.

Mais >

IPCA-15: prévia da inflação oficial acelera a 0,94% em outubro, maior alta para o mês desde 1995


Foto: Ed Alves/CB/D.A Press

Pressionado pelos preços dos alimentos, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), acelerou a 0,94% em outubro, segundo divulgou nesta sexta-feira (23) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Trata-se da maior taxa para o mês desde 1995 e da maior alta mensal desde dezembro do ano passado. O indicador – que é considerado uma prévia da inflação oficial do país – mostrou forte aceleração em relação ao índice de setembro, quando ficou em 0,45%.

Mais >

Banco Central registra cadastro de 50 milhões de chaves no Pix


Foto: Estadão Conteúdo

O Banco Central informou que o número de cadastros de chave Pix atingiu os 50 milhões no fim da tarde desta quinta-feira (22). O Pix é o novo sistema de pagamentos instantâneos, que começa a operar em 16 de novembro. A partir de 3 de novembro, no entanto, o serviço será disponibilizado apenas para alguns clientes e instituições selecionados, como uma fase de testes.

A chave Pix é o código que será necessário para realizar pagamentos no sistema: ao vem de informar o banco, a agência e conta, como no TED, será informado o número da chave do recebedor.

Mais >

Preço do gás de cozinha tem aumento médio de R$ 3 a partir desta quarta-feira (21) no RN, diz sindicato


Foto: Reprodução/EPTV

O preço do gás de cozinha terá um aumento de 5% a partir desta quarta-feira (21) e poderá chegar a R$ 78 no Rio Grande do Norte, de acordo com o Sindicato dos Revendedores Autorizados de Gás Liquefeito de Petróleo (Singás-RN).

A medida foi informada pela entidade após a Petrobras anunciar reajuste no preço do produto, para as distribuidoras, pela sétima vez desde maio.

Mais >

Com eleição se aproximando, Brasil e EUA fecham pacote comercial


Foto: Adriano Machado/Reuters

Faltando menos de um mês para a eleição presidencial americana, Brasil e Estados Unidos devem assinar na próxima segunda-feira (19) um pacote de medidas para acelerar e desburocratizar o comércio entre os dois países. De acordo com fontes da área econômica, deverão ser firmados três acordos: de facilitação de comércio, boas práticas regulatórias e anticorrupção.

O anúncio deve ocorrer em um evento virtual com participação do presidente Jair Bolsonaro, de representantes do Escritório do Representante de Comércio dos EUA (USTR, na sigla em inglês) e de bancos de desenvolvimento americanos.

Mais >