Lula mudou comanda da PF em 2007 para ser informado sobre ações


Em 2007 Lula trocou o comando da Polícia Federal e da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) com a intenção de ter mais informações sobre operações.

Naquele ano o petista estava insatisfeito e promoveu as alterações para ficar a par das grandes ações da PF. Ele também avaliava que a Abin era ineficiente.

Mais >

INVESTIGAÇÃO: Apartamento liga a Oi a filho de Lula, diz Lava Jato


JOSÉ MARQUES – SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) Além do sítio de Atibaia (SP), um apartamento de 335 m² em região nobre da zona sul de São Paulo é apontado pela Lava Jato como um dos principais indícios de que o empresário Jonas Suassuna usou dinheiro de contratos com a Oi para beneficiar a família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Comprado por Suassuna em 2009 por R$ 3 milhões (R$ 1,9 milhão de entrada, e o resto parcelado), o imóvel foi reformado e mobiliado por ele ao custo de, segundo estimativa da Polícia Federal, ao menos R$ 1,6 milhão. Foram colocados revestimentos de piso e de parede, forro de gesso, condicionadores de ar e armários planejados.

Mais >

Justiça absolve Lula, Dilma, Palocci e Mantega no “quadrilhão do PT”


A Justiça Federal do Distrito Federal decidiu nesta quarta-feira, 4, absolver os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, os ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto no caso que ficou conhecido como “quadrilhão do PT”. Os cinco viraram réus por organização criminosa, mas acabaram absolvidos por decisão do juiz federal Marcus Vinicius Reis Bastos.

“A denúncia apresentada, em verdade, traduz tentativa de criminalizar a atividade política. Adota determinada suposição – a da instalação de ‘organização criminosa’ que perdurou até o final do mandato da ex-presidente Dilma Vana Rousseff – apresentando-a como sendo a ‘verdade dos fatos’, sequer se dando ao trabalho de apontar os elementos essenciais à caracterização do crime de organização criminosa”, escreveu o juiz.

Mais >

Com decisão do STF, Lula já marca pelada com o MST


Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou hoje, horas antes de o STF (Supremo Tribunal Federal) declarar inconstitucional a prisão após condenação em segunda instância, que saíra da prisão “mais à esquerda” do que entrou.

Ele, um dos mais famosos beneficiados pela decisão da Corte, disse nesta tarde que fará “um grande pronunciamento à nação” assim que for libertado e planeja uma partida de futebol com membros do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra) no próximo dia 21 em Guararema (SP).

Mais >

Procuradores denunciam Lula e irmão sob acusação de corrupção


A força-tarefa da Lava Jato em São Paulo denunciou nesta segunda-feira (9) o ex-presidente Lula e um dos irmãos dele, José Ferreira da Silva, sob acusação de corrupção passiva continuada.

Mais >

STF pode adiar julgamento do pedido de liberdade de Lula


O julgamento do pedido de liberdade apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Supremo Tribunal Federal (STF) pode ser adiado. O habeas corpus está mantido na pauta desta terça-feira (25) da Segunda Turma, mas, por ser o 12º item previsto, a expectativa de ministros é a de que não haja tempo hábil para ser analisado.

Para que o tema seja chamado a julgamento, dependerá da ministra Cármen Lúcia, que assume a presidência da Segunda Turma nesta terça.

O pedido de liberdade, apresentado em 2018, é um habeas corpus em que a defesa de Lula aponta a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça e Segurança Pública, e questiona a atuação dele no processo em que o ex-presidente foi condenado.Mais >

“STF julga hoje prisão automática em 2.ª instância; Lula pode ser beneficiado”


“A 2.ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) julga nesta terça-feira (11) à tarde um habeas corpus coletivo para proibir a prisão automática após condenação em segunda instância. A medida, em tese, pode levar à soltura de todos os presos de segunda instância, inclusive o ex-presidente Lula. Essa possibilidade de soltura generalizada, contudo, ainda é uma incógnita e vai depender do andamento do julgamento.

O habeas corpus coletivo questiona a constitucionalidade da súmula do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) que autoriza a prisão depois de segunda instância de forma automática. Segundo o pedido de habeas corpus, cada prisão após condenação em segunda instância teria de ser analisada individualmente, caso a caso.

Ainda é incerto se o Supremo pode decidir soltar todos os encarcerados de segunda instância. Teoricamente, os ministros podem tomar essa decisão, argumentando de que a detenção foi inconstitucional. Ou podem podem decidir que as defesas precisam entrar com habeas corpus individuais.Mais >

Carta: Lula sairá de 2018 consagrado ou desmoralizado


Josias de Souza

Seja qual for o resultado das eleições, a reconstituição da história passará pela cadeia. Se Fernando Haddad for eleito, Lula terá feito a campanha mais espetacular desde a chegada das cavavelas, elegendo o inacreditável. Se Jair Bolsonaro vencer, Lula descerá ao verbete da enciclopédia como um manipulador fracassado que elegeu com sua taxa de rejeição um presidente da República inimaginável.

Lula chega à beira da urna em posição constrangedora. Realiza um derradeiro esforço para evitar um fiasco: a vitória de Bolsonaro no primeiro turno. Expediu mais uma de suas correspondências do cárcere. Endereçou-a ”ao meu querido povo brasileiro”. Anotou: “Dia 06 de outubro é meu aniversário oficial. Espero ganhar de presente no dia 07 de outubro o voto do povo brasileiro no Haddad para presidente. Haddad é 13. Haddad é Lula. Um grande abraço do Lula. Sem medo de ser feliz”.

Em verdade, Lula nasceu em 27 de outubro. Deve-se a menção ao dia 6 a um erro cometido na hora em que a certidão de nascimento foi lavrada. Com medo de que Bolsonaro o faça infeliz, Haddad apressou-se em trombetear a notícia falsa nas redes sociais nesta sexta-feira. ”Amanhã, se completam 73 anos do nascimento do maior líder brasileiro da história”, escreveu.Mais >

Ministro Lewandowski autoriza Lula a conceder entrevista à Folha de São Paulo


O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a conceder uma entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, informou a assessoria do magistrado à Reuters nesta sexta-feira.

Essa é a primeira decisão favorável ao petista em conceder entrevista, desde que ele foi preso em abril para cumprir pena pela condenação no processo do tríplex do Guarujá (SP).

O ex-presidente também teve rejeitado, durante a campanha eleitoral, até ter sua candidatura ao Palácio do Planalto barrada pela Lei da Ficha Limpa, todos pedidos anteriores para falar com a imprensa.

Terra, com Reuters

Relutando: Defesa de Lula recorre ao TSE e ao STF para manter candidatura do petista


Os advogados de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recorreram nesta terça-feira (4) da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que rejeitou a candidatura do petista à Presidência.

Por seis votos a um, o tribunal barrou a candidatura de Lula na semana passada com base na Ficha Limpa.

Pela lei, se torna inelegível a pessoa que tiver o processo transitado em julgado (ou seja, não permite mais recurso) ou que for condenada por órgão colegiado da Justiça.

Mais >

Por 6 votos a 1, TSE decide rejeitar a candidatura de Lula a presidente


Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiram por 6 votos a 1, em julgamento concluído na madrugada deste sábado (1º), pela rejeição do pedido de registro de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República.

Na sessão, a maioria dos ministros também proibiu Lula de fazer campanha como candidato, inclusive na propaganda de rádio e TV, que começa neste sábado (1º) para os presidenciáveis. O PT terá agora dez dias para substituir o candidato.

A maioria dos ministros entendeu que decisão entra em vigor desde já, embora ainda exista possibilidade de recurso ao próprio TSE ou ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Mais >

Na TV, voz de Lula será substituída pela de ator


A decisão do TSE de analisar a ação que questiona a aparição de Lula na TV nesta sexta (31) –dia em que as inserções da disputa presidencial começam a circular– não pegou o PT de surpresa. O partido se esforça para fazer filmes que contemplem os cenários mais adversos.

Na internet, o PT lançou peças em que até a voz de Lula é substituída pela de um ator que faz narrações de textos atribuídos ao ex-presidente.

A pressa do TSE em definir a situação do petista será usada para ilustrar junto à militância a tese de que o ex-presidente é vítima de uma perseguição política. (Daniela Lima – Folha Painel)

PT tenta inovar: Lula ou Haddad?


O prazo final para o registro dos candidatos à Presidência é hoje, dia 15. Espera-se que o PT tente registrar Lula como seu candidato, sabendo embora que é inelegível, para que haja impugnação, recursos, embargos, e a coisa se arraste até 15 de setembro, fim do prazo de programação da urna eletrônica. O objetivo é colocar nome e foto de Lula na urna, mesmo que o candidato seja Haddad, para que o eleitor vote em Haddad pensando que vota em Lula.

Há um risco: se o TSE recusar o registro de Lula, encerra-se a manobra. Há um risco maior: o TSE recusar o registro e rejeitar qualquer substituição. Nesse caso, o PT deixa de ter candidato à Presidência.

Medo de tumulto

O setor de Inteligência de Brasília está preocupado com a possibilidade de tumultos na cidade durante a reunião do Tribunal Superior Eleitoral. O MST programou a “marcha a Brasília”, tentando reunir cinco mil pessoas em frente ao tribunal para manifestar-se por Lula. O temor é de que a marcha vise tumultuar Brasília, com invasões, fogo nas ruas, depredações e invasão de prédios públicos – o que já ocorreu em casos semelhantes. Dois mil homens deverão cuidar da segurança da cidade contra a bagunça.

Paulo Kramer: PT usa Lula como “um defunto dentro de uma armadura”


Por Cristiano Carlos

Reza a lenda que o herói espanhol do século XI, Rodrigo Diaz de Vivar, o El Cid Campeador, liderou uma batalha contra inimigos quando já estava morto.

Sim, El Cid havia falecido e a notícia de sua morte animou seus inimigos que decidiram invadir seu castelo. Como forma de animar as tropas e impulsioná-las à vitória, a esposa de El Cid decidiu colocar o corpo do marido em um cavalo. Protegido por uma armadura, e em posição de honra, o morto liderou as tropas cristãs contra os mouros islâmicos.

Essa lenda nada tem a ver com nossas origens ou história, mas serviu para o analista de riscos políticos, Paulo Kramer, exemplificar a forma como o Partido dos Trabalhadores, o PT, vem administrando a imagem do ex-presidente Lula junto ao eleitorado do país.Mais >

“Não há legalidade”, diz especialista sobre convite da TVT para Lula comentar a Copa


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Lava Jato, será comentarista da Copa do Mundo da Rússia. Mesmo detido, o petista participará das transmissões da TVT escrevendo cartas sobre suas impressões do Mundial. Para especialistas ouvidos pela reportagem, a colaboração, mediada pelo jornalista José Trajano, não é ilegal.

“A comunicação com pessoas fora da prisão por meio de cartas não é proibida e qualquer pessoa presa pode se comunicar com amigos e família. Neste caso, sendo o Trajano amigo dele, não existe nenhum impedimento legal”, avalia o advogado Francisco Monteiro Rocha Júnior.

Segundo ele, nem mesmo o conteúdo das cartas poderá sofrer algum tipo de censura. “Se não houver nada relacionado a atos ilícitos, qualquer assunto fica liberado e o ex-presidente pode falar de tudo: dia a dia, questões políticas, futebol. Não há na lei nada que o impeça de tocar em determinado assunto nessas correspondências”, explica.Mais >

Fachin rejeita mais um recurso em habeas corpus de Lula no STF

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou seguimento ao novo recurso contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que havia chegado à Corte nesta quinta-feira (10).
Trata-se de um recurso contra um primeiro habeas corpus preventivo de Lula, que foi negado em março, por unanimidade, pela Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ).
A defesa de Lula recorreu desta decisão, mas tal recurso ainda não havia sido julgado, tendo sido enviado ao STF no último dia 19 pelo ministro Humberto Martins, vice-presidente do STJ. Entretanto, somente nesta quinta-feira esse processo foi protocolado no sistema do Supremo.  

Mais >

MPF veta pedido para Lula ter frigobar em cela da PF


O Ministério Público Federal foi contra o pedido feito por Luiz Inácio Lula da Silva de ter o direito de usufruir de um frigobar na “cela” especial reservada a ele na sede da Polícia Federal em Curitiba – o berço da Operação Lava Jato – onde o ex-presidente está preso há exatamente um mês, completado nesta segunda-feira, 7.

“Inexiste paralelo de concessão de tal regalia no sistema prisional”, informam os procuradores da força-tarefa em manifestação à juíza substituta da 12ª Vara Federa de Curitiba, responsável pela execução da pena de Lula no caso do triplex do Guarujá (SP). 

Mais >

Partido dos Trabalhadores pretende reforçar o 13


O PT vai reforçar em suas comunicações o 13, número que identifica a legenda, e procurar associá-la a Lula. “Lula é 13”,  “PT é 13” e “Eu  sou 13” serão os motes da estratégia. 

A ideia é fazer com que os simpatizantes do ex-presidente ajudem o partido a eleger uma boa bancada na Câmara dos Deputados, além de facilitar a transferência de votos ao seu sucessor, quando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) impugnar seu registro eleitoral.

Lula tem condenação em segunda instância, o que o enquadra na Lei da Ficha Limpa.

‘STF quer distanciar Moro de Lula’


Ministros do STF querem tirar das mãos de Moro ação que condena o ex-Presidente Lula, reação do juiz já era esperada. Veja vídeo!Mais >

“STF deu golpe na investigação contra o Lula, no Sérgio Moro e está construindo um caminho para liberar Lula”, diz Hasselmann