Lula chama de ‘canalha’ o campeão de empréstimos do BNDES na era petista

Ao discursar na abertura do 6º Congresso Nacional do PT, no final da noite de quinta-feira, Lula referiu-se ao delator Joesley Batista, do Grupo JBS, em termos pouco lisonjeiros: “Um canalha de um empresário disse que abriu uma conta pra Dilma e outra pra mim. Mas está no nome dele. É ele que mexe com a grana”, afirmou Lula, arrancando risos da plateia companheira. “Agora, eu e a Dilma temos até conta no exterior. Eu nem sabia que ela tinha. E ela não sabia que eu tenho.”

Na era petista, o conglomerado empresarial do “canalha” foi incluído no seleto grupo dos “campeões nacionais”. A companhia de Joesley recebeu tratamento preferencial nos guichês do BNDES. Entre 2007 e 2009, sob Lula, o velho e bom bancão oficial injetou na JBS R$ 8,1 bilhões. O Ministério Público Federal estima que o erário perdeu pelo menos R$ 1,2 bilhão nessas transações. O BNDES chegou a ter quase 35% das ações do grupo JBS/Friboi. No final de 2012, já sob Dilma Rousseff, o BNDES transferiu 10% das ações para a Caixa Econômica Federal.Mais >

Lula aciona Veja por afronta à memória de Dª. Marisa e afirmações falsas, diz defesa

A afronta à memória de D. Marisa Letícia Lula da Silva e a divulgação de afirmações falsas relativas ao depoimento prestado pelo ex-Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, em 10/05/2017, ao juízo da 13ª. Vara Federal Criminal de Curitiba, fundamentam ação de reparação de danos morais hoje (1/6/2017) protocolada por nosso cliente em face da Abril Comunicações S/A, que edita a revista  Veja,  e dos repórteres  Daniel Pereira e Robson Bonin.Mais >

Nordeste e menos escolarizados fazem Lula liderar pesquisa, aponta Instituto

O Nordeste e os eleitores menos escolarizados são o grande suporte da candidatura do ex-presidente Lula hoje. Nos estados nordestinos, o petista tem 41% de intenções de voto. Entre os eleitores com ensino fundamental, ele chega a 34%. No total do Brasil, Lula aparece com 25,8% (17% no Sul, 19,1% no Sudeste e 26,7% no Norte/Centro-Oeste).Mais >

Senadores se envolvem em quebra pau na volta aos trabalhos no Congresso Nacional

A retomada dos trabalhos no Congresso Nacional após o abalo causado na República pela delação dos donos do grupo JBS, nesta terça-feira (23), foi marcada por bate-boca, senadores trocando agressões físicas e discussão entre os defensores do presidente Michel Temer e os que desejam a queda dele.

Para os parlamentares da oposição, o governo não pode tentar andar com as pautas de reformas como se uma crise não estivesse em curso. Já os governistas, como Garibaldi, evitam defender Temer, mas mostram com a tentativa de manter a pauta de reformas que ainda é cedo para desembarcar do governo.

Nova acusação contra Lula é frívola e fruto de tese política, diz nota da defesa ao blog

A denúncia apresentada hoje (22/05) pela Força Tarefa da Lava Jato contra Lula mostra uma desesperada tentativa de procuradores da República justificar à sociedade a perseguição imposta ao ex-Presidente nos últimos dois anos, com acusações frívolas e com objetivo de perseguição política.
A nota que acompanhou o documento deixa essa situação muito clara ao fazer considerações que são estranhas à área jurídica e às regras que deveriam orientar a atuação de membros do Ministério Público, como a legalidade e a impessoalidade.Mais >

Aos gritos de ‘ladrão’, deputado aliado de Temer chega ao Brasil

O deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que até março era assessor especial do presidente Michel Temer, desembarcou hoje no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Ele estava em Nova York e chegou ao Brasil aos gritos de “ladrão”. Ele foi alvo da Operação Patmos deflagrada com base em delação premiada de Joesley Batista, um dos donos do frigorífico JBS.

De acordo com a delação, Rocha Loures foi indicado por Temer a Joesley para resolver uma pendência da empresa no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). O empresário o procurou, negociou pagamentos de propina com ele e marcou um encontro para entregar o dinheiro. Os investigadores filmaram o deputado pegando uma mala com 500.000 reais em uma pizzaria em São Paulo, conforme imagens divulgadas na quinta-feira pelo jornal O Globo.

“Foto de Léo Pinheiro e Lula, nada prova”, relata defesa de Lula ao blog Jair Sampaio

Confira o que diz a defesa de Lula sobre a foto que Léo Pinheiro mostrou no Sítio de Atibaia, com Lula: Seria essa uma das provas de que o Sítio, realmente, pertence a família do ex-presidente, em nota enviada ao blog, defesa nega, confira abaixo!Mais >

Humilhação: “minha vida virou inferno”, diz Mantega, ex-ministro de Lula e Dilma

No centro de acusações da Operação Lava Jato, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega afirma que delatores como Marcelo Odebrecht criaram “ficções” para conseguir fechar delação premiada, inventando histórias “inverossímeis” e sem provas.

Mantega, que foi o mais longevo ministro a comandar a economia do país, de 2006 a 2014, diz que “estava atrapalhando” os planos do empreiteiro, em 2009, ao defender o veto a uma lei que dava à Odebrecht anistia sobre débitos tributários. Mais >

Delações, powerpoint e coerção: as brigas que Lula tentou puxar com Moro

Em vários embates ríspidos que teve com o juiz Sergio Moro durante depoimento nesta quarta-feira (10), em Curitiba, o ex-presidente Lula disse que a Operação Lava Jato forçou testemunhas a incriminá-lo no processo sobre o tríplex no Guarujá, no litoral de São Paulo. Nas considerações finais, declarou que é “vitima da maior caçada jurídica que um presidente já teve”.

Antes, próximo à segunda metade da audiência, reclamou da conduta da Lava Jato. “O que aconteceu nos últimos 30 dias, doutor Moro, vai passar para a história como o mês Lula. Porque foi o mês em que vocês trabalharam, sobretudo o Ministério Público, para trazer todo mundo para falar uma senha chamada Lula. O objetivo era dizer Lula. Se não falasse Lula, não valia”, disse o ex-presidente, no começo da segunda metade da audiência.

Segundo o petista, Moro e os procuradores da operação ouviram 73 testemunhas sobre o caso, grande parte da acusação, mas nenhuma realmente o “incriminou” durante os depoimentos. Pouco depois, Moro perguntou se Lula se achava que existia uma “conspiração” contra ele. Lula respondeu que não, mas que estava “atento” à condução do processo.Mais >

Assista aos vídeos com o depoimento de Lula em Curitiba

O depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sergio Moro nesta quarta-feira (10) durou cinco horas. Ele foi dividido em dez partes, sendo que a última traz as considerações de Lula sobre o processo.

Nos vídeos, ele fala do tríplex e de sua relação com outros investigados na Lava Jato, como Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, e Renato Duque, ex-diretor da Petrobras. Confira na íntegra!Mais >

Depoimento de Lula atrai 7 mil militantes a Curitiba

Cerca de 7 mil pessoas vieram a Curitiba nesta quarta-feira (10) apoiar o ex-presidente Lula em seu depoimento ao juiz Sergio Moro. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), 168 ônibus de manifestantes chegaram à capital, com 40 passageiros em média. A maioria deles, 92, proveniente de outros estados. O restante, 76, do interior do Paraná.

Os manifestantes a favor de Lula passaram a maior parte do dia concentrados na Praça Santos Andrade, em frente ao prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR). De acordo com a Policia Militar do Paraná, o número de manifestantes no ato a favor do petista chegou a 5 mil.Mais >

Diante da ameaça da prisão, Lula reage usando o povo como “escudo”

Lula é um sujeito eminentemente político. Diante de qualquer situação, sua resposta é política. Não seria diferente quando toda a sua carreira e sua biografia estão em jogo – sem falar no projeto de poder do partido que ele ajudou a criar.

Diante da Lava Jato, Lula parece se importar menos com argumentos jurídicos do que com o tamanho do apoio que consegue angariar. Parece menos preocupado com os advogados do que com os deputados e senadores. Parece menos preocupado com os procuradores do que com os eleitores.

Hoje, dia de interrogatório, Lula e os seus providenciaram um palanque – e nenhuma reação poderia ser mais política do que essa. E ao microfone, alguém disse que enquanto Lula tiver o povo como escudo, ninguém poderá fazer nada contra ele.Mais >

Caveirão, helicóptero e snipers: o esquema de segurança no depoimento de Lula

O aparato de segurança montado para a vinda do ex-presidente Lula a Curitiba nesta quarta-feira (10), para depor ao juiz Sérgio Moro, na operação Lava Jato, chamou atenção na capital. Quem passou pela manhã e no começo da tarde nas imediações da Justiça Federal, no bairro Ahú, viu o veículo blindando da Polícia Militar conhecido como “caveirão”, centenas de policiais e até atiradores de elite, os snipers, posicionados estrategicamente no topo de prédios do entorno.

Pelo menos dois helicópteros sobrevoam a região. Ao todo, segundo informações da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), cerca de 1,7 mil policiais atuam no esquema de segurança nesta quarta, em toda a cidade.

Enquanto o ex-presidente Lula depõe, manifestantes a favor e contra o petista fazem protestos em diferentes regiões de Curitiba. A ala pró-Lula está concentrada na praça Santos Andrade, no Centro. Já os apoiadores da Lava Jato estão nos arredores do Museu Oscar Niemeyer (MON), no Centro Cívico. (mais…)

Moro nega pedido de Lula para gravar depoimento e barra celulares

O juiz Sérgio Moro negou o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para fazer uma gravação própria do depoimento do petista marcado para a próxima quarta-feira (10). Apesar da negativa, o magistrado apontou que será feita uma “gravação adicional”, com outro ângulo. Mais >

Curitiba: enquanto Sérgio Moro pede paz, Lula e o PT preferem investir na confusão

Lula quer ver o circo pegar fogo, quer aproveitar seu depoimento cara a cara com o juiz Sergio Moro para transformá-lo em ato político, de olho em sua narrativa de vítima perseguida por um poder arbitrário com interesses escusos. Já o juiz Sergio Moro pede calma e quer tranquilidade para que a Justiça continue fazendo seu trabalho dentro dos ditames da lei.Mais >

Lula programa novas viagens pelo Nordeste

Lula determinou a sua equipe que agende viagens pelo Nordeste nos próximos meses. Ele quer eventos como a visita que fez em março às obras inauguradas da transposição do Rio São Francisco, na Paraíba. Acha que precisa reforçar o sentimento de “saudade” do bem-estar social existente durante seu governo e detectado em pesquisas recentes.

A defesa de Lula enviou ao juiz Sergio Moro informações sobre a câmera que pretende usar para gravar o depoimento do petista na próxima quarta-feira (10). Será a primeira vez que Lula e Moro se encontrarão cara a cara.

A defesa garante que o uso da câmera, que será operada pelo fotógrafo Ricardo Stuckert, não atrapalhará o andamento do interrogatório.

Época – Nonato Viegas

Ironia: Lula vai mandar prender jornalistas que mentiram sobre ele, caso seja eleito

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, na noite desta sexta-feira, na abertura da etapa paulista do 6º congresso do PT, que se não for preso logo pode mandar prender os responsáveis por publicar informações que ele está para ser preso.Mais >

Base de Temer quer dividir palanque com Lula de olho nas eleições de 2018

A um ano e cinco meses da eleição de 2018, partidos da base aliada do governo Michel Temer disputam o espólio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Nordeste. Nos bastidores, até integrantes do PMDB de Temer buscam composições e acertos regionais para ter Lula no palanque, mesmo sendo oposição ao PT.

O movimento acompanha a liderança do ex-presidente nas pesquisas de intenção de voto, embora ele seja réu em cinco ações penais, três das quais no âmbito da Lava Jato. A cúpula do PT, porém, já considera com mais atenção a possibilidade de o petista não poder concorrer ao Palácio do Planalto, em 2018, e tenta montar um plano B.

Bolsonaro: melhor resultado entre ricos e escolarizados

Segundo colocado na disputa pela Presidência em todos os cenários da última pesquisa Datafolha – em alguns deles em empate técnico -, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) consegue seu melhor desempenho entre eleitores mais ricos e com maior escolaridade.Mais >

Resposta aberta ao ‘O Globo’

O ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá, no dia 10/5, no Juízo de Curitiba, a chance de recuperar a verdade dos fatos pelos quais tem sido injustamente atacado. Lula nunca se negou a prestar qualquer informação à Justiça, mas tem enfrentado uma avalanche de acusações – sem prova – , na esteira do vazamento de delações premiadas, negociadas por réus em troca de liberdade. 

Na vigência da Operação Lava Jato, Lula teve seu sigilo bancário, fiscal e telefônico quebrado, foi privado de sua liberdade por mais de 6 horas, sofreu devassa em sua vida pessoal e na de seus filhos e nenhuma prova de ilegalidade foi encontrada, pela simples razão de que sua trajetória pessoal e política  é ilibada. 
Lula não está acima da lei. Como qualquer outro cidadão quer ver prevalecer uma justiça imparcial e ter sua honra e reputação respeitadas. As Organizações Globo, à qual o jornal O Globo pertence, lideram um processo sistematizado de ataque ao nosso cliente, pinçando  reiteradamente, de forma midiática e maldosa, informações com o objetivo de macular a imagem de Lula e privar a sociedade do conhecimento real dos fatos, inclusive depoimentos e documentos que são elementos a corroborar a inocência do ex-Presidente.Mais >