Ricos e escolarizados não votam em Lula? Datafolha diz que não é bem assim, veja!


Parte dos desafetos do ex-presidente Lula (PT) costuma propagar a ideia de que votar nele é coisa de pobre e de quem não tem escolaridade. E também que ricos e pessoas “educadas” não elegeriam o petista. O próprio Lula reforça o estereótipo ao repetir que é perseguido pela elite brasileira.

Porém, a última pesquisa Datafolha mostra que, se a eleição presidencial fosse feita apenas com os eleitores do segmento de maior renda e instrução, Lula estaria na segunda posição, pouco atrás do deputado Jair Bolsonaro (PEN/Patriota). E, especificamente no eleitorado com ensino superior, os dois estão em situação de empate técnico.

A pesquisa Datafolha, divulgada na íntegra nesta semana, mostra que Lula tem 36% das intenções de voto contra 18% de Bolsonaro nos dois cenários mais prováveis neste momento – com Marina Silva (Rede) e Geraldo Alckmin (PSDB) ou João Doria (PSDB) na disputa. Os índices do petista caem significativamente dentre os eleitores com ensino superior: ele tem 19% nas duas simulações. Já os de Bolsonaro sobem: para 21% e 23%.Mais >

Palocci diz que ditador da Líbia doou ‘$ 1’ milhão de dólares para campanha de Lula


A campanha eleitoral do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria recebido 1 milhão de dólares do ex-ditador líbio Muamar Kadafi em 2002, ano em que Lula foi eleito para o seu primeiro mandato. A informação consta na proposta de delação premiada entregue ao Ministério Público por Antonio Palocci e foi divulgada pela revista VEJA desta semana. 

O ex-ministro da Fazenda do governo Lula está preso desde setembro de 2016 e negocia sua delação há sete meses. Em 2013, o ex-presidente francês, Nicolas Sarkozy, também foi acusado de ter recebido dinheiro de Kadafi para sua campanha. Ele teria embolsado a quantia de US$ 50 milhões.

Muamar Kadafi governou a Líbia por 42 anos e foi morto em 2011 por rebeldes do Conselho Nacional de Transição (CNT). Antes de ser alvo de uma revolta sem precedentes contra seu regime autoritário, o ditador chegou a ser um dos líderes do mundo árabe mais bem aceitos pelos chefes de Estado de todo o globo.Mais >

Rejeição: Lula só perde para Temer (71%)


Dentre os candidatos colocados na pesquisa pelo Datafolha, Lula só não é mais rejeitado que o presidente Michel Temer (PMDB): 71% dos eleitores não votariam de jeito nenhum no peemedebista; a rejeição ao petista é de 39%.

Como Lula tem entre 34% e 37% de intenções de voto, dependendo do cenário, o Datafolha mostra que o petista tem um eleitorado “do contra” pouco acima do número de eleitores “a favor”. Ainda que se considere que a margem de erro do levantamento é de dois pontos porcentuais para cima ou para baixo, não há “empate técnico” em pelo menos um dos cinco cenários avaliados com Lula como candidato.

Apesar da alta rejeição, há uma tendência de queda no porcentual de eleitores que dizem que não votariam no petista de jeito nenhum. Na pesquisa Datafolha anterior à atual, divulgada em outubro, Lula já era rejeitado por 42% dos eleitores.Mais >

Juiz de Porto Alegre termina voto decisivo para o futuro de Lula


Relator responsável pela Operação Lava Jato na 8.ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4), em Porto Alegre, o desembargador João Pedro Gebran Neto concluiu seu voto em relação ao recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – o petista foi condenado pelo juiz Sergio Moro no dia 12 de julho a nove anos e seis meses de prisão em regime fechado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no processo do apartamento tríplex do Guarujá (SP). As informações são do jornal Zero Hora. 

A conclusão do caso revela uma nova tendência dentro da Lava Jato, com a celeridade do andamento dos processos. O voto de Gebran Neto foi fechado exatamente 100 dias após a apelação chegar ao seu gabinete, na tarde de sexta-feira (1.º). De acordo com a reportagem do Zero Hora, apenas três apelações da operação ficaram menos tempo com o relator para preparação do voto.

A conclusão do caso revela uma nova tendência dentro da Lava Jato, com a celeridade do andamento dos processos. O voto de Gebran Neto foi fechado exatamente 100 dias após a apelação chegar ao seu gabinete, na tarde de sexta-feira (1.º). De acordo com a reportagem do Zero Hora, apenas três apelações da operação ficaram menos tempo com o relator para preparação do voto.Mais >

Triplex do Guarujá: Tribunal da Lava Jato nega absolvição sumária de Marisa Letícia


O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) – Corte que julga recursos dos processos da Operação Lava Jato – negou nesta terça-feira, 21, a “absolvição sumária” para a ex-primeira dama Marisa Letícia Lula da Silva.

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva havia pedido o reconhecimento da inocência de Marisa nas duas ações penais nas quais ela era ré, uma delas no processo do caso triplex do Guarujá (SP), e não a mera extinção de punibilidade por sua morte, ocorrida em fevereiro, vítima de um AVC.

No processo do triplex, no qual Lula foi denunciado e condenado em 12 de julho a uma pena de 9 anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro – supostamente recebido da empreiteira OAS para melhorias e ampliação do apartamento situado em Guarujá, litoral paulista -, Marisa também era ré. Mais >

Por que Lula disse que perdoa os ‘golpistas’? Para o PT se aliar com o PMDB em 2018


A um ano das eleições, o PT ensaia uma redução na intensidade do discurso de que a ex-presidente Dilma Rousseff foi vítima de um golpe. E o motivo é bem pragmático. O partido quer se aliar em 2018 com siglas que apoiaram a deposição da petista, inclusive com o PMDB do presidente Michel Temer. Lula já tem o novo bordão para justificar a mudança de postura: é hora de perdoar os golpistas. 

“Toda as vezes em que a direita nesse país resolveu usurpar o poder, a primeira coisa que fez foi destruir moralmente seus adversários. Foi assim com Getúlio [Vargas], depois com Juscelino Kubitschek, depois com Jango [João Goulart]”, disse Lula na segunda-feira (30), em Belo Horizonte (MG). “Sou mais paciente que Getúlio e João Goulart e talvez mais que JK, que tentaram tirar três vezes e ele sempre perdoou. Estou perdoando os golpistas deste país.”

Lula já havia se reaproximado em setembro do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que votou a favor do impeachment de Dilma em 2016. Na caravana pelo Nordeste, o ex-presidente trocou afagos com Renan e com o filho do senador, o governador Renan Filho (PMDB). Os dois têm a ganhar com a possível aliança. Lula ganha um palanque em Alagoas. E o senador, que busca a reeleição, se desvincula de Temer e liga sua imagem a Lula – que é popular entre os nordestinos.Mais >

Condenado por furto de chocolate recebe pena de prisão semelhante à de Lula


Todos os anos, dezenas de recursos que envolvem os chamados “crimes de bagatela” chegam às cortes de última instância da Justiça Brasileira: o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Supremo Tribunal Federal (STF), conforme mostrou reportagem da Gazeta do Povo publicada na segunda-feira (23).

São crimes de menor periculosidade que, em geral, envolvem a subtração de produtos ou valores irrisórios. Réus condenados à prisão por esses delitos tentam obter a liberdade nos tribunais superiores acionando o chamado “princípio da insignificância”, ou seja, alegam que o crime cometido tem pouca ou nenhuma relevância. Muitos desses processos chamam a atenção pelo tamanho da pena aplicada.Mais >

Caças suecos: a nova dor de cabeça para Lula na Justiça. Entenda o caso


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que começa nesta segunda-feira (23) uma caravana pelo estado de Minas Gerais, tem um novo encontro marcado com a Justiça na próxima semana. O petista vai ser interrogado na segunda-feira (30) pelo juiz federal Vallisney Oliveira, em Brasília, em um dos processos da Operação Zelotes.

Neste processo, Lula é suspeito de influenciar na compra, pelo governo brasileiro, de 36 caças da empresa sueca Saab e na prorrogação de incentivos fiscais à montadoras de veículos. O ex-presidente é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de tráfico de influência, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Os crimes teriam ocorrido entre 2013 e 2015.Mais >

MPF diz que recibos de Lula são “ideologicamente falsos” e pede perícia


Em petição apresentada ao juiz federal Sérgio Moro, a força-tarefa da Operação Lava Jato afirma que os recibos de pagamento de aluguel apresentados pela defesa de Lula são “ideologicamente falsos” e foram confeccionados após o início das investigações para “dar falso amparo à locação simulada do apartamento” vizinho àquele em que ele mora.

No documento, o Ministério Público Federal no Paraná pede que os recibos passem por perícia grafoscópica e que Glaucos da Costamarques, dono do imóvel, e o técnico em contabilidade João Muniz Leite, responsável pelos recibos, prestem depoimento. Confira no link mais detalhes!

O Ministério Público acusa o ex-presidente de receber vantagens indevidas oriundas de fraudes em contratos da Petrobras. Para a força-tarefa da Lava Jato, Lula seria o verdadeiro dono do apartamento vizinho ao dele, localizado em São Bernardo do Campo (SP). Glaucos da Costamarques, proprietário do imóvel, seria um “laranja”.

Lula e Bolsonaro lideram intenções de votos segundo pesquisa


Divulgada neste sábado, 30, a pesquisa realizada pela Panamá Pesquisas revela que o ex-presidente Lula (PT) lidera as intenções de voto para a presidência do Brasil, acompanhado por Jair Bolsonaro (PSC) no segundo lugar.

Logo atrás de Jair Bolsonaro, o prefeito de São Paulo João Doria (PSDB) aparece com 11,5% de preferência de votos. Atrás dele estão Marina Silva (Sustentabilidade), Joaquim Barbosa (ex-presidente do STF), Ciro Gomes (PDT), Álvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (PSD).

A pesquisa também revelou que se o eleitorado fosse inteiramente masculino, Jair Bolsonaro seria o candidato mais votado. Entre as mulheres, o ex-presidente Lula venceria a disputa pela presidência, colocando Bolsonaro em terceiro lugar atrás de Marina Silva.Mais >

“Estão mexendo com um político que nunca roubou”, diz Lula, voltando a desafiar investigadores


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira que os procuradores e delegados que o investigam estão mexendo com “um político que não roubou e não tem medo deles”. Ao discursar num evento promovido pela Fundação Perseu Abramo, ligada ao PT, para discutir o programa de governo do partido para a eleição de 2018, Lula O ex-presidente afirmou que se “sente estimulado” a defender a sua honra e que os investigadores “mexeram com quem não deveriam mexer.”

— Não é porque estou acima de qualquer coisa. É porque eu não fiz o que eles dizem que eu fiz. Se ele estão acostumados a mexer com político que roubou, que fez corrupção, que enriqueceu e está com o rabo no meio das pernas, eles estão mexendo com um político que não roubou, que não tem medo deles e que a única coisa que tem é a sua honra para defender — afirmou.Mais >

Lula não responde a todas as perguntas em depoimento a Moro


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não respondeu a todas as perguntas durante audiência nesta quarta-feira, 13, frente a frente com o juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato. O petista foi interrogado em ação penal sobre supostas propinas da Odebrecht.

A audiência de Lula durou mais de duas horas. O primeiro a questionar o ex-presidente foi Moro. Em seguida, vieram o Ministério Público Federal e as perguntas da defesa Após o interrogatório do ex-presidente, Moro passou a ouvir Branislav Kontic, ex-assessor do ex-ministro Antonio Palocci (Fazenda e Casa Civil/Governos Lula e Dilma).

Lula é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro sobre contratos entre a empreiteira e a Petrobras. Segundo o Ministério Público Federal os repasses ilícitos da Odebrecht chegaram a R$ 75 milhões em oito contratos com a estatal. O montante, segundo a força-tarefa da Lava Jato, inclui um terreno de R$ 12,5 milhões para Instituto Lula e cobertura vizinha à residência de Lula em São Bernardo do Campo de R$ 504 mil.Mais >

Lula é alvo de mais uma denúncia por corrupção. E agora não é pela Lava Jato


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi denunciado por corrupção passiva, pelo Ministério Público Federal do Distrito Federal, sob acusação de aceitar promessa para receber recursos ilegais em 2009, quando ainda ocupava a Presidência.

A denúncia, oferecida na sexta-feira (8) e divulgada nesta segunda-feira (11), é um desdobramento da Zelotes, operação em que Lula já é réu desde o ano passado, ação que tramita no DF.

Segundo a Procuradoria, Lula e seu então chefe de gabinete, o ex-ministro Gilberto Carvalho, aceitaram promessa de vantagem indevida de R$ 6 milhões para favorecer as montadoras MMC e Caoa na edição da medida provisória 471, de novembro de 2009.Mais >

Aluno que ficou conhecido por humilhar professora vira orador de comício de Lula


O “aluno, declarado homossexual, Ricardo Silva, de 19 anos, que sentou no colo do namorado dentro da sala de aula”, com direito à repercussão nas redes sociais por conta de um vídeo gravado pelo próprio estudante, chamando a diretora do colégio de homofóbica após ela pedir para que ele saísse do colo do namorado, foi um dos oradores do comício de Lula em Mossoró.

O CASOMais >

Lula trata procuradores da república por “moleques”


Em seu discurso para plateia local e delegações de vários municípios do estado e também do Vale do Jaguaribe-CE, à noite passada em Mossoró, o ex-presidente Lula rosnou contra procuradores da República que desfiaram uma série de denúncias de corrupção contra ele.

– Governei este país por oito anos e não admito que um bando de moleques venha com mentiras jogar lama na minha reputação”, reagiu Lula.

Afirmou que tem perfil limpo e “experiência”, em contraposição aos acusadores que se arrimam tão-somente em “concurso” para se sentirem onipotentes nas acusações/denúncias contra ele.

A “Caravana Lula Pelo Brasil” teve atos públicos em Currais Novos e Mossoró, mas também passou por outros municípios das regiões Seridó e Oeste.Mais >

Caravana de Lula barrada em Jucurutu


Em todo o Nordeste, das muitas cidades e regiões percorridas pela caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nenhuma deu mais atenção a ela que a região do Seridó. Pois bem! Os ônibus foram barrados na entrada de Jucurutu, na BR-226, por onde passava a comitiva.

A população queria ver de perto o ex-presidente, além disso, queria tocá-lo, e foi retribuída com gestos positivos. Lula segue para a cidade de Mossoró, também no RN.

Diploma dado a Lula tem erros de português; universidade nega ter produzido documento


Uma homenagem recebida pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na UFRB (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia) virou motivo de piada nas redes sociais por um motivo irônico: os erros de português. 

A imagem compartilhada pelo sociólogo Emir Sader, amigo de Lula, mostra o ex-presidente exibindo um diploma de doutor honoris causa com a identificação da UFRB. Em poucas linhas, o certificado traz dois erros gramaticais. 

O primeiro erro é a vírgula separando sujeito e predicado: “A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, concede ao maior presidente da República Federativa do Brasil, senhor Luiz Inácio Lula da Silva, o torneiro mecânico, o título de doutor honoris causa”.  Mais >

Sem Lula, brancos e nulos disparam, e Bolsonaro lidera isolado para 2018


A pesquisa DataPoder360 indica que se a disputa pelo Palácio do Planalto fosse hoje e Luiz Inácio Lula da Silva (PT), 71 anos, não disputasse, o maior beneficiado seria o deputado federal Jair Bolsonaro (RJ), 62 anos –de saída do PSC para filiar-se ao PEN, que deve mudar o nome para Patriota.

Com Lula no páreo, a corrida presidencial segue estável. O petista está consolidado e até mostrou 1 avanço, pontuando em agosto 31% e 32%, nos 2 cenários testados. Em julho, antes da sentença do juiz federal Sérgio Moro (responsável pela Lava Jato em 1ª Instância), Lula tinha 23% e 26%. A pena imposta pelo magistrado e a maior exposição pública parecem ter feito bem ao petista.

O fato incontestável deste momento é que Lula é o único pré-candidato que certamente iria para o 2º turno se a disputa fosse agora. A propósito desse fato, há que ser considerada a pendência judicial do petista: ele é réu em 5 processos e já foi condenado por Moro a 9 anos de prisão. O petista recorre em liberdade.Mais >

Currais Novos desiste de título de cidadão para Lula


A Câmara de Vereadores de Currais Novos retirou da pauta da sessão dessa quarta-feira a propositura da vereadora Tércia Leda (PT), autora do pedido de concessão de título de cidadão para o ex-presidente. Foi a própria parlamentar quem decidiu não colocar o item em votação.

O recuo se deu após pressão de movimentos contrários ao petista sobres vereadores, que foram indagados por que a Câmara de Vereadores concederia o título a alguém condenado pela Justiça e por que igual concessão não foi dada a pessoas, que não sendo de Currais Novos, empregam seu esforço e trabalho pela cidade.

Como os vereadores simpatizantes do projeto captaram que não iriam conseguir o número mínimo de votos para aprovar a matéria (sete), desistiram do requerimento.

Lula tem agenda em Currais Novos no próximo dia 27 deste mês, dentro de uma programação nacional do PT de sair pelo Brasil com o ex-presidente para fortalecer sua imagem para o ano de 2018, de eleições nacionais.

Título de cidadão para Lula gera manifestação em Currais Novos


Com chegada prevista pra o próximo dia 27 em Currais Novos, o ex-presidente Lula já está causando discussões e manifestação na cidade seridoense. Isso porque na noite desta quarta-feira, 9, será votado na Câmara Municipal, a concessão do título de cidadão currais-novense para o petista, em proposição da vereadora Tércia Lida, que será apreciada pelos 13 vereadores da Casa, os quais estão sofrendo pressões populares contra a homenagem.

Segundo um dos organizadores do protesto, Charles Dantas, “muitos trabalhadores, policiais e pais de família fazem muito pelo município e nunca receberam o título de cidadão, agora querem dar para um condenado pela Justiça, um péssimo exemplo e vamos pressionar os vereadores contra esse absurdo”, declarou.

Um movimento nas redes sociais pretende inflar o boneco “Pixuleco”, com a imagem do político com roupa de presidiário, será colocado na cidade.