UFRN apresenta potencialidades durante encontro econômico Brasil-Alemanha


A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) participa, entre os dias 15 e 17 de setembro, do 37º Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EBBA), que acontece juntamente à reunião anual da Comissão Mista de Cooperação Econômica, considerado o evento mais significativo entre os dois países. Este ano, o tema do encontro é Parceria Brasil-Alemanha em Tempos de Mudança.

Empresa chinesa demonstra interesse em parceria com Parque Tecnológico


A apresentação de um protocolo de intenções e a possibilidade de prospecção de parcerias na área de energias renováveis foram as pautas principais de uma reunião, via videoconferência, na manhã desta segunda-feira, 26, entre equipes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e da empresa chinesa State Power Investment Corporation (SPIC), uma das maiores empresas da China, presente em 36 países. Os dois temas convergiram para a perspectiva de uma cooperação para atividades de internacionalização de negócios, pesquisa e desenvolvimento aplicadas ao Parque Científico e Tecnológico Augusto Severo (PAX), unidade da UFRN que funcionará na cidade de Macaíba. Presentes, o gerente-geral, Steve Ang Zou, e o diretor chefe de tecnologia, David Yang, destacaram e elogiaram o potencial e a área de produção de energia renovável no Rio Grande do Norte. Eles destacaram que o principal foco da empresa é a produção de energia solar fotovoltaica e a eólica, bem como a instalação de um centro de desenvolvimento e aperfeiçoamento de tecnologia. Na oportunidade, o reitor da UFRN, José Daniel Diniz Melo, fez uma breve apresentação oral da universidade, expondo dados a respeito da quantidade de alunos, a classificação em rankings nacionais e o esforço da instituição em potencializar a inovação e o empreendedorismo nas diversas áreas acadêmicas da instituição. Ele circunstanciou exemplificando que, especificamente às pesquisas em energias, há muitas linhas de pesquisa na área de desenvolvimento sustentável, energias renováveis e redes elétricas inteligentes.

Mais de 2400 alunos do RN participam de Olimpíada de Educação Financeira

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do Departamento de Ciências Contábeis (DCC) do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), divulgou o nome de escolas e instituições que participarão da I Olimpíada Brasileira de Educação Financeira. Mais de 2400 alunos participarão da primeira etapa da olimpíada, que será realizada através de prova individual com questões objetivas e subjetivas, a ser aplicada nas escolas inscritas no dia 20 de agosto.  Ao todo, nove escolas públicas e privadas do RN participarão da etapa estadual da olimpíada, além de nove alunos inscritos individualmente. A olimpíada terá o total de três etapas, sendo a segunda aplicada no dia 5 de outubro e a terceira em 9 de novembro. Os participantes da competição estão divididos em cinco grupos, a partir do 2º ano do Ensino Fundamental I até o 3º ano do Ensino Médio. Todas as informações sobre a olimpíada estão disponíveis no site www.ccsa.ufrn.br/obef 

UFRN inicia processo de discussão interna do projeto Future-se


A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) iniciou na tarde da última sexta-feira, 02, o processo de discussão, com a comunidade universitária, a respeito dos aspectos e das implicações do projeto Future-se, iniciativa apresentada pelo Ministério da Educação (MEC) aos reitores das universidades e institutos federais no dia 17 de julho. O debate foi um dos itens da pauta da 2º sessão ordinária do Conselho Universitário (Consuni), reunião realizada no Auditório da Reitoria. Na oportunidade, o reitor da UFRN, José Daniel Diniz Melo, salientou que “todo e qualquer encaminhamento ou decisão que a Universidade tomar, será precedido de um amplo processo de discussão com todos os segmentos da comunidade universitária”. Em vídeo anterior publicado no canal do Youtube da UFRN, Daniel Diniz já havia explicitado esse posicionamento, momento no qual realçou que o debate será articulado com outras instâncias, como o Fórum dos Reitores das Instituições Públicas de Ensino Superior do RN e a Andifes. A apresentação da proposta do anteprojeto de lei, documento que o MEC colocou sob consulta pública até o dia 15 de agosto, foi realizada pelo pró-reitor de Planejamento, Josué Vitor de Medeiros Júnior. A exposição procurou demarcar quais as principais preocupações identificadas no corpo do texto, sobretudo acerca dos efeitos orçamentários e administrativos.

UFRN realiza Agosto Lilás sobre violência contra a mulher

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza, neste mês de agosto, nos dias 12, 14 e 15, a Campanha Agosto Lilás, com atividades programadas pela Diretoria de Atenção à Saúde do Trabalhador (DAS), especificamente na Coordenadoria de Apoio Psicossocial ao Servidor (COAPS) e Divisão de Qualidade de Vida no Trabalho (DQVT).   As ações objetivam trazer para a Universidade o debate sobre a violência contra a mulher, envolvendo servidores, discentes e a comunidade externa. O DAS pressupõe que o tema vincula-se às questões ligadas à saúde e qualidade de vida, que, por sua vez, possuem determinantes sociais, econômicos, políticos e culturais que precisam ser debatidos de maneira ampla e permanentemente na instituição. Destaca-se na programação a realização de mesa-redonda sobre Violência Contra a Mulher, programada para o dia 12, com as participações de representantes das Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres de Natal (Semul), da Secretaria de Estado das Mulheres, Juventude, Igualdade Racial e Direitos Humanos (SEMJIDH) e de integrantes do  Movimento Amélias.

Comperve abre seleção para 448 vagas residuais da UFRN

O Núcleo Permanente de Concursos (Comperve) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) abriu Processo Seletivo para Reocupação de Vagas Residuais para ingresso nos cursos de graduação da instituição de ensino. Ao todo, serão oferecidas 448 vagas, distribuídas nos campi de Natal, Caicó, Currais Novos, Macaíba e Santa Cruz. Podem candidatar-se às vagas quem possui vínculo ativo em cursos de graduação, candidatos portadores de diploma e ex-alunos de graduação da UFRN. As inscrições devem ser realizadas pela internet, a partir das 8h do dia 19 de agosto até às 23h59 do dia 9 de setembro. O processo seletivo será composto por prova escrita objetiva de Língua Portuguesa e Matemática, redação e prova de títulos. As vagas residuais são geradas por cancelamentos de curso, conforme o Regulamento dos Cursos Regulares de Graduação da UFRN. Confira o edital no site da Comperve: http://comperve.ufrn.br/conteudo/extravestibular/vagasresiduais202001/edital.php. Com informações da UFRN

Assembleia Legislativa presta homenagem à UFRN

A Gestão 2015-2019 da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) foi homenageada em sessão solene nesta quinta-feira, 6, na Assembleia Legislativa. Proposta pelo deputado Sandro Pimentel (PSOL), a solenidade teve a finalidade de homenagear a gestão dos quatro últimos anos da UFRN, sobretudo o empenho e dedicação dos servidores da Universidade. “É uma imensurável alegria está hoje aqui homenageando a gestão da UFRN. Nem um país, nem uma nação do planeta conseguiu se desenvolver sem a educação, que é o principal alicerce, a principal âncora de desenvolvimento de um país”, disse Sandro Pimentel. Ele acrescentou que “não há momento mais oportuno, eu estando aqui nesta Casa, com honra, com orgulho fazer esta sessão solene para reconhecer o avanço das universidades públicas e o valor do trabalho que teve a gestão da professora Ângela”, enalteceu o Parlamentar. Em seu discurso de agradecimento, a primeira reitora mulher da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz, falou em nome dos homenageados. “Após oito anos de gestão, sempre contando com a atuação solidária e proativa da equipe, posso dizer que me tornei mais realizada como brasileira e cidadã, na tripla condição de administradora, professora e mãe, em todas elas buscando condição da grande importância de ser mulher”, disse ngela Paiva. Ela ainda ressaltou ter a certeza de que valeu a pena todo o esforço e que junto à sua equipe contribuiu para o crescimento da instituição. “A UFRN cresceu de forma sustentável e inclusiva”. Homenageados Na solenidade, foram homenageados os servidores João Emanuel Evangelista de Oliveira, Jorge Dantas De Melo, Joseleno Marques, Maria de Fátima Freire de Melo Ximenes, Tarcísio Gurgel dos Santos, Maria Cármem Freire Diógenes Rêgo, Celia Maria da Rocha Ribeiro, Virginia Maria Dantas de Araújo, Andrea de Melo Gondim Brito, Mirian Dantas dos Santos, ngela Maria Paiva Cruz e José Daniel Diniz Melo.

UFRN informa sobre paralisação de atividades no Restaurante Universitário

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) informa que abriu processo licitatório para reforma das instalações do Restaurante Universitário (RU), unidade localizada no campus central, em Natal, e que atende 4.500 mil pessoas diariamente. A medida acontece em virtude da necessidade de adequação da unidade, especificamente no que tange às questões de acessibilidade, e tem previsão de duração de três meses após iniciada a intervenção, atingindo, além do RU central, o refeitório setorial localizado no Centro de Ciências da Saúde (CCS). A Universidade continuará subsidiando a alimentação aos residentes e aos beneficiários do auxílio moradia do campus de Natal, mediante proposta de auxílio financeiro aprovada pelos estudantes em reunião realizada na última terça-feira, 30. Assim, a UFRN ratifica o compromisso de que todas as medidas serão tomadas no sentido de diminuir o impacto, junto à comunidade universitária, do fechamento temporário do RU.

UFRN inicia cadastramento de alunos nesta quarta-feira, 30

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) inicia nesta quarta-feira, 30, o cadastramento e matrícula dos convocados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Os aprovados nos campi de Natal e Macaíba serão cadastrados nos dias 30, 31, 1º e 4 de fevereiro, na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) do campus central, em Natal. Para os demais campi, o cadastramento ocorre nos dias 30, 31 e 1º no Centro Regional de Ensino Superior (CERES) de Caicó e entre os dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro nos campi de Currais Novos e Santa Cruz, que recebem os aprovados nos respectivos locais. O atendimento aos candidatos acontece das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, com divisão por datas e turnos específicos para cada curso da UFRN. Devem comparecer tanto os aprovados para o primeiro quanto para o segundo semestre, que podem realizar o cadastramento por procuração pública com firma reconhecida em cartório. A pró-reitora de Graduação da UFRN, Maria das Vitórias Vieira Almeida de Sá, ressalta a importância de consultar o edital para conferir os dias de atendimento e os documentos requeridos para verificação de conformidade com as exigências para ingresso na instituição.

Alunos do curso de design da UFRN criam protótipos de aeronaves para combate a prevenção da violência


Não é novidade para os brasileiros que a segurança pública enfrenta atualmente um problema a nível nacional, fato que também se reflete dentro dos campi universitários. Neste contexto, as principais vítimas são as mulheres. De acordo com uma pesquisa realizada em 2015 pelo Instituto Avon, com 1.823 estudantes das cinco regiões do país, 67% das mulheres já sofreram algum tipo de violência no ambiente universitário. Motivadas pela necessidade de propor ideias para o combate e a prevenção da violência nas universidades, estudantes do curso de bacharelado em Design, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), desenvolveram um projeto de protótipos de aeronaves para acompanhar mulheres que circulam no campus universitário.

CNPq aprova projeto de popularização científica do CERES Caicó

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) teve sua proposta para promover ações durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, selecionada no âmbito da chamada pública denominada Programa Especial de Difusão e Popularização da Ciência e Tecnologia, vinculada ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A ação tem o professor Marco Túlio Mendonça Diniz à frente e prevê, durante o período de 15 a 21 de outubro, levar diversas iniciativas de popularização científica para dez municípios da região do Seridó potiguar. O projeto, vinculado ao Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres), insere-se no esforço de levar a ciência para o grande público, incentivar jovens para o fazer científico e tecnológico e promover a pesquisa como instrumento para o desenvolvimento sustentável do país, objetivos principais da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. “Este será um momento em que realizaremos o Ciência Móvel, uma exposição itinerante, para escolas de ensino médio de cada um destes dez municípios, sobre a degradação ambiental do Rio Seridó, sobre aspectos do bioma da Caatinga e sobre a necessidade de sua preservação. Especificamente em Caicó, haverá atividades no campus da UFRN e no parque público da Ilha de Santana, com exposição de fotos e mapas do Rio Seridó e da Caatinga”, colocou Marco Túlio.

UFRN: Ceres-Caicó realiza seminário sobre História, Cultura e Poder

O Seminário de Relançamento do Grupo de Pesquisa História, Cultura e Poder (GPHCP) acontece nesta quarta-feira, 19, com o título Há 50 anos de 1968: possibilidades de uma História Política para o século XXI, no Centro de Ensino Superior do Seridó (Campus Caicó), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O evento é voltado para professores e alunos do curso de História e demais graduações do Ceres. Realizado pelo Departamento de História do Ceres, o evento terá palestras de especialistas em História Política, além da exibição de obras audiovisuais pertinentes à área. O Seminário tem o objetivo de divulgar o GPHCP, aproximando os estudantes do curso de História da pesquisa e da extensão, bem como abrir as portas para trocas com outros cursos do Centro e de outras instituições de ensino básico e superior de Caicó, além de integrar a comunidade geral. GPHCP O Departamento de História do Ceres (DHC) formou o Grupo de Pesquisa História, Cultura e Poder (GPHCP) em 2010, o qual ganhou força com a entrega do prédio dos laboratórios de História do Ceres, Campus Caicó, em 2015. A criação do Laboratório de História e Práticas de Pesquisa (LHCP) foi outra conquista, no ano de 2017.

Grupo do Ceres Caicó realiza seminário sobre História Política

O Grupo de Pesquisa História, Cultura e Poder (GPHCP), do Departamento de História do Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres), campus Caicó, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), realiza, no dia 19 de setembro, no auditório das Pós-Graduações, o seu Seminário de Relançamento com o tema Há 50 anos de 1968: possibilidades de uma História Política para o século XXI. O evento conta com palestras sobre história política e exibição de obras audiovisuais seguidas de debate. O objetivo é divulgar as atividades e as linhas de pesquisa do GPHCP, existente há oito anos, com o intuito de aproximar estudantes da pesquisa e da extensão, abrindo portas para trocas de conhecimento. A mesa de abertura tem como tema História e memórias do movimento estudantil de 1968 no México,das 8h às 11h, com a professora Larissa Jacheta Riberti (DHC-CERES), seguido do Cine & Debate: Utopia e Barbárie, das 14h às 18h, com mediação da professora Airan dos Santos Borges de Oliveira. O evento encerra com a palestra que inicia às 19h, A história política na hora do transnational turn: novas possibilidades de pesquisa com o professor João Júlio Gomes dos Santos.

Parque Tecnológico completa um ano com 25 empresas credenciadas e 450 empregos diretos

Com 25 empresas credenciadas, que geram cerca de 450 empregos diretos, o Parque Tecnológico Metrópole Digital acaba de completar de um ano de criação. A estrutura tem o objetivo de criar um polo de Tecnologia da Informação (TI) em Natal, integrando para isso ações que envolvem três setores: academia, governo e iniciativa privada. O Parque foi criado, em agosto do ano passado, por iniciativa da UFRN e por meio do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), contanto com o apoio do Sebrae e da Prefeitura Municipal do Natal. Ele oferece às empresas que se instalam em sua área serviços nos setores de tecnologia, infraestrutura e pesquisa, além de incentivos fiscais concedidos pelo município. Aniversário Para comemorar seu primeiro aniversário, o Parque Tecnológico e o IMD vão realizar um evento na próxima quinta-feira, que vai contar com apresentações do diretor executivo do Porto Digital, Leonardo Guimarães, do diretor da empresa Neurotech (PE), Rodrigo Cunha, e dos CEOs das empresas E-Sig Software (Rodrigo Cunha), Tec-Soft (Flávio Dantas) e Inovall (Anderson Araújo).

Ceres Currais Novos sedia Encontro universitário de hispanidade

O VIII Encuentro Universitario de Hispanidad (EUH) e a I Jornada Internacional de Investigación en Lengua, Cultura y Literaturas Hispánicas recebem propostas de trabalhos até a próxima terça-feira, dia 21. O evento será realizado de 26 a 28 de setembro, no Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no Campus Currais Novos.  Com o tema Programar y planificar clases de español para alumnos brasileños: retos para el profesor, o EUH tem o objetivo de reunir os estudantes do curso de Letras – Espanhol em torno da relação entre pesquisa, ensino e extensão, atrelado à I Jornada Internacional de Investigación en Lengua, Cultura y Literaturas Hispánicas. 

UFRN abre concurso público para preenchimento de 69 vagas

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) abriu concurso público de provas para provimento de cargo técnico-administrativo em educação com um total de 69 vagas. As inscrições devem ser feitas de 23 de julho a 20 de agosto. O edital de número 016/2018 traz informações sobre os cargos de Analista de Tecnologia da Informação, Arquiteto e Urbanista, Bibliotecário-Documentalista, Enfermeiro, Engenharia Civil, Engenharia da Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecatrônica, Farmacêutico, Jornalista, Médico/Endoscopia Peroral, Médico/Oftalmologia, Médico/Psiquiatria, Psicólogo Escolar, Técnico em Assuntos Educacionais, Tecnólogo/Formação Secretariado, Tecnólogo/Formação Marketing, Zootecnista, Assistente em Administração, Técnico em Contabilidade, Técnico em Enfermagem e Assistente de Aluno. Já o edital de número 017/2018 tem detalhes para Desenhista Técnico/Área Comunicação Visual, Desenhista Técnico/Área Webdesigner, Técnico em Artes Gráficas, Técnico em Eletromecânica, Tradutor e Intérprete de Linguagem de Sinais e Operador de Luz.

UFRN comemora 60 anos de criação em Assembleia Universitária

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) faz aniversário no dia 25 de junho e, para comemorar 60 anos, a Assembleia Universitária será alusiva a sua criação, em 1958. Aberto ao público interno e externo, o evento terá atrações culturais, entrega de troféus e homenagens, no hall e no auditório da Reitoria, localizados no Campus Central. Com início previsto para 8h30, haverá o descerramento da placa alusiva aos 60 Anos da UFRN, seguida pela apresentação da Orquestra Sinfônica, no pátio da Reitoria, com a execução do Hino Nacional e de O Guarani. Em seguida, já nas dependências do Auditório Otto de Brito Guerra, a Assembleia Universitária prossegue com a entrega de troféus e homenagens, dentre as quais aos familiares dos precursores da instituição de ensino, como Dinarte Mariz, Januário Cicco e Câmara Cascudo. Logo após, ainda durante a cerimônia, acontece o lançamento dos livros Discurso de Câmara Cascudo, Antologia de Pedro Velho e Carta aos escritores. 

Da Caatinga para a indústria farmacêutica: estudos visam revelar propriedades do mulungu


“Ele vê a seca, o mato que deveria ser verde tudo queimado. Os rios, ao invés de água, tem areia quente em seu leito. Suas nascentes mortas consumidas”, escreve Graciliano Ramos em “Vidas Secas”, narrando um cenário típico da Caatinga, bioma exclusivamente brasileiro que ocupa cerca de 10% do território nacional, predominantemente no Nordeste. A palavra caatinga tem origem tupi-guarani e significa “mata branca”, com referência à cor prevalente da sua vegetação durante a estação seca, quando as plantas perdem as folhas e só voltam a ficar verdes no inverno, devido à chuva – fenômeno descrito por Luiz Gonzaga e Zé Dantas, na canção o “Xote das meninas”: “Mandacaru, quando fulora na seca é um sinal que a chuva chega no sertão”.  Apesar de o bioma ser um patrimônio valioso, já que contribui para a fixação do carbono da atmosfera, diminui o efeito estufa e o aquecimento global e melhora a conservação da água, do solo e da biodiversidade, a Caatinga tem sido desmatada para o consumo de lenha nativa e para a conversão dos espaços em pastagens e agricultura, segundo o Ministério do Meio Ambiente (MMA).

Ceres Caicó oferece mestrado profissional em Geografia

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) e Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres), está com inscrições abertas, até o dia 23 de maio, para seleção de estudantes para o Mestrado Profissional do Programa de Pós-graduação em Geografia para o período 2018.2. São ofertadas ao todo 13 vagas, sendo seis destinadas para a turma que será vinculada ao CCHLA, campus Natal, e sete para a turma do Ceres, campus de Caicó. Podem participar da seleção graduados com licenciatura em Geografia ou Pedagogia ou, ainda, de outros cursos que tenham afinidade com a temática do mestrado. As inscrições devem ser feitas na página do Sigaa preenchendo a ficha de inscrição online e enviando os documentos solicitados. A seleção conta com análise e defesa do plano de trabalho apresentado pelo candidato, prova escrita e avaliação curricular, que serão realizados entre o período de 14 a 26 de junho no Ceres Caicó. O resultado será divulgado no dia 5 de julho.

UFRN aprova Política Ambiental e avança nas ações de sustentabilidade


Com base na Política Nacional do Meio Ambiente, que incentiva “a preservação, melhoria e recuperação da qualidade ambiental propícia à vida”, para assegurar condições ao desenvolvimento socioeconômico, aos interesses da segurança nacional e à proteção da dignidade da vida humana, a Política Ambiental da UFRN traz um conjunto de princípios e diretrizes que visam implantar ou regulamentar ações institucionais com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável na Universidade e na sociedade, na perspectiva de um ambiente saudável e ecologicamente equilibrado.  A discussão sobre a criação da Política teve início há um ano em um seminário de meio ambiente, quando foi formada uma comissão composta pela comunidade acadêmica, com o intuito de elaborar uma minuta ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), conta a pró-reitora de Extensão e relatora da proposta, Maria de Fátima Freire de Melo Ximenes.