Decisão obriga Município de Arez a pagar R$ 1 milhão por descaso com saúde e segurança do trabalho

O Município de Arez terá que pagar indenização por dano moral coletivo no valor de R$ 1 milhão, a ser revertido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), em razão de condenação na Justiça do Trabalho. Além disso, deve adotar medidas que visem zelar pela saúde e pela segurança dos trabalhadores, tais como: elaboração e implementação dos Programas de Prevenção de Riscos Ambientais e de Controle Médico de Saúde Ocupacional, fornecimento de equipamento de proteção individual e capacitação dos trabalhadores. A Prefeitura também precisa cumprir obrigações em relação ao depósito do FGTS, ao registro dos empregados e à realização de concurso público.

A sentença foi decorrente de ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT/RN). O processo teve início a partir da denúncia de que trabalhadores do Município operavam máquinas pesadas em obras públicas, sem a devida capacitação e proteção. O descaso provocou a morte do trabalhador Wellington Santos, em 2015, atingido pela pá da escavadeira quando realizava a pavimentação de via pública na entrada da cidade, rodovia RN 061.Mais >

Quadrilha invade cidade no RN, explode caixa de banco e atira em delegacia

Um caixa eletrônico da agência do Bradesco da cidade de Arez, distante 60 quilômetros de Natal, foi explodido na madrugada desta quinta-feira (18). Segundo a Polícia Militar, pelo menos dez homens participaram da ação. Ninguém foi preso. Essa é a 33° unidade bancária atacada somente este ano no estado.Mais >

Sem limite: Com coquetel molotov, bandidos incendeiam prédio da PM

O caso aconteceu no interior do Rio Grande do Norte

5938d6ad-89d4-4c60-a3ef-400cf2bd7f4f

O Pelotão Destacado da Polícia Militar na cidade de Arez, região Leste do Rio Grande do Norte foi atacada por criminosos na madrugada desta quarta-feira (1). De acordo com o capitão Cláudio Henrique, comandante do policiamento militar no município, o prédio e uma viatura foram incendiados. Dois suspeitos foram presos.Mais >

Suspeito de assassinato é preso em Arêz


Policiais civis da 2ª Delegacia de Polícia prenderam, nesta quarta-feira (10), Genilson Francisco de Souza, conhecido como “Batata”, 32 anos, suspeito por ter cometido um homicídio na cidade de Arêz no dia 25 de novembro de 2006.Mais >

Polícia Militar elucida crime e prende acusado de homicídio em Arez

Policiais do 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM) prenderam em flagrante no último sábado (01) o acusado de praticar um crime de homicídio na cidade de Arez, no agreste potiguar.

A PM realizava patrulhamento de rotina na cidade quando recebeu a informação do crime e das características do acusado identificado como Lindemberg Silva dos Santos, de 21 anos, que foi encontrado no Hospital da cidade quando recebia atendimentos médicos após a discussão seguida de agressão com arma branca que vitimou Egrinaldo Lopes Monteiro, de 29 anos.

“O trabalho rápido dos policiais com a participação da população foi fundamental para prender rapidamente o acusado que não esboçou nenhuma reação”, disse o Tenente Coronel Genilton Tavares, comandante do 8ºBPM.

Menina de 15 anos é brutalmente assassinada em Arez/RN

Portal BO – Por volta das 2h da manhã desta sexta-feira (12), uma adolescente identificada como Jordânia da Silva Lima, de 15 anos, foi encontrada morta com sinais de violência sexual e com várias perfurações pelo corpo, semelhande as de uma faca, na cidade de Arez a 58km de Natal.

A vítima estava em um matagal, vestida apenas com peças íntimas e além das facadas, apresentava ematomas nas mãos e tinha rigidêz cadavélica. Ela estava desaparecida desde o início da noite e seus familiares estiveram no local, onde reconheceram o corpo da adolescente.

Até o momento a polícia não tem informações sobre quem teria cometido o crime, que teve requintes de crueldade. O corpo da Jordânia foi conduzido para o Istituto Tecnico e Científico de Polícia (ITEP) e será liberado para o sepultamento nas proximas horas.