Coreia do Norte surpreende e apresenta mísseis de alcance intercontinental

O clima de tensão está no ar: após trocas de ameaças entre Estados Unidos e Coreia do Norte, com alertas diplomáticos da China, o país de Kim Jong-un fez mais uma demonstração de ameaça aos seus adversários, apresentando novos mísseis durante o desfile militar anual, realizado neste sábado (15), feriado norte-coreano.

Na parada militar que aconteceu na manhã deste sábado na Coreia do Norte , foram apresentados dois novos mísseis balísticos intercontinentais (ICBM), que tem alcance extremamente elevado, de mais de 5,5 mil quilômetros, normalmente desenvolvido para carregar armas nucleares. Mais >

Coreia do Norte: Gordinho Maluco promete ‘agir sem piedade’ a provocações de Trump

O exército norte-coreano prometeu uma “resposta sem piedade” a qualquer provocação americana, em meio a tensões crescentes com os Estados Unidos.

Um comunicado da agência estatal KCNA, citando o recente ataque aéreo americano contra a Síria, afirma que o governo do presidente Donald Trump “entrou em um caminho de ameaças e chantagens abertas” em relação à Coreia do Norte.Mais >

Na Coreia do Norte; Kim Jong-un ‘ameaça’ EUA após ser chamado de gordinho maluco

A Coreia do Norte já ameaçou ir a guerra contra os EUA por muitos motivos: exercícios militares, supostas ameaças de invasão e interferência econômica. Mas a mais nova ameaça aos americanos veio após seu líder, Kim Jong-un, ter sido chamado pelo senador republicano John McCain de “gordinho maluco”. Sob ataques verbais do regime, ele ainda ironizou o ditador e sua forma física.Mais >

ONU fará reunião após Coreia do Norte anuncia teste nuclear

Após diversos países condenarem o suposto teste realizado com uma bomba de hidrogênio anunciado pela Coreia do Norte, o Conselho de Segurança da ONU anunciou uma reunião de emergência mais tarde nesta quarta-feira.Washington e especialistas nucleares afirmaram no passado serem céticos sobre as bombas de hidrogênio, que são muito mais poderosas e muito mais difícil de se fabricar do que bombas atômicas.

A confirmação do teste iria piorar ainda mais a já abismal relação entre Pyongyang e os seus vizinhos e levar a um forte impulso para sanções mais duras da ONU sobre a Coreia do Norte.

A TV estatal norte-coreana noticiou que cientistas do país conduziram a detonação bem-sucedida de uma bomba de hidrogênio por volta das 10h desta quarta-feira, pelo horário local (23h30 de terça-feira, no horário de Brasília).

A chefe de política externa da União Europeia (UE), Federica Mogherini, disse que se o teste nuclear da Coreia do Norte for confirmado, representaria “uma grave violação das obrigações internacionais de não produzir ou testar armas nucleares”.Mais >