Trabalhadores nascidos em dezembro recebem hoje crédito do FGTS; pagamento é feito por meio da conta poupança digital da Caixa


Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Trabalhadores nascidos em dezembro recebem hoje (21) o crédito do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 1.045. O pagamento é feito por meio da conta poupança digital da Caixa Econômica Federal. De acordo com o banco, 4,9 milhões de pessoas recebem R$ 3 bilhões na poupança social digital nesta segunda-feira.

Apesar de a Medida Provisória 946, que instituiu o saque emergencial, ter perdido a validade, a Caixa manteve o calendário de saques, com base no princípio da segurança jurídica. Ao todo, o governo pretende injetar R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de pessoas.

Mais >

DINHEIRO NO BOLSO: Caixa credita saque emergencial do FGTS hoje para nascidos em junho

Trabalhadores nascidos em junho começam a receber nesta segunda-feira (3) o crédito do saque emergencial do FGTS de até R$ 1.045. Serão liberados R$ 3,2 bilhões nas contas poupança digitais abertas pela Caixa em nome dos beneficiários. Cerca de 5 milhões pessoas de trabalhadores têm direito ao saque.

Instituído pela Medida Provisória 946 , o saque emergencial do FGTS pretende ajudar os trabalhadores afetados pela pandemia do novo coronavírus. Ao todo, o governo pretende injetar R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de trabalhadores.

Mais >

Caixa anuncia cronograma para saques do FGTS

A Caixa Econômica Federal anuncia nesta segunda-feira (5), o cronograma de liberação do saque imediato de parcela de até R$ 500 por conta ativa ou conta inativa do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Conforme a Medida Provisória nº 889, as liberações ocorrerão de setembro deste ano a março de 2020.

A projeção do Ministério da Economia é alcançar 96 milhões de trabalhadores e injetar R$ 30 bilhões na economia – R$ 28 bilhões em 2019 e R$ 12 bilhões em 2020.

A indústria e o comércio têm expectativa de aquecimento econômico com a liberação desses recursos. Segundo o economista Marcelo Azevedo, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), “é uma medida de curto prazo que é fundamental para a retomada da economia. Se as medidas de longo prazo (como as reformas da Previdência Social e tributária) vão ajudar a sustentar (o crescimento), medidas como liberação de recursos têm potencial de, no curto prazo, uma injeção necessária para o primeiro arranque na economia”, defende.

Mais >

O que é o PIS/Pasep, usado por Temer para aquecer a economia

Começa no dia 22 de janeiro mais uma etapa de saques dos fundos do PIS e do Pasep  sob as novas regras definidas pelo governo. Em 2017, o presidente Michel Temer reduziu duas vezes a idade mínima para o saque do benefício numa tentativa de injetar dinheiro na economia, ainda abalada pela recessão, apesar das tímidas melhoras recentes.

O relaxamento das regras para saques foi feito em duas etapas. Primeiro, em agosto de 2017, o governo reduziu para 65 anos, no caso dos homens, e 62 para mulheres a idade mínima para ter acesso ao dinheiro.

Em dezembro, uma nova medida provisória, editada após o Congresso entrar em recesso, reduziu para 60 anos. Antes das mudanças de Temer só quem tinha mais de 70 podia sacar – ou em casos especiais como doença ou invalidez.Mais >

FGTS vai injetar R$ 330 bilhões na economia em 4 anos, diz Ministério

Brasília; 25.10.2017 (BJS) – O Brasil terá mais de R$ 330 bilhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para investimentos em habitação, saneamento e infraestrutura nos próximos quatro anos, de acordo com orçamentos aprovados nesta terça-feira (24) pelo Conselho Curador do FGTS, na sede do Ministério do Trabalho, em Brasília (DF).

A estimativa é de que esses investimentos beneficiem até 144,7 milhões de pessoas e gerem em torno de 6,7 milhões de empregos em todo o período. “É um bom orçamento. O Fundo está sólido e estável e continua sendo um importante instrumento para financiar o desenvolvimento do País”, comentou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. 

Durante a reunião, os conselheiros aprovaram os orçamentos operacional, financeiro e econômico do FGTS para 2018 e o orçamento plurianual de aplicação para o período 2019-2021. Somente no próximo ano, serão mais de R$ 85,5 bilhões para os três setores, valor superior aos R$ 77,5 bilhões do Orçamento de 2017. Já em 2019 e 2020, o volume de recursos será de R$ 81,5 bilhões por ano, com mais R$ 81 bilhões em 2021. Mais >

5,4 milhões de trabalhadores têm até o dia 31 para sacar FGTS inativo

Cerca de 5,4 milhões de trabalhadores que têm direito a sacar recursos em contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ainda não retiraram o dinheiro. Essas pessoas têm até o próximo dia 31 para realizar o saque nas agência da Caixa Econômica Federal. O governo federal já avisou que não vai estender a data limite.

Nesta sexta-feira, a Caixa anunciou que até a última quarta-feira, já haviam sido pagos R$ 41,8 bilhões. O valor pago equivale a 96% do total disponível (R$ 43,6 bilhões) e foram retirado por 24,8 milhões de trabalhadores nascidos entre janeiro e novembro — ao todo, 30,2 milhões de trabalhadores têm direito ao benefício. No último dia 8, o saque foi liberado para as pessoas nascidas em dezembro.Mais >

Dinheiro do FGTS financiou empresas acusadas de corrupção na Lava Jato

Um fundo criado com “sobras” do FGTS foi usado para financiar empresas envolvidas em escândalos de corrupção.

O FI-FGTS – um fundo de investimento que aplica em infraestrutura até 80% do patrimônio líquido do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – foi destinado a empreendimentos de empresas que são citadas em operações como a Lava Jato e a Greenfield, que apura fraudes em fundos de pensão de estatais.

O patrimônio líquido do Fundo de Garantia é o dinheiro que sobra depois do pagamento dos rendimentos devidos aos trabalhadores (3% ao ano mais TR). Embora tenha sido gerado a partir da aplicação do dinheiro dos cotistas do FGTS, o patrimônio líquido pertence ao próprio Fundo, e não aos trabalhadores.Mais >

Caixa antecipa pagamento das contas inativas do FGTS para nascidos em dezembro

A Caixa Econômica Federal vai antecipar o calendário de pagamento das contas inativas do FGTS para quem faz aniversário em dezembro. Previsto inicialmente para começar no dia 14 de julho, a Caixa informou hoje (3) que os pagamentos da última fase terão início no próximo sábado (8).

Mais de 2,5 milhões de brasileiros têm direito ao saque a partir do mês de julho. O valor total disponível para saque neste mês ultrapassa R$ 3,5 bilhões e equivale a aproximadamente 8% do total de recursos disponíveis no programa.Mais >

Trabalhador pode denunciar FGTS irregular mesmo após 2 anos de seu desligamento

Muitos trabalhadores estão sendo pegos de surpresa ao se dirigirem à Caixa para sacar seu Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de contas inativas: FGTS depositado a menos em determinada competência, falta de depósito em algumas competências ou mesmo contas zeradas.Mais >

ESET alerta sobre golpe virtual que usa falso e-mail sobre contas inativas do FGTS para roubar dados de brasileiros

São Paulo, 29 de março de 2017 A ESET – fornecedora de soluções para segurança da informação e pioneira em proteção proativa –  identificou um novo tipo de golpe que usa como chamariz a consulta a contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Na ação, os cibercriminosos enviam um falso e-mail sugerindo que vítima consulte o saldo de sua conta inativa do FGTS por de um link, o qual na realidade direciona o internauta para um site voltado a roubar dados pessoais.

Entre as informações solicitadas para preenchimento no falso site do FGTS estão CPF, data de nascimento, Número de Identificação Social (NIS), credenciais de acesso ao sistema do governo, telefone, além de informações bancárias. O objetivo dos cibercriminosos é vender os dados pessoais, realizar fraudes ou mesmo direcionar outros ataques para levantar ainda mais informações das vítimas. Mais >

Conselho aprova uso de FGTS para desapropriações em obras de mobilidade

O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aprovou, na manhã desta terça-feira (21), o uso de recursos do Fundo para viabilizar o pagamento de desapropriações na execução de projetos de mobilidade urbana. Durante reunião presidida pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, na sede do Ministério do Trabalho, em Brasília, os conselheiros definiram que a aquisição de terrenos pode ser financiada no âmbito do Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana (Pró-Transporte).

A proposta aprovada pelo Conselho prevê a liberação de até 15% do total da obra de mobilidade urbana em recursos do FGTS para a compra de terrenos – a maioria dessas aquisições ocorre por meio de desapropriações. Atualmente, os custos com desapropriação são uma contrapartida do tomador dos financiamentos, desembolsados no início do projeto. Agora, essa contrapartida do tomador poderá ser diluída na execução do contrato.Mais >

Em menos de três meses, Ministério do Trabalho recebeu 5.341 denúncias de irregularidades no depósito do FGTS

Desde que o governo anunciou a liberação do saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), há menos de três meses, o Ministério do Trabalho recebeu 5.341 denúncias de irregularidades nos depósitos do benefício.

A média é de quase 100 queixas formais por dia. Nesse mesmo período, contabilizado até esta segunda-feira (13), o número total de denúncias feitas ao Ministério do Trabalho foi de 14.356. Ou seja, mais de um terço de todos os problemas relatados por trabalhadores foi referente ao FGTS.

O chefe da Divisão de Fiscalização do FGTS no Ministério do Trabalho, Joel Darcie, acredita que a quantidade de trabalhadores prejudicados possa ser muito maior do que o número de denúncias apresentadas. “Uma denúncia pode vir de um sindicato, o que representa centenas e até milhares de empregados prejudicados”, lembra. Mais >

FGTS – Saiba o que fazer se a sua empresa não depositou o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço

Desde que o governo anunciou a liberação do saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o Ministério do Trabalho recebeu 239 denúncias de problemas com o depósito do benefício. Segundo a Lei 8.036/1990, todos os empregadores são obrigados a depositar, em conta bancária vinculada, o correspondente a 8% da remuneração do trabalhador no mês anterior. Nesse percentual devem ser incluídos cálculos referentes a comissões, gorjetas e gratificações.

Os depósitos do FGTS devem ocorrer mensalmente até o dia 7.  Quando a data não cair em dia útil, o recolhimento deverá ser antecipado. Além disso, as empresas são obrigadas a comunicar mensalmente os empregados sobre os valores recolhidos. O chefe da Divisão de Fiscalização do FGTS no Ministério do Trabalho, Joel Darcie, lembra que qualquer trabalhador pode checar se os depósitos estão sendo feitos corretamente.

“Basta tirar um extrato atualizado da conta vinculada do Fundo de Garantia. O documento pode ser obtido em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, de posse do Cartão do Trabalhador, ou da Carteira de Trabalho e o cartão ou número do PIS. Também é possível fazer isso baixando o aplicativo do FGTS no smartphone”, explica.Mais >

Caixa vai abrir com ‘2hs’ de antecedência em três dias para saques do FGTS inativo

A Caixa Econômica Federal vai abrir nesta sexta-feira (10), na segunda (13) e na terça-feira (14) com duas horas de antecedência para atender quem for às agências para sacar o dinheiro das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), para obter informações sobre saldo ou acertar o cadastro.

A informação foi divulgada pelo diretor executivo do FGTS da Caixa, Valter Nunes, durante um chat ao vivo no Facebook do banco nesta quarta-feira (8). Segundo ele, trata-se de “uma estratégia de contingência” que pode ser ampliada em caso de necessidade.Mais >

Caixa preparada para saques do FGTS

Quatro carros-fortes parados na frente da Caixa Econômica Federal em Caicó até chama a atenção de quem passava no local. Saques do FGTS começam na próxima sexta feira. A imagem viralizou nas redes sociais.

Saque de contas inativas do FGTS começa em março

De acordo com executivos da Caixa, o saque do dinheiro das contas inativas do FGTS para pessoas que nasceram entre janeiro e fevereiro começa em março. Nesta terça-feira, o governo anunciará oficialmente o calendário completo, que seguirá até julho.

Terão direito aos saques aqueles que pediram demissão ou foram demitidos por justa causa e ficaram com o dinheiro retido na Caixa. No entanto, o acesso aos recursos está restrito a quem deixou o emprego até 31 de dezembro de 2015. Para quem perdeu o período de retirar o dinheiro, o presidente Michel Temer vai assinar um decreto estipulando um prazo até o dia 31 de julho.

Para mais informações sobre o saque, o site da Caixa, no aplicativo FGTS, oferece o serviço.Mais >

Saques de contas inativas do FGTS devem injetar até R$ 30 bilhões na economia

O Conselho Curador do FGTS espera que até R$ 30 bilhões sejam injetados na economia com o saque das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. O uso dos recursos foi anunciado no final do ano passado pelo presidente Michel Temer como forma de ajudar as pessoas em momento de crise e de estimular a economia. Mais >

Orçamento do FGTS será de R$ 87 bilhões em 2017

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) vai investir R$87 bilhões na economia no próximo ano. O orçamento aprovado pelo Conselho Curador nesta terça-feira (25) prevê R$63,5 bilhões ao setor de habitação popular, que vai possibilitar a geração ou manutenção de 2,5 milhões de empregos no setor da construção civil e beneficiar mais de 556 mil famílias de baixa renda no acesso à casa própria. Em mobilidade urbana serão investidos R$14 bilhões e R$9,5 bilhões em saneamento básico.Mais >

Terceirizados da UFRN reclamam da falta de garantias; FGTS não pode ser resgatado

0000000-1

“Somos funcionários terceirizados de prestação de serviços à UFRN, em Caicó. Éramos contratados da empresa SAFE e que por questões de falta de pagamento a UFRN resolveu tirá-la. Estamos sem poder tirar o FGTS porque a SAFE não homologou nossas carteiras e também não pagou nossa rescisão”, lamenta a classe.

De acordo com os reclamantes, desde que foram demitidos pela SAFE ainda não tiveram valores dos direitos trabalhistas depositados, o que inviabiliza o resgate junto ao FGTS. A UFRN se exime de pagar as rescisões do contrato 50 mais não se eximiu de pagar do contrato 55 que é o da limpeza Mais >

Sistema garante transparência à gestão do FGTS

fgts-pis-1200

Para evitar fraudes e garantir que o patrimônio dos trabalhadores permaneça seguro, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço conta um sistema moderno de governança e transparência.

Por meio dele, é possível monitorar a evolução e os resultados econômico-financeiros, sociais e ambientais das iniciativas executadas com os recursos e a prestação de contas permanente. Além disso, o governo procura atualizar as formas de captação dos recursos a fim de assegurar a disponibilidade dos valores repassados ao fundo.Mais >