Justiça concede liberdade a advogado suspeito de participar de assalto em Caicó


No final da manhã de hoje o advogado Geovaniny Fonseca Pimentel, preso sob acusação de formação de quadrilha armada e porte de arma de fogo, foi beneficiado com alvará de soltura e deverá ser posto em liberdade nas próximas horas.

A informação foi checada pelo Blog Jair Sampaio junto a amigos de Geovaniny. O advogado está preso desde o final de outubro de 2016 e atualmente está recolhido no CDP de Apodi! O bacharel continuará sem poder atuar como advogado.Mais >

Advogado tem prisão preventiva decretada e fica impedido de exercer a advocacia


O advogado Geovaniny Fonseca Pimentel, preso junto com dois outros homens sob a acusação de associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo, teve sua prisão preventiva decretada na tarde de hoje (29) pelo juízo plantonista em Caicó. Além disso, o magistrado cassou o direito do advogado de continuar exercendo suas funções.

Ainda na decisão, o juiz determina que a COAPE providencie instalações adequadas para a custódia do bacharel (sala de estado-maior), conforme reza o Estatuto da Advocacia. Os outros dois acusados, Wanderson Hébert Farias e Luís Carlos Soares, que eram clientes de Geovaniny Pimentel, vão seguir para o sistema prisional.Mais >

Advogado preso em Caicó pode ter ligação com facção para apoiar clientes em roubos


Há rumores de que a polícia começa a receber denúncias sobre um possível envolvimento do advogado Geovaniny Fonseca Pimentel com uma facção do crime organizado do RN, e isto inclui cobertura em assaltos. Ele foi preso nessa sexta feira, 27, na cidade de Caicó, portando arma de fogo e conduzindo suspeitos de crimes.

Na abordagem feita ontem pela PM no interior do Gol, também foram encontrados 2 capacetes de moto, provavelmente de propriedade do advogado, o que potencializa denúncias que tratam do apoio do suspeito à facção. De acordo com a fonte, em seu carro, Geovaniny executava o plano de fuga dos criminosos logo após os roubos.Mais >

Mãe de advogado preso viajará quase 20 horas para acompanhar o caso em Caicó


A notícia da prisão do advogado Geovaniny Fonseca Pimentel fez o blog Jair Sampaio bater um número record de contatos por telefone, redes sociais e whatsaap, de pessoas (amigos) pedindo informações acerca do fato.

Com uma gama de amigos de fazer inveja, Geovaniny certamente não se deu conta do problema que se meteu. A mãe do advogado foi informada do fato apenas nessa manhã, e pegará voo de Minas a Natal ainda hoje.

A mãe de Geovaniny contou seu desespero a um caicoense. O advogado tem um irmão internado em UTI depois de sofrer um avc, inclusive a família vai privá-lo da notícia. Ela viajará 12hs de ônibus e mais 2hs de avião para chegar em Natal.Mais >

Caicó: Advogado é autuado por associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo e fica preso aguardando posição da justiça


Preso acompanhado com dois criminosos após tentativa de assalto a uma academia no centro da cidade de Caicó, o advogado Geovaniny Fonseca Pimentel foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

Apurados os fatos pelo delegado plantonista, Dr. Igor viu indícios suficientes para deixar o advogado preso. A OAB, por meio do Dr. Marcos Vinícios, esteve na delegacia para exigir as garantias constitucionais ao detido.

“A AOB tem por obrigação garantir as prerrogativas de qualquer advogado, e quanto ao membro detido hoje acusado de cometimento de atos ilícitos, nós NÃO viemos fazer a defesa técnica dele em relação às acusações, mas garantir que ele tenha acesso às prerrogativas”, disse Marcos Vinícios.Mais >