Polícia Civil prende homem por receptação em Caicó


Policiais civis da Delegacia Municipal de Caicó prederam em flagrante, na noite desta segunda-feira (30), um homem por receptação praticada no município de Caicó.

A prisão aconteceu na residência do suspeito, no bairro Adjuto Dias, onde foram encontrados diversos objetos que haviam sido furtados de um veículo, em janeiro deste ano. Além disso, ele é investigado pela autoria de três furtos cometidos na localidade, inclusive um realizado na madrugada do último domingo (29).




O homem já cumpria pena no regime semi-aberto, utilizando tornozeleira eletrônica. Ele já foi condenado pela prática dos crimes de roubo e receptação. Ele foi conduzido até a delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Mais >

Homem é preso em Natal por receptar materiais de construção avaliados em R$ 90 mil


Polícia aponta que ele era integrante de grupo que furtou sete armazéns de construção, em crimes que causaram prejuízo de R$ 3 milhões. Outras duas pessoas foram presas em Recife. Material foi apreendido com homem

Um homem de 37 anos foi preso em flagrante na tarde desta segunda-feira (3) em uma residência no bairro Pitimbu, Zona Sul de Natal, com cerca de R$ 90 mil em produtos roubados que são utilizados na construção civil. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de receptação qualificada.

A prisão do criminoso aconteceu em uma ação conjunta da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), do Rio Grande do Norte, e da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), de Pernambuco. Em Recife, outras duas pessoas foram presas. Mais >

Suspeito por receptação é preso em Angicos

Uma equipe da Delegacia de Polícia Civil de Angicos, com apoio da Polícia Militar, prendeu em flagrante José Ivan Monteiro Filho (33 anos), conhecido por “Joca ou Joquinha”, por receptação, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e crime ambiental, nesta sexta-feira (11).

 José Ivan foi detido em sua residência, onde criava um animal silvestre. Ela estava em posse de uma motocicleta, produto de crime, com sinais de adulteração.  “Segundo nossa investigação “Joca” é suspeito de atuar no tráfico de drogas na cidade de Angicos, juntamente com a sua companheira de nome Gilsa Barbosa. Vários depoimentos colhidos por nós confirmam que ele realizava venda de drogas. “Joca” também será indiciado pelo crime de tráfico de drogas”, detalhou o delegado Ernani Júnior, titular da DP de Angicos.