Advogado fala em ‘arrancar’ cabeça de Dilma; petista pede investigação

“Ele terá uma oportunidade para reafirmar as ameaças e esclarecer o teor de sua manifestação”, diz deputado

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), apresentou nesta segunda-feira (31) uma série de requerimentos à Polícia Federal, ao Ministério da Justiça, ao Ministério Público Federal e à Ordem dos Advogados (OAB), solicitando investigação das ameaças feitas por um advogado de Brasília à presidente Dilma Rousseff.

Candidato a deputado federal pelo PSDB do Distrito Federal em 2014, Matheus Sathler Garcia divulgou um vídeo na internet em que sugere à presidente que renuncie, fuja do Brasil ou suicide até o próximo domingo (6), sob pena de ser destituída pelos militares e ter a cabeça arrancada. “Caso contrário, o sangue vai rolar. E não de inocentes. E vamos fazer um memorial na Praça dos Três Poderes: um poste de cabeça pra baixo. Com a foice e o martelo, nós vamos arrancar sua cabeça e fazer um memorial”, disse o advogado, no vídeo de 2 minutos e 58 segundos, gravado por ele mesmo no último dia 25.

1 Comentário

repudio

set 9, 2015, 6:35 pm Responder

Jair, eu não sei porque vc fica postando matérias em seu blog que é muito conceituado de pessoas fazendo alusão ao terrorismo no Brasil…esses ricões são a escória da sociedade brasileira e se autodefinem defensor de Brasil mais justo e igualitário, mas o que a gente sabe é que eles querem se manter no poder e estão insatisfeito que o governo de esquerda pensa mais no pobre do que nos ricos…é certo que existem muitos ladrões dentro do Pt, mas não é só dentro desse partido…querem fazer com Dilma o mesmo que fizeram com getúlio Vragas….

Deixe uma resposta para repudio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.