Agentes de saúde e endemias da cidade de Caicó aprovam indicativo de greve

Na manhã desta quarta 12, os agentes comunitários de saúde e agentes de endemias de Caicó aprovaram por unanimidade, o indicativo de greve da categoria, para o próximo dia 23-02-2015.

Os pontos de pauta que levaram a categoria a aprovar o indicativo de greve são:

A- Falta de condições de trabalho;
B- Falta de fardamento completo na periodicidade necessária (calçados, calças, camisetas e chapéu de aba larga) para ACE e ACS;
C- Falta de material de trabalho;
D- Falta de bloqueadores solar corporal e labial FPS-50 na quantidade e periodicidade necessária;
E- Não realização de exames de saúde (dermatológico e oftalmológico para ACE e ACS e de sangue para os ACE);
F- Não cumprimento do Piso Nacional da categoria, de acordo com a Lei Federal nº 12.994/2014;
G- Não pagamento de Auxílio transporte.

A categoria está unida e decidida, para já no próximo dia 23 de fevereiro aprovar a deflagração da greve por tempo indeterminado, caso até lá a prefeitura não apresente respostas a pauta da categoria. Sabemos que alguns pontos de pauta como fardamento, material de trabalho e Auxílio transporte, dependem de trâmites burocráticos, motivo pelo qual, a categoria está disposta a aceitar uma proposta pedindo prazos para providencias cabíveis.
Em se tratando de outros pontos de pauta, como exames de saúde, bloqueadores solar e piso nacional de R$ 1.014,00 na matriz salarial do plano de cargos, a categoria não abre mão que seja de imediato, pois desde o ano de 2014 vimos negociando e esticando prazos para as providencias que não ocorreram.

Reconhecemos que houveram vários avanços para os agentes de Caicó negociados pelo SINDAS/RN com a atual Gestão, tais como: Piso salarial de R$ 950,00 quando sequer existia lei do piso nacional, aprovação de uma lei proposta pelo SINDAS que tipifica o assédio moral como falta grave e pagamento da gratificação de PMAQ para todos os servidores das ESF.

Via Blog Cosmo Mariz

6 Comentários

Júnior Menezes

fev 2, 2015, 5:00 pm Responder

O principal o motivo do indicativo de greve é a questão do piso salarial, grande parte desses agentes de saúde só se preocupam com o bolso deles e a população que se ferre.

OXE

fev 2, 2015, 10:55 am Responder

Senhor Junior Menezes, você está certo, realmente o principal motivo da greve é o pagamento do piso, as coisas não estão boas pra ninguém financeiramente, os Agentes de Saúde e Endemia assim como várias outras categorias, tem seus salários defasados, e por lei tem o direito de receberem o piso assim como diversos outros profissionais, piso este que é uma conquista pela valorização da carreira de pessoas que cuidam para que a saúde da população não seja prejudicada, os Agentes de Saúde e de endemias tratam diretamente com a prevenção, fiscalização, educação buscando sempre pela melhoria da qualidade de vida da população, estão sujeitos ao sol, animais doentes, materiais perigosos e ganham um salário que é insuficiente para manterem sua subsistência com dignidade, algumas vezes arriscando suas vidas pelos cidadãos como o senhor, as pessoas reclamam mas todos os agentes aqui citados exercem suas funções de forma digna e cumprindo seus horários e atribuições, diferente de outros profissionais que sequer aparecem nos seus trabalhos para dar satisfação e recebem salários esdrúxulos, critique estes absurdos, mas não venha criticar uma categoria que tem por direito receber o piso, que tem por direito lutar por melhorias nas suas condições de trabalho… TENHA VERGONHA NA CARA!

morador do centro

fev 2, 2015, 11:06 am Responder

Gostaria de saber se o agente de saúde do centro tbm esta fazendo essa greve? Pq eu nunca vi a cara de um passando na minha casa. Moro no centro a 15 anos e NUNCA UM AGENTE DE SAUDE PASSOU NA MINHA CASA.

Pedro

fev 2, 2015, 2:57 pm Responder

Acho que o governo Roberto Germano está em crise. Tanta confiança depositada por muito pouco. Moro no bairro Canuto e Filhos estamos batalhando uma parceria para um calçamento desde o ano passado, até hoje nada. Obs: E é uma parceria a população é quem paga a mão de obra, mesmo assim nada. Neste bairro nada foi feito pelo poder municipal em nenhuma gestão. Que coisa, só querem o dinheiro do nosso IPTU, não é Senhor Roberto Germano?

Maria Azevedo

fev 2, 2015, 5:25 pm Responder

Essa pessoa que se esconde pelo anonimato (Oxe)está descrevendo a função de um agente de saúde que só existe nos livros do Ministério da Saúde. Existe sim aqueles que trabalham com respeito e dedicação e que amam a profissão em detrimento ao salário que ganham. a Agente de saúde da área da minha casa nunca se quer fez uma orientação relacionada, mais pegar a assinatura para provar que passou na minha casa ela sabe. ” oXE” SUA PROFISSÃO NÃO É MELHOR DO QUE AS OUTRAS NÃO TEM AGENTE DE SAÚDE QUE GANHA 1500,00 enquanto 150 milhoes de trabalhadores ganham 1 salário mínimo. Por tanto vc deve ser uma daquelas que não faz o trabalho direito e que só visam o dinheiro.

indignado

fev 2, 2015, 7:28 pm Responder

amigos tanta guerra por um direito deles adquirido,vamos mudar de assunto no caps 3 de caicó tem paciente com tuberculose junto com os outros e a administração do órgão estar tentando a todo custo esconder, as áreas da saúde mental em caicó estão abandonadas e os cargos de confiança do perfeito estão incumbidos de abafar a situação,por que será? tem muitas jogadas politicas no meio dessa m…… pessoas que estão la só para ganhar o dinheiro do contribuinte e fingir que fazem alguma coisa.

Deixe uma resposta para Júnior Menezes Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.