Agripino sobre discurso de Dilma: única novidade foi presença dela na tribuna do Senado

O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), disse que a única novidade do discurso da presidente afastada Dilma Rousseff,  na manhã desta segunda-feira (29), no Senado, foi a presença da petista na tribuna da Casa. Do resto, segundo o parlamentar pelo Rio Grande, foi uma sucessiva repetição de argumentos. “A única novidade trazida por Dilma no discurso de defesa foi sua inédita presença na tribuna do Senado. Renovou os repetidos argumentos e pronunciou um apelo final vazio de conteúdo e até de convicção”, destacou.




Na presença de senadores, jornalistas e convidados da petista – entre eles ex-ministros; o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; e o cantor Chico Buarque -,  Dilma voltou a negar que tenha cometido crime de responsabilidade e disse que o processo de impeachment é um “golpe”. Em mais de 40 minutos, a presidente afastada também disse que foi vítima de uma chantagem do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), disse que a única novidade do discurso da presidente afastada Dilma Rousseff,  na manhã desta segunda-feira (29), no Senado, foi a presença da petista na tribuna da Casa. Do resto, segundo o parlamentar pelo Rio Grande, foi uma sucessiva repetição de argumentos. “A única novidade trazida por Dilma no discurso de defesa foi sua inédita presença na tribuna do Senado. Renovou os repetidos argumentos e pronunciou um apelo final vazio de conteúdo e até de convicção”, destacou.

Na presença de senadores, jornalistas e convidados da petista – entre eles ex-ministros; o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; e o cantor Chico Buarque -,  Dilma voltou a negar que tenha cometido crime de responsabilidade e disse que o processo de impeachment é um “golpe”. Em mais de 40 minutos, a presidente afastada também disse que foi vítima de uma chantagem do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Fotos Mariana Di Pietro

1 Comentário

Para sempre Dilma.

ago 8, 2016, 7:05 pm Responder

Mas foi muito bom vê-la encarar os golpistas de cabeça erguida, e ainda dizer em rede nacional que o Senador Aécio Neves é um derrotado inconformado. Agora golpista, que aliou-se ao Eduardo Cunha, para iniciar o processo. Pode esperar, José Agripino sua hora vai chegar.

Deixe uma resposta para Para sempre Dilma. Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.