Senadora afirma que Dilma está sendo isolada pelo PT

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Em discurso nesta segunda-feira (29), a senadora Ana Amélia (PP-RS) avaliou que o esforço em defender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou a presidente Dilma Rousseff isolada e enfraquecida em seu próprio partido. Ela lembrou que são cada vez mais numerosas as declarações de parlamentares do PT contra o governo Dilma.

Ela citou as recentes votações da Lei do Terrorismo e da Lei do Pré-Sal, onde o governo foi a favor e o PT se posicionou maciçamente contra. Ana Amélia ressaltou que os méritos de Lula na inclusão social dos pobres não conferem imunidade ao ex-presidente que, em sua opinião, deve ser investigado como qualquer cidadão.

O problema da presidente Dilma Rousseff hoje não é a oposição. Não é o problema do impeachment. É o problema do isolamento determinado pelo partido da presidente da República que, já em 2016, começa uma campanha de enfraquecimento à presidente em favor do ex-presidente Lula — afirmou.

Segundo a Agência Senado, a senadora também expressou sua preocupação com a saída do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que atribuiu às pressões do Partido dos Trabalhadores para impedir que a Polícia Federal cumpra seu papel. Para Ana Amélia, o pleno funcionamento das instituições é uma conquista da democracia e qualquer interferência do governo no trabalho da Polícia Federal representa um perigo e uma frustração das esperanças do povo.

1 Comentário

Inaácio Augusto de Almeida

mar 3, 2016, 7:26 am Responder

O PT já está focando em eleições gerais ainda este ano. E o candidato do PT será o Lula. Esta é a realidade. Estão certos de que com o bordão GOLPE conseguirão eleger Lula.
Dilma já percebeu isto. Até porque nasceu e cresceu no meio desta gente que pelo poder, conforme disse Brizola, pisa no pescoço de qualquer um, até da própria mãe.
O projeto do PT é este:
Dilma afastada, eleições gerais e Lula candidato.
Resta apenas combinar com o povo brasileiro.

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.