Andrade pagou despesa da campanha de 2010 de Dilma, dizem delatores

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em depoimentos prestados na semana passada à força-tarefa da Operação Lava Jato em Brasília, executivos da construtora Andrade Gutierrez relataram que a empreiteira pagou por fora despesas com fornecedores da campanha presidencial de Dilma Rousseff em 2010. Os delatores foram ouvidos pela Procuradoria Geral da República (PGR) porque mencionaram políticos com foro privilegiado em seus acordos de delação premiada.

Segundo a TV Globo apurou, além de revelarem o pagamento ilegal das despesas, o executivo Flávio Barra e o presidente afastado da Andrade Gutierrez Otávio de Azevedo revelaram aos procuradores que a empreiteira simulou contratos com a agência de comunicação Pepper, que atuou na primeira campanha de Dilma ao Palácio do Planalto.

De acordo com os delatores, o valor do pagamento com caixa 2 chegou a R$ 6 milhões. Ainda segundo Barra e Azevedo, as dívidas de campanha foram quitadas pela construtora a pedido do atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, que, à época, era um dos coordenadores da campanha presidencial de Dilma. No primeiro mandato da petista, ele comandou o Ministério do Desenvelvimento, Indústria e Comércio.

No entanto, como os fatos relatados pelos executivos da Andrade Gutierrez se referem a fatos ocorridos na campanha de 2010, não há risco de Dilma perder o mandato caso as acusações sejam confirmadas porque o mandato em questão se encerrou em 2014.

O G1 tentou contato com a assessoria do governador mineiro, mas não havia obtido resposta até a última atualização desta reportagem.

1 Comentário

Inácio Auguto de Almeida

mar 3, 2016, 6:09 am Responder

Tudo caminha para afastar Dilma. As delações se sucedem e todas apontando uso irregular de dinheiro nas campanhas de 2010 e 2014. Ninguém pense que por trás de tudo isto não esteja o dedo do próprio PT que deseja aproveitar o momento para em eleições gerais ainda este ano eleger Lula. Basta observar o distanciamento enorme que está acontecendo entre Dilma e Lula.
Lula pode estar dando um enorme tiro no pé ao tentar antecipar as eleições por estar certo de que gritando em praça pública GOLPE, GOLPE, GOLPE, conseguirá fazer o povo brasileiro esquecer toda roubalheira acontecida na Petrobrás e em todos os outros setores da administração. Roubalheira que está causando neste nosso país a maior crise econômica da sua história.
NUNCA ANTES NA HISTÓRIA DESTE PAÍS SE VIU TANTA ROUBALHEIRA.
Eu acredito que aconteçam eleições gerais ainda este ano.Se Temer assumir o povo irá às ruas e todos veremos bandeiras do PT juntas com as do PSDB clamando por eleições gerais. O dia 13 de março nos dirá muita coisa.

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.