Brasil começa a adotar placa padrão Mercosul a partir de janeiro de 2017

0

Após adiar a mudança por meses, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou nesta sexta-feira (27) a resolução de regulamenta e estipula os prazos para a substituição da placa de licença para a frota nacional. 

De acordo com a norma, as placas de identificação no padrão do Mercosul deverão estar presentes em todos os veículos em circulação no Brasil até 2020.

Pelo cronograma, a partir de 1º de janeiro de 2017 começam a receber as placas os veículos zero km, em processo de transferência de município ou de propriedade ou ainda em caso de necessidade de reposição.
Até 31 de dezembro de 2020 todos os veículos que circulam no território nacional deverão estar com as novas placas.

As novas placas terão o fundo branco, com quatro letras e três números. A categoria dos veículos será indicada pela cor da combinação alfanumérica: particular (preta), comercial/aprendizagem (vermelha), oficial (azul), experiência (verde), diplomático (dourado) e colecionador (prateado).

Fonte: Carplace

3 Comentários

Inácio Augusto de Almeida

maio 5, 2016, 4:37 am Responder

Não param de inventar. É trafegar com os farois acesos, é KIT primeiros socorros, ninguém ainda esqueceu, é radar móvel, é fiscalização em cada esquina apara multar e os carros roubados circulando livremente,é aumento do IPVA, é tanta coisa que se eu for colocar tudo aqui escrevo um livro. Só as novas exigência para se conseguir a CNH dá um capítulo de qualquer livro. Agora vão obrigar TODOS os donos de veículos a trocar as placas dos carros. E tome desembolsar mais de 130 reais por dois pedaços de lata que não deviam custar mais do que 10 reais. Quem ganha com isto? Eu fico a imaginar se esta operação Lava Jato não estivesse acontecendo. O que não já teriam inventado para tomar nosso dinheiro? Não venham com a desculpa esfarrapada que o Brasil tem que se adequar ao Padrão Mercosul e por isto todas as placas devem ser trocadas. Por que não passam a emplacar APENAS os novos veículos com as novas placas? E veículo antigo que circula em outro país, este sim, deveria trocar a placa. Que necessidade tem um caicoense, que mal passa do açude Itans de trocar as placas? Passando a usar o novo pradão de placas por ocasião do primeiro emplacamento o problema estará resolvido em poucos anos e ninguém terá que desembolsar SEM NECESSIDADE dinheiro para alimentar, cala-te boca.Chega de criarem despesas desnecessárias para os brasileiros. Interessante é que estas armações sempre acontecem quando as eleições se aproximam. Será que têm alguma relação com o famigerado financiamento de campanha? Será

TONINHO

maio 5, 2016, 1:14 pm Responder

CONCORDO APENAS PARA OS CARROS NOVOS QUE SERÃO EMPLACADOS E TAMBÉM MUDANÇA DE DOMICÍLIO OU RESPONSABILIDADE.
MAIS NA VERDADE SERVE MAIS PRA PEGAR DINHEIRO E A QUALIDADE DAS ESTRADAS PERMANECEM AS PIORES POSSÍVEIS.

Inácio Augusto de Almeida

maio 5, 2016, 8:52 am Responder

Não pensem que com esta placa ficam encerradas as armações para tomar o nosso dinheiro. Já falam na obrigatoriedade do KIT ALERTA.
Eles não param de inventar. Acham que dono de veículo encontra dinheiro em calçada alta. E enquanto o povo for aceitando tudo caladinho mais coisas eles vão inventando e tornando obrigatória.
Vão terminar matando a galinha dos ovos de ouro.
Quem vai comprar um carro agora para depois ter que trocar as placas? E para trocar as placas não pensem que é apenas comprar as latas que eles gastam 10 reais para fabricarem e nos vendem por mais de 150 reais. Tem a taxa de mudança de placa. Ou alguém pensa que o Detran vai emitir um novo documento sem nada cobrar. A tudo isto acrescente a despesa com despachante ou se prepare para perder um dia em filas sem fim.
Se as vendas de veículos estão em baixa, depois destas medidas anunciadas como vão ficar?
E ninguém se esqueça que em breve os carros elétricos estarão nas ruas a preço populares. A necessidade de combater a poluição obrigará o governo a dar uma série de isenções aos fabricantes de carros elétricos e isto se refletirá no preço final.
Só não me pergunte o que você vai fazer com o carro a gasolina nos anos 20.
///////////
OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS A QUALQUER INSTANTE.

Deixe uma resposta para Inácio Augusto de Almeida Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.