Justiça suspende divulgação de pesquisa encomendada por aliados da candidata da situação caraubense

No final da tarde desta segunda-feira, 13, a justiça eleitoral indeferiu o pedido de divulgação de uma pesquisa encomendada por aliados da candidata da situação de Caraúbas, alegando ausência de informações que atestam a lisura e os trâmites legais, exigidos pelo TER, para a divulgação e veiculação na imprensa de um trabalho desta natureza.

De acordo com as informações repassadas pela justiça eleitoral, a pesquisa confeccionada pelo Instituto Sensatos, da cidade de Taipú, estaria prevista para ser divulgada nesta terça-feira, 13, porém a documentação dos responsáveis pela contratação do instituto, não estava completa, impedindo assim que fosse divulgado até que seja corrigido os trâmites legais.

Ainda conforme as informações, os responsáveis pela contratação do Instituto, tem até cinco dias para fazer a correção dos documentos necessários, para que a pesquisa venha a ser divulgada e veiculada na imprensa.

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.