Médico brasileiro Victor Sorrentino é preso no Egito por assédio

Foto: Reprodução/Redes Sociais

O médico brasileiro Victor Sorrentino foi preso no Egito, após publicar vídeo em que assedia uma mulher. A prisão foi inicialmente noticiada pela Al Jazeera e pelo portal Al Shai, jornais do Oriente Médio. Não há informações sobre quanto tempo Victor permanecerá preso.

No vídeo publicado, Victor faz, em português, perguntas de cunho sexual para uma vendedora de papiro que não entende o idioma.“Elas gostam é do bem duro. Comprido também fica legal, né?”, diz o médico, enquanto a mulher mostra os produtos. VEJA VIDEO ABAIXO.

No Egito, as pessoas subiram a hashtag ‘responsabilize o assediador brasileiro’, em repúdio à atitude. Sorrentino tem mais de 300 mil inscritos em seu canal do YouTube, onde compartilha vídeos sobre saúde. As suas outras redes sociais foram desativadas após a prisão.

A esposa de Victor, Kamila Monteiro, compartilhou fotos com o médico e demonstrou apoio a ele nas redes sociais. “O mundo está cada vez mais complexo, as pessoas vendo maldade em absolutamente tudo, mas nossa vida sempre se volta à simplicidade, ao olhar tudo pelo lado positivo e tentar não julgar”, disse. Por UOL

3 Comentários

Francisco Carlos dantas

maio 5, 2021, 2:42 pm Responder

Babaca, vai se fuder.

olimpio

maio 5, 2021, 7:27 pm Responder

Lá o buraco é mais embaixo.

GIl Braz Silva Romero

maio 5, 2021, 9:29 pm Responder

Qual o proveito que o médico Victor Sorrentino tirou foi o de ser preso, pagar uma multa muito grande para ele saber respeitar as mulheres que estão trabalhando e que não deram cabimento para ele médico Victor Sorrentino sair com essas conversas de imoralidade, só assim ele vai a respostar as pessoas.

Deixe uma resposta para Francisco Carlos dantas Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.