“Minha dedicação de nada serviu, tive que sair, quem manda são os políticos”, diz Samuzeiro

Samuzeiro da Base Descentralizada Samu/Caicó, alega politicagem. A dedicação ao trabalho e a maneira cortês como tratava os clientes não lhes foram garantias para a permanência no quadro de motoristas… “quem manda são os políticos, o profissionalismo de cada um não é levado em consideração, é QI mesmo… porém vou batalhar pra voltar”, disse.

1 Comentário

luis batista

ago 8, 2015, 1:00 pm Responder

E a mais pura verdade.

Deixe uma resposta para luis batista Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.