MP recebe primeiros dados do trabalho de fiscalização que recomendou em Jucurutu

O 3ºDPRE/CPRE entregou os primeiros dados da fiscalização que vem realizando na RN-118 (que corta o município de Jucurutu) por recomendação do Ministério Público do Rio Grande do Norte. Sendo inicialmente constatado um grande número de pessoas conduzindo veículos sem Carteira Nacional de Habilitação ou até mesmo a Permissão para Dirigir.

Trabalho visa conscientizar a importância do uso do capacete e a boa condição de tráfego do veículo.

Outro grande ponto enxergado pelo 3ºDPRE/CPRE como problema e que consiste no aumento de acidentes nas rodovias e nos centros urbanos, é a questão do veículo sem condições de tráfego, seja por não possuir os sinais luminosos obrigatórios como o farol e as sinaleiras indicadoras de sentidos, ou da má conservação (ausência de revisão e de documentos – CRLV).

Outro dado importante que foi constatado durante fiscalização naquele município é que a maioria da frota veicular dos moradores da cidade e da zona rural estão em nome de terceiros, e em caso de cometimento de infrações ou crimes de trânsito, serão aqueles os responsáveis por estes atos, e não propriamente quem os cometeu.

Embora a recomendação do MPRN, o trabalho fiscalizatório nas rodoviais estaduais sempre foi feito pelo 3º Distrito de Polícia Rodoviária de Caicó, e segundo o comandante, major Henrique, apenas foi intensificado em Jucurutu devido à alta incidência de acidentes e pessoas pilotando sem capacete.

Timbaúba dos Batistas é exemplo:

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.