PM fardado é ‘convidado’ a se retirar de hospital em Natal por estar armado

Uma mulher foi encontrada morta com marcas de tiros na noite desta terça-feira (22) no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, na Zona Norte de Natal. Segundo informações da Polícia Militar, a vítima foi encontrada nas imediações de uma escola, já sem vida.

Ainda segundo a PM, moradores da área ouviram tiros e ligaram para a polícia. A mulher foi atingida por pelo menos três disparos, sendo dois na cabeça e um no antebraço.

Peritos realizaram exames e o corpo foi encaminhado para o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep). Até o início da manhã desta quarta-feira (23), nenhum suspeito do caso havia sido preso.

Segundo dados do Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – Instituto que contabiliza e analisa as mortes violentas no estado – o bairro de Nossa Senhora da Apresentação é o mais violento da cidade. Do dia 1° de janeiro até esta terça-feira (22), haviam sido registrados 52 homicídios no bairro. No mesmo período, em toda Natal, foram mortas 410 pessoas.

Ainda em defesa do soldado, o presidente da associação disse que constrangimento é o que os profissionais e pacientes do Hospital Walfredo Gurgel passam quando são obrigados a dividir o mesmo espaço com presos que foram baleados em cometimento de crimes. “É necessário a construção de um hospital de custódia para abrigar os pacientes que estão detidos”, concluiu.

DO G1RN

1 Comentário

anonimo

ago 8, 2017, 9:57 am Responder

Queria eu Ter Um Policial ao Meu Lado armado Toda Hora , em Comércios em Hospitais em Qualquer Lugar , e quem não quiser Policial ARMADO em qualquer Repartição é Porque é Bandido. Polícia em Todo Lugar Sempre , A GLORIOSA POLÍCIA TRABALHA , mais esse Tal Governador da Segurança Só tem Lero .

Deixe uma resposta para anonimo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.