Polícia Civil Apreende drogas, uma arma e munições com três homens em Jucurutu

CYMERA_20150205_212849
Material apreendido

Fonte: Blog PM Jucurutu – Por volta das 13h40 min. desta quinta-feira, 05, após receber uma ligação anônima, informando que um homem estaria trazendo drogas da Cidade de Assu para Jucurutu, a Polícia Civil das Cidades de Jucurutu e Florânia, fizeram diligências e conseguiram abordar, no Bairro Novo Rumo, a pessoa de Josafá Lopes de Araújo, 18 anos, natural de Jucurutu, de posse de 50 gramas maconha e 60 gramas de crack .

No momento em que foi abordado, Josafá rapidamente informou aos Policiais que a droga pertenceria à pessoa de Cassiano Augusto de Souza, 19 anos, natural de Jucurutu. Segundo Josafá, Cassiano teria ligado, pedindo para que ele fosse pegar uma encomenda na Cidade de Assu e, quando chegasse em Jucurutu, entregasse a seu pai, Francisco Augusto de Souza, conhecido popularmente por “Chico Bobó”.

Além da droga, Josafá confessou à Polícia que estava de posse de um revólver, o qual estaria guardado em sua casa, que também pertenceria a Cassiano.

Com Mandados de Busca e Apreensão em mãos, para as casas de “Chico Bobó” e Josafá, os Policiais Civis foram até as duas residências, onde encontraram, na casa de Josafá, em cima de um guarda roupas, um revólver calibre 38, com seis munições intactas e na casa de Chico Bobó e Cassiano, foram encontradas seis munições calibre 38, também intactas.

Todos os suspeitos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Jucurutu, onde estão sendo, de acordo com a conduta de cada um, autuados em flagrante, enquadrados nos artigos 33 e 35 (Tráfico de Drogas e Associação ao Tráfico de Drogas) da Lei de Drogas nº 11.343/2006, e no artigo 12 da Lei do Desarmamento, nº 10.826/2003.

Nosso Blog parabeniza a bela e necessária ação da Polícia Civil de Jucurutu, que tem à frente o Delegado Dr. Ricardo, juntamente com a de Florânia. Os esforços das autoridades locais, sempre com o apoio indispensável da sociedade, estão tornando Jucurutu uma Cidade mais tranquila e pacata. E que assim continue o trabalho, para que o bandido pense muitas vezes antes de vir praticar crimes em Jucurutu.

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.