Policial Militar é queimado vivo no Rio

_1MG_07405

“PM foi torturado e queimado vivo em favela do Rio”, revela criminoso.

Preso na manhã desta terça-feira (20), acusado de roubo de cargas, Lucas Silva Oliveira, de 18 anos, diz ter visto como o policial militar Neandro Santos de Oliveira (foto) foi capturado e morto, há cerca de uma semana, no Complexo do Chapadão, zona norte do Rio de Janeiro.

De acordo com reportagem do jornal Extra, o cadáver foi encontrado carbonizado na Baixada Fluminense, e um exame na arcada dentária confirmou que o corpo é do soldado. Traficantes, todos da maior facção criminosa do Rio, que o levaram para a comunidade, e lá o torturam e o queimaram vivo.

Ainda segundo o criminoso, o policial se deparou com o “bonde” de traficantes, como o criminoso se referiu, em função de uma infeliz coincidência. O grupo de bandidos na verdade se preparava para interceptar uma viatura do Bope (Batalhão de Operações Especiais), fechando uma via do bairro. Ao avistar os bandidos, o policial, que estava à paisana, se assustou e tentou fugir.

Ao reagir, atirando em um dos criminosos, o PM também foi baleado e arrastado para o Chapadão.

Com informações do jornal Extra.

 

1 Comentário

jose antenor saraiva

out 10, 2015, 1:20 pm Responder

ate quando vamos ver nossos defensores sendo assassinado por bandido,que foram criados pelos politicos corrupto que ai estão,onde ja se viu num país que se prese,policia escoltar politico ladrão que exemplo tem um canalha desse que possa melhor o comportamento social da nossa juventude?

Deixe uma resposta para jose antenor saraiva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.