Cabrini entrevista o mito ‘Jair Bolsonaro’ no Conexão Repórter deste domingo, 21

Neste domingo, 21 de maio, o Conexão Repórter apresenta o documentário inédito “O fenômeno Bolsonaro“. No conturbado cenário político brasileiro, surge um nome que muitos chamam de aventura irresponsável, outros de solução extrema. Roberto Cabrini acompanha de perto, durante semanas, as andanças do deputado Jair Bolsonaro, Brasil afora. Em três estados e no Distrito Federal, o registro de uma saga.

O programa mostra as opiniões contundentes e o desejo de ser presidente da República de um homem polêmico, adorado e odiado. O telespectador vai conhecer os segredos do capitão, as conquistas e barreiras, os ataques e as defesas. Cabrini faz revelações sobre o homem e questionamentos sobre o político, propondo a ele as mais duras questões.

Esses áudios criminosos, envolvendo Michel Temer, Aécio Neves e Joesley Batista, nada mais são que um retrato das entranhas da política brasileira. De como, na prática, ela funciona. De grave também assistimos, ou melhor, ouvimos um senador negociar por R$40 milhões o seu prestígio, para ajudar a indicar alguém para presidir a Vale do Rio Doce. Isso bem demonstra a forma, o descaso, como a política mineral é tratada no Brasil.

No mais, caso o senhor presidente venha a perder o seu mandato, não interessa como, nós devemos seguir a Constituição brasileira, sem casuísmo. Ou seja, eleições indiretas pelo parlamento. É dessa forma, Cabrini, que nós aperfeiçoaremos a nossa democracia. “, diz Bolsonaro durante a conversa. 

4 Comentários

Samira

maio 5, 2017, 6:06 pm Responder

Ao meu ver o ideal para o momento em nosso país.

Olj

maio 5, 2017, 10:35 am Responder

Quem quiser morrer na ditadura vote. esse ai e pior q os que stao agora. quer morrer levando xibatada ele e td seu

Mané

maio 5, 2017, 4:31 pm Responder

Como sou inocente, pensei que o mito fosse Lula.

XD

maio 5, 2017, 7:31 pm Responder

A que ponto chegamos, um louco como esses ser a esperança do país. Do mesmo jeito que um dia foi Aécio, Lula e por ai vai. Votam no primeiro que promete o que mais precisamos no momento, e depois sofrem por no mínimo 4 anos.

Deixe uma resposta para XD Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.