Suspeitos de assalto ao Bar do Suvaco têm prisão preventiva decretada

As investigações conduzidas pela Delegacia de Capturas e Polinter (Decap) sobre o assalto ocorrido no Bar do Suvaco em Ponta Negra, no dia 30 de junho, resultaram na conversão de prisão temporária para prisão preventiva de quatro suspeitos que participaram do crime. Dos três adolescentes que participaram da ação criminosa, dois estão internados no Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente (CIAD) em Mossoró e o terceiro continua hospitalizado.

 As prisões preventivas de Leonardo Felipe Barbosa Baptista, conhecido como Pila-Pila, Estevam Sales da Silva, José Wilde da Silva, vulgo “Zeca” (39 anos), e João Gabriel Felix de Oliveira, vulgo “João Grilo”, foram expedidas pela 3ª. Vara Criminal da Zona Sul.

“A investigação revelou que o crime foi cometido três adolescentes (que efetuaram a subtração dos objetos e dinheiro dentro do estabelecimento) e quatro homens que atuaram e prestaram apoio para o grupo. No dia 10 de julho, havíamos divulgado a apreensão dos adolescentes e a prisão de José Wilde da Silva. Com a continuidade da investigação, descobrimos a participação de mais três suspeitos”, detalhou o delegado titular da Decap, Ben-Hur Cirino de Medeiros.

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.