Salomão Gurgel fará palestra sobre valorização da vida em Campo Grande, nesta sexta (24)


Abordando o tema “Valorizando a Vida: Prevenindo a Depressão e o Suicídio”, o psiquiatra Salomão Gurgel fará palestra nesta sexta (24), no município de Campo Grande. O médico fez a mesma palestra em Caicó, na Escola Estadual Senador Guerra, dia 22.

A palestra, que é uma realização da Prefeitura de Campo Grande, será realizada no auditório Instituto Gentil, em Campo Grande, sendo voltada para professores, profissionais da saúde e da assistência social, e para todos os públicos interessados na temática.

“Estamos abordando essa temática, que é de fundamental relevância. É preciso levar informação para as pessoas sobre um assunto, que é delicado, mas que deve ser discutido”, afirmou Salomão Gurgel.

Ainda há Juízes em Natal?


Autor: Salomão Gurgel Pinheiro

(Mas o moleiro de Sans-souci era mais afirmativo: Ainda há juízes em Berlim!)

Confesso que não tenho a mesma convicção do moleiro de Sans Souci, que desafiou Frederico II, rei da Prússia, confiando, unicamente, nos “juízes de Berlim”, que, então, faziam prevalecer a Lei, mesmo diante das investidas dos poderosos.

Acho que a maioria de vocês já leu o poema  de François Andrieux, onde se narra a história em que aquele soberano decide construir para si e seus amigos um local de lazer e prazeres finos.

No terreno, onde se construiria a área de lazer do rei, havia um moinho, pertencente ao chamado moleiro de Sans-souci (“sem preocupação”). Este vivia uma vida humilde, produzindo, no moinho, a farinha, cuja venda garantia a sua sobrevivência e de sua família, uma tradição que já vinha de pai para filho.

Irritado com a negativa do moleiro em lhe vender o terreno, o Rei ameaçou: “Você bem sabe que, mesmo que não me venda a terra, eu, como rei, poderia tomá-la sem nada lhe pagar”. O moleiro, então retrucou com a famosa frase: “O senhor? Tomar-me o moinho? Só se não houvesse juízes em Berlim!”Mais >