Trabalho da Polícia Militar: Jovem grava áudio tocando terror na população de São João do Sabugi e é conduzido por “apologia ao crime”

Um jovem e um adolescente tiveram a infeliz ideia de confeccionar um áudio que causaria todo um transtorno para a população de São João do Sabugi, no Seridó do RN, inclusive, fez o Subtenente Ginani, comandante do destacamento policial do município, comunicar o fato ao 6º BPM e tudo foi levado “seriamente” ao conhecimento da célula de controle de distúrbios no centro integrado na capital do estado. “Inicialmente não sabíamos a fonte, por isso levamos tudo a sério e partimos para o cuidado de investigar”, disse Ginani.




“Segundo eles, era uma brincadeira no grupo da sala de aula e alguém vazou – Se dizendo ser ‘coelho do sindicato do crime’, o áudio gravado pelo jovem e seu colega adolescente, no celular do maior, tinha outro áudio da mesma natureza. Aterrorizaram a cidade. Os colégios suspenderam as aulas e os professores e diretores ficaram apavorados. Imediatamente comunicamos o fato ao nosso comando, major Nitoildo, que nos deu todo o apoio necessário, e ligeiramente a célula foi acionada em Natal”, disse o comandante Ginani ao Blog JAIR SAMPAIO.

Em pouco tempo de alvoroço, a Polícia Militar conseguiu intervir, juntamente com apoio da população, rastreou as conversas e chegou aos culpados. “A Polícia Militar é um órgão da Segurança Pública do Estado, não estamos na rua brincando de polícia, se tem a ameaça, tem a reação, e foi isso que fizemos. Deixo claro que esses áudios não intimida o estado, a polícia, e tão pouco, nossos homens, se faltar, vem mais. O controle está mantido, quem manda é a polícia, o estado e o cidadão de bem”, desabafa o comandante Ginani.




O comandante Ginani foi elogiado por professores e toda a população de bem da cidade de São João do Sabugi após seu posicionamento coerente e a favor do povo daquele município. Um jovem maior de idade foi identificado pela PM como sendo DAVI MEDEIROS, de 21 anos de idade, e conduzido à delegacia por APOLOGIA AO CRIME e responderá um TCO.

Escreva sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado.