Vídeo: “Cheia do rio Barra Nova” deixa moradores da Comunidade Umari ilhados

Moradores do Sítio Umari, Sítio Lajes, e residentes em comunidades adjacentes, estão ilhados e sem poder escoar a produção de telhas e tijolos confeccionados em cerâmicas da região porque um lajão que deveria ter sido construído no rio Barra Nova nunca saiu do papel.

Com a incidência de chuva na cabeceira do rio da Malhada da Areia que faz fusão com o Barra Nova, a água atingiu o seu limite máximo para a passagem de veículos, com isso impossibilita a passagem de pessoas e de veículos que moram em várias comunidades.

A reclamação dos moradores é antiga, contudo, o município de Caicó, que é o responsável pela drenagem do local, segundo os moradores, vem deixando de lado o compromisso com os moradores, o que compromete atividades de subcultura e outros comércios.




Nesse domingo, o vice-prefeito, Marcos do Manhoso, foi ao local e disse que vai interceder junto ao prefeito Batata para que a obra saia do papel. Para ele, o ex-prefeito Roberto Germano teve quatro anos para executar esta importante obra, coisa que não fez.

000aa0a

1 Comentário

Bárbara Bruna

mar 3, 2020, 1:39 pm Responder

Olá aqui é a Bárbara Bruna, eu gostei muito do seu artigo seu conteúdo vem me ajudando bastante, muito obrigada.

Deixe uma resposta para Bárbara Bruna Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.