Agricultor atinge outro com tiro ao ser chamado de “corno viado” em Laginhas

A Polícia Militar foi acionada na tarde dessa quinta feira, 09, por moradores do Distrito de Laginhas, município de Caicó, que presenciaram um crime de tentativa de homicídio. Um agricultor atirou em outro depois de ser xingado de “corno viado”.

O senhor Gerôncio Josué de Araújo, de 59 anos, foi detido e apresentado à autoridade competente na 3ª DRP, em Caicó. Ele deve ser flagranteado no crime de tentativa de homicídio, contudo, o delegado analisa se o enquadra em lesão corporal.

A vítima, que atende pelo apelido de “Mocó” foi socorrida para o Hospital Regional do Seridó, onde passa por exames. Informações de que o tiro com uma Espingarda Calibre. 36 pegou nas nádegas da vítima. A arma também foi apreendida.




“Na família Batista não tem corno e nem viado, e se chamar de novo, dessa vez eu atiro pra matar”. À polícia, o senhor Gerôncio disse que atirou para cima, não querendo, de forma nenhuma, acertar o Mocó. “Foi asar esse tiro ter pegado”, disse.

Com uma propriedade no Sítio Inácio e residência em Laginhas, Jerônimo disse que bebeu muito nessa tarde, e que o motivo da chacota é que sua mulher foi embora, o abandou, mas ser chamado de corno ele não aceita, “e pior se for de viado”, acrescenta.

Ainda em tom descontraído, o agricultor disse que por isso que tem bandidos, porque foi muito bem tratado pela polícia [rsrs], sorrindo, disse que era brincadeira. “Isso tudo é brincadeira, meninos, só estou preocupado com minha aposentadoria, parece que Temer não vai deixar eu me aposentar”, disse.

BLOG JAIR SAMPAIO

2 Comentários

Matheus Silva de Medeiros

mar 3, 2017, 12:08 pm Responder

Boa tarde a todos. Não estou aqui para criticar o trabalho do caro jornalista, mas me deixa muito impressionado apenas um lado da história ser apurado, sabemos que todos tem o direito a defesa e a dar seu depoimento, mas toda história tem seus dois lados e na minha opinião a averiguação de apenas uma parte, me deixa a impressão, não querendo dizer que essa foi a intensão, de um posicionamento a favor de um lado, sendo que acho que uma reportagem deveria ser imparcial. Novamente não estou querendo denegrir a imagem de ninguém, nem a veracidade da reportagem, mas não custava nada ir atrás do outro lado da história, ate para dar o igual direito de defesa tanto ao culpado, como a vítima. Muito obrigado!

Jair Sampaio

mar 3, 2017, 1:51 pm Responder

Boa tarde, Sr. Matheus!

Pois bem, logicamente que só temos a versão do acusado, tendo em vista não conseguimos localizar a vítima, como mesmo diz o texto, a versão do blog é a versão do acusado em depoimento á polícia. Isso significa que pode não representar a verdade, já que ele se defende como pode, contudo, diante-mão, sempre hemos de dar vez a outra parte, que na maioria das vezes, dificilmente quer colocar a versão à disposição da imprensa. Se houver interesse da vítima em dar sua versão, estamos á disposição! Grato!

Escreva sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado.