Nobel de Economia vai para os americanos Paul Milgrom e Robert Wilson


Foto: Reprodução/AFP

O Prêmio Nobel de Economia foi atribuído, nesta segunda-feira (12), aos americanos Paul Milgrom, de 72 anos, e Robert Wilson, 83, dois especialistas em leilões cujos trabalhos inovadores foram utilizados, em particular, para atribuições de frequências de telecomunicações.

O “Prêmio do Banco da Suécia em Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel” é concedido a eles por “melhorar a teoria dos leilões e inventar novos formatos de leilões” em “benefício de vendedores, compradores e contribuintes em todo o mundo”, disse o júri da Academia de Ciências da Suécia.

Mais >

Nobel de Química 2020 vai para duas mulheres pela primeira vez na história


Foto: Montagem/G1

Emmanuelle Charpentier e Jennifer A. Doudna ganharam o Prêmio Nobel 2020 em Química, anunciou a Academia Real de Ciências da Suécia nesta quarta-feira (7), pelo desenvolvimento do Crispr, método de edição do genoma. É a primeira vez na história que duas mulheres ganham, juntas, o Nobel de Química.

  • Emmanuelle Charpentier, francesa de 51 anos, é diretora do Instituto Max Planck de Biologia de Infecções em Berlim.
  • Jennifer Doudna, americana de 56 anos, é professora da Universidade da Califórnia em Berkeley, nos Estados Unidos.

Charpentier falou com a imprensa logo após o anúncio do prêmio e respondeu a uma pergunta sobre ela e Doudna serem as primeiras mulheres a levarem, conjuntamente, o Nobel.

Mais >

Marte pode ter lagoas salgadas, com mais possibilidade de vida


Foto: Divulgação/NASA

Dois anos atrás, cientistas detectaram o que parecia ser um lago salgado sob a superfície da calota polar sul de Marte. Agora, uma nova pesquisa encontrou mais evidências sobre o lago, e também revelou uma série de pequenas “lagoas” salgadas próximas, aumentando a possibilidade de haver vida no Planeta Vermelho.

No novo estudo, cientistas italianos usaram o radar MARSIS (sigla para Mars Advanced Radar for Subsurface and Ionosphere Sounding) da espaçonave Mars Express da Agência Espacial Europeia. O radar cobriu uma área maior da superfície marciana e coletou dados adicionais, permitindo aos cientistas “confirmar a natureza líquida do lago previamente observado”, segundo escreveu a equipe de pesquisa em comunicado.

Mais >

UFRN desenvolve produto contra radiação solar

Foto: Divulgação

Um produto líquido, que adiciona capacidade de resistência à radiação ultravioleta, além de propriedade luminescentes, quando aplicado na superfície de tecidos, papel, plásticos, cerâmicas, tintas e fibras, é fruto de um estudo vinculado aos programas de pós-graduação em Engenharia Mecânica (PPGEM) e em Engenharia Têxtil (PPGET) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Cientista envolvido na descoberta científica, José Heriberto Oliveira do Nascimento destaca que a invenção tem potencial para beneficiar a saúde humana, ao proteger a pele da agressão das radiações UVA e UVB, além de benefícios estéticos.

Mais >

Nasa diz que asteroide se aproximará da Terra na véspera das eleições dos EUA

Foto: Reprodução/Getty Images

Entre uma pandemia, manifestações civis e uma temporada de eleições com os Estados Unidos divididos, agora nós temos um asteroide se aproximando de nós um dia antes da eleição presidencial.

Sim. O objeto celestial conhecido como 2018VP1 está previsto para se aproximar da Terra no dia 2 de novembro, de acordo com o Centro para Estudo de Objetos Próximos à Terra, no Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa.

Mais >

Astrônomos captam imagem de galáxia em forma de anel a mais de 12 bilhões de anos-luz da Terra

Foto: ALMA (ESO/NAOJ/NRAO), Rizzo et al.

Astrônomos europeus divulgaram nesta quarta-feira (12) na revista “Nature” a imagem da SPT0418-47, uma das mais distantes galáxias conhecidas do Universo. Em formato de um anel iluminado, o conjunto de estrelas está a mais de 12 bilhões de anos-luz de nós.

Mais >

Energia eólica é tema de fórum nacional que acontece nesta semana no RN

Natal vai sediar a 11ª edição do Fórum Nacional Eólico da próxima quarta-feira (14) até a sexta (16), na Escola do Governo do Rio Grande do Norte. O evento, que reúne anualmente mais de mil participantes, foi palco da assinatura do documento de compromisso, a Carta dos Ventos, que iniciou a arrancada do setor eólico brasileiro, a partir de uma convergência de objetivos e definição de atribuições dos agentes públicos e privados.

Participam do Fórum Nacional Eólico governo, líderes dos setores de geração e transmissão, integrantes da cadeia de fornecimento e especialistas do setor de energias renováveis.

De acordo com a organização, a edição 2019 tem o objetivo de tratar do mercado de energia, incluindo regulação, projeção de investimentos, gestão socioambiental e financiamento, além de oferecer oportunidades de negócio e debater sobre eólica offshore e mercado livre.

Mais >