Quatro PMs do Bope são condenados por passar informações a traficantes

A Justiça do Rio de Janeiro condenou quatro policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) por vazar diariamente informações sobre operações a traficantes da facção criminosa Comando Vermelho (CV), em troca de propinas semanais de até R$ 10 mil. Todos já estavam presos desde 2015.

O líder do grupo, segundo denúncia do Ministério Público, Silvestre André da Silva Felizardo, teve pena fixada em 80 anos pela juíza Ana Paula Monte Figueiredo Pena Barros, da Auditoria da Justiça Militar do Rio. Os policiais Maicon Ricardo Alves da Costa, André Silva de Oliveira e Raphael Canthé dos Santos foram condenados a 48 anos de reclusão. Um quinto réu, Rodrigo Mileipe Vermelho Reis, foi absolvido.Mais >

Tenente do Bope morre ao sofrer tiro em confronto com ladrões de bancos em MT

O tenente do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Carlos Henrique Scheifer, 28 anos, morreu na noite desse sábado (13) depois de levar um tiro no abdômem, durante um confronto com suspeitos de assalto a banco, em Matupá, a 696 km de Cuiabá, na manhã desse mesmo dia, de acordo com a Polícia Militar. Mais >

Bope prende dois homens suspeitos de roubo em Natal

Foto: Divulgação/Sesed
Foto: Divulgação/Sesed

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) prenderam na madrugada desta sexta-feira (4) em Natal dois homens após praticarem um roubo em uma residencia na cidade de Lagoa dos Velhos.

O Bope recebeu a informação das características do veículo utilizado no crime, iniciou diligências no bairro de Mãe Luíza e conseguiu localizar dois homens identificados como Douglas Magno de Lima, 21 anos, e Joviano Francisco da Silva, 39 anos, de posse de todo material roubado.

Diante do flagrante, todos foram conduzidos à Delegacia de Plantão da Polícia Civil e ficaram à disposição da Justiça.