CAICÓ: Médica suspende atendimento a pacientes do SUS após denúncia infundada que levou fiscalização do TRE ao Hospital do Seridó no final de semana

A denúncia feita contra um atendimento médico que era realizado no último final de semana no hospital do Seridó em Caicó começa a causar grande prejuízo para a população de Caicó devido a suspensão de uma série de atendimentos por medo de denúncias e represálias.

A Dra Débora Fernandes que presta serviço desde de 2017 aos sábados e domingos no hospital do Seridó foi surpreendida no último final de semana quando realizava atendimento e recebeu uma equipe da justiça eleitoral que informou ter sido feita uma denúncia de suposto crime eleitoral.

A médica se sentiu muito desrespeitada e suspendeu todos os seus atendimentos de exames, consultas e cirurgias e deixou claro que vai analisar junto com sua família se vale apena voltar a atender ao serviço público.

A Secretaria de saúde informou que outros profissionais com atendimentos agendados de psiquiatra, exames de imagem entre outras especialidades também cancelaram as agendas com medo de passarem por situação semelhante.

Assecom / Município

885 crianças foram atendidas em agosto na urgência pediátrica do Hospital do Seridó


A Urgência Pediátrica do Hospital do Seridó, um dos serviços de maior importância implantados nas últimas décadas do Município de Caicó tem trazido resultados impressionantes em números que beneficiam diretamente crianças e adolescentes de todas as classes sociais da zona urbana e rural.

De acordo com o último levantamento feito pela Secretaria Municipal de Saúde de Caicó somente no último mês de agosto foram atendidos 885 crianças e adolescentes no serviço de plantão 24h mantido pela administração pública municipal.

O perfil dos atendimentos apontam crianças recém nascidas até adolescentes de 18 anos de idade que procuram o Hospital do Seridó e recebem toda assistência necessária para o pronto restabelecimento da saúde.

Para Batata, a realidade do hospital do Seridó agora é outra: “Não foi fácil mudar esse cenário, onde mães e crianças morriam”


Caicó é uma cidade de um poder econômico muito bem avaliado mas quase nunca investiu na área de saúde, atendimento à população, como vem fazendo nos últimos meses, fruto de um grande engajamento do executivo municipal com aval e apoio da Câmara de Vereadores, o que tem proporcionado noites tranquilas de sono para mães e crianças da maior cidade do Seridó. Em face a investimentos feitos no hospital do Seridó, o prefeito Batata disse não ter sido fácil mudar a realidade, embora sempre tenha sido a sua vontade desde que assumiu a prefeitura em 2017. Veja!

“Hospital Seridó – SUS de qualidade: Ao ver hoje o Hospital do Seridó como ele se encontra me faz lembrar a situação que ele foi um dia cheio de problemas com salários atrasados, falta de estrutura, super lotação, utilização política eleitoreira, falta de profissionais, mortes de crianças e de mães. Não foi fácil mudar esse cenário, mais a partir do momento que a justiça decidiu que ele deveria ser um hospital Público e nós assumimos a administração do município de Caicó, não medimos esforços para deixá-lo com uma realidade diferente e um serviço de qualidade para crianças e mães”, diz Batata.

“Ganhamos o hospital do Seridó e herdamos 100 funcionários para o município”, diz Batata

Em entrevista à rádio Solidariedade FM 106,3 o prefeito de Caicó, Robson Araújo, disse que o município está no teto do seu limite prudencial, sem poder, sequer, promover concurso público devido o excesso de servidores.

Em março de 2017, uma reunião na sede do MP juntamente com a secretaria de saúde do município e a Junta Interventora do HS, foi definido que o município assumiria o controle total do gigante hospital caicoense.

Nessa mesma reunião foi apresentada uma carta de renúncia pela Fundação Carlindo Dantas, de que não teria mais interesse em comandar o Hospital. O município então acatou o trâmite e passou a gerenciar o HS.

“Ganhamos o hospital do Seridó mas herdamos dele cerca de 100 funcionários para o município. Todos são importantes para o funcionamento daquela casa de saúde, embora tenha comprometido nossa folha”, disse Batata.

Hospital do Seridó tem novo diretor

O novo diretor do Hospital do Seridó de Caicó será Rodrigo de Oliveira Lopes, natural de Caicó-RN. Ele substituirá a assistente social Jaciclelma Márcia que entregou o cargo, informa a jornalista Wllana Dantas.

Rodrigo é enfermeiro, pós graduado em urgência/emergência e UTI, auditor-sus municipal, plantonista pelo TCT no HRS ( pronto socorro, ACCR, clínica médica e clínica cirúrgica). A nomeação deverá sair no Diário Oficial na próxima segunda-feira (05).

Cirurgias eletivas estão suspensas no Hospital do Seridó; médico faz desabafo

Estão suspensas as cirurgias eletivas no Hospital do Seridó. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (27), nas redes sociais pelo médico Elísio Galvão, que trabalha na referida unidade. Ele fez mais um desabafo em favor do colegas médicos e lamentando a situação pondo a culpa na secretária de saúde de Caicó, Sandra Brilhante.

De acordo com Elísio Galvão, a produção dos médicos (Autorizações de Internamento Hospitalar – AIHs) estão sem ser pagar desde de meados deste ano. A secretária alega ser inconstitucional.

Confira a nota do médico Elísio Galvão:Mais >

Hospital do Seridó e UERN incentivam o aleitamento materno

Professoras e estudantes do curso de Enfermagem da UERN Caicó estiveram desenvolvendo no Hospital do Seridó uma séria de ações, cujo objetivo conscientizar as mães no tocante aos benefícios da amamentação exclusiva.

Conversas, demonstração e até uma peça teatral foram realizadas nas enfermarias da maternidade para ilustrar o quão importante é o leite materno para a saúde da mãe e da criança.

“Aproveitamos o espaço para agradecer aos alunos e suas professoras pela ação e parabenizar pelo envolvimento no cuidado ao próximo, sempre com humanização na assistência”, disse o diretor do Hospital do Seridó.

Médicos suspendem cirurgias eletivas no Hospital do Seridó a partir dessa segunda

A afirmação foi feita pelo médico Dr. Elísio Galvão nas redes sociais. Na nota, o médico afirma que não recebe pela produtividade desde o mês de maio. Confira!

Funcionários do Hospital do Seridó continuam com salários atrasados

15208055_905186482951036_801751000_0n

Os funcionários do Hospital do Seridó que atualmente é administrado por uma Junta Interventora, permanecem com os salários atrasados.

Na semana passada, alguns decidiram conversar com o prefeito Batata para pedir a solução do problema, mas, até agora, nada foi resolvido.Mais >

Problema resolvido: ‘4 cirurgias já foram feitas hoje’, diz membro da Junta Interventora do HS

Marilene Bezerra, que integra a equipe da Junta Interventora, fez contato com o blog Jair Sampaio e afirmou que faltou água, mas nada que prejudicasse o andamento da parte clínica do Hospital do Seridó.

“Já tivemos quatro cirurgias realizadas somente nesta manhã, inclusive, a CAERN é uma parceira nossa, sempre que ligamos, eles nos atendem prontamente, é bom que se diga isto à sociedade”, narra Marilene.

Ainda de acordo com Marilene Bezerra, as pessoas têm observado que o Hospital do Seridó está passando por revitalizações na parte externa (pintura), todo o prédio está sendo pintado.

CAERN não dá prioridade ao Hospital do Seridó; procedimento está paralizado por falta d’água

00000

Em contato com o blog Jair Sampaio, um Sargento da Polícia Militar narra um fato crítico e lamentável: “Minha filha está na sala para cirurgia, mas recebemos a informação que o procedimento está suspenso, por enquanto, por falta d’água. A mim disseram que o abastecimento está sendo feito por carro pipa”.Mais >

Hospital do Seridó recebe estudantes de medicina da escola multicampi de ciências médicas da UFRN


A junta interventora e a direção clinica do Hospital do Seridó receberam durante a semana estudantes de medicina e professores da Escola Multicampi de Ciências Médicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte através de uma parceria de estudos e atividades práticas firmada entre as duas instituições. Supervisionados por três professores os jovens estudantes tiveram a oportunidade de acompanhar in loco o dia a dia de uma unidade de saúde além de realizarem atividades voltadas para recém nascidos e para as puérperas que haviam acabado de darem a luz.Mais >

Palestra no Hospital do Seridó tratou sobre alimentos funcionais na prevenção do câncer de mama e de próstata‏

DSC_1012

O Hospital do Seridó recebeu na última sexta-feira uma palestra proferida pela nutricionista Maria Dilma Nascimento que tratou sobre a questão dos alimentos funcionais na prevenção do câncer de proposta de mama. O encontro reuniu funcionários do hospital, pacientes e a população em geral.

Além de oferecer os benefícios nutricionais básicos, há evidências de que os alimentos funcionais auxiliam na prevenção de tumores de mama, próstata, intestino, cabeça e pescoço, dentre outros, principalmente quando o consumo está associado à adoção de um estilo de vida saudável. Dentre os alimentos funcionais se destacam os cereais integrais, leguminosas (feijão, soja etc.), linhaça, brócolis, couve flor, espinafre, tomate, alho, cebola, melancia, morango, goiaba, uva, peixes marinhos, chá verde e castanhas.

Durante o encontro a palestrante ressaltou a importância da adoção de um estilo de vida saudável que inclui dieta equilibrada, prática de atividade física e controle do peso corporal que auxilia na prevenção de câncer de mama, próstata, dentre outros de alta incidência na população brasileira e mundial. Com base nesse cenário foi destacado a importância de se reforçar o papel da alimentação saudável para a prevenção de câncer tendo os principais alimentos funcionais que, segundo as evidências científicas, ajudam a impedir o surgimento dos tumores mais incidentes na população brasileira.

Alimento funcional é o alimento ou ingrediente que, além das funções nutricionais básicas, quando consumido como parte da dieta habitual, produz efeitos benéficos à saúde. “Alguns exemplos são os cereais integrais, leguminosas (feijão, soja etc.), linhaça, brócolis, couve flor, espinafre, tomate, alho, cebola, melancia, morango, goiaba, uva, peixes marinhos, chá verde e castanhas”.

Secretária de Saúde de Caicó afirma que problemas básicos encontrados no Hospital do Seridó já foram resolvidos

A secretária de saúde de Caicó, Zezé Soares, confirmou que os primeiros problemas encontrados pela Junta Interventora instalada no Hospital do Seridó, foi Autoclave quebrado, estoques zerados e escalas incompletas.

“Nessa primeira semana nós conseguimos resolver esses problemas que encontramos dentro do Hospital. A escala do mês de setembro estava ainda sem os médicos, os estoques da farmácia e da cozinha estavam zerados e muitos outros problemas que nós detectamos, mas foram todos resolvidos e estamos bem mais aliviados em relação ao que encontramos”, disse a secretária.

Zezé ainda informou que a  maioria dos problemas detectados foram resolvidos com recursos do município, mas o Governo do Estado já começou a colaborar com o Hospital do Seridó.

” Já recebemos mercadoria para a farmácia e eu acredito que o Estado está bem interessado em ajudar o hospital”, explicou Zezé.

Após 45 anos “dedicados” ao Hospital do Seridó, “Vivaldo Costa” é impedido de atender no local

9º BPM (4)Em 1972 assume a direção do Hospital do Seridó o médico Vivaldo Costa, tendo recebido a Fundação em situação precária, prestes a fechar e com muito esforço e trabalho o médico Vivaldo Costa  conseguiu resgatar a Instituição.

Situada à Praça Dr. José Medeiros, 1167 – Centro, Caicó/RN, o Hospital do Seridó passa a ser administrado por uma junta apontada prefeitura de Caicó e por ordem da justiça, o que deixou o velho “Papa” entristecido, chegando a passar mal nessa sexta 4.

Pessoas mais próximas do “Papa Jerimum” disseram que o deputado foi comunicado que não mais poderá usar aquelas dependências para atendimentos médicos à população, como fazia aos sábados, nem tão pouco usá-las para fins residenciais, como o fez por tanto tempo.

“Achei uma arbitrariedade o que fizeram com o deputado Vivaldo, são 45 anos dedicados a esta casa, e agora sequer pode atender os mais necessitados, coisa que sempre fez por amor, todos sabem disso”, lamentou um dos correligionários.

Alheio às mansões que normalmente vivem os grandes políticos brasileiros, Vivaldo Costa sempre foi visto na vida simples, com pouco luxo e dedicado quase que exclusivamente à população mais carente de Caicó, fazendo uso das dependências físicas da casa de saúde que ele sempre cuidou desde que entrou na vida pública.

Vivaldo ainda não se pronunciou oficialmente sobre a decisão judicial, contudo acatou a decisão. A Fundação Hospitalar Carlindo Dantas continua sob os cuidados de Vivaldo Costa

Prefeito de Caicó garante repasse à Fundação Carlindo Dantas

O prefeito de Caicó, Roberto Germano, reuniu-se na manhã desta sexta-feira (21) com a direção da Fundação Carlindo Dantas. O objetivo foi efetivar o repasse financeiro para o Hospital do Seridó pagar os funcionários, que estão com salários atrasados. Participaram da reunião, os vereadores Alisson e Ivanildo, a secretária de saúde, Zezé Soares, procurador municipal, Sérgio Magalhães, diretora da fundação, Sandra Costa, funcionários e demais autoridades administrativas.

“Estávamos na expectativa de que a junta interventora pudesse ter sido nomeada nesta sexta-feira, mas infelizmente não foi. A gente tinha decidido só liberar o dinheiro após a nomeação da junta, porém, como não foi possível a nomeação, estivemos no hospital para conversar com a atual direção e garantir que o dinheiro sendo repassado os funcionários vão poder receber os salários atrasados”, disse o prefeito Roberto.

Mais >

Justiça Federal vai inspecionar Hospital do Seridó

No próximo dia 16 de julho, às 09h, a juíza federal, Sofhia Nóbrega Câmara Lima fará uma inspeção nos serviços do Hospital do Seridó, que é mantido pela Fundação Hospitalar Carlindo Dantas.

Além disso, o Governo do Estado foi intimado a dizer se tem como assumir os serviços de obstetrícia no Hospital Regional, instalação da UTI Neonatal e Rede Cegonha.

Ministério Público quer intervenção judicial no Hospital do Seridó

hospitaldoserido

Os Ministérios Públicos Federal (MPF) e Estadual em Caicó ajuizaram na terça-feira, 2 de junho, uma ação civil pública contra a Fundação Hospitalar Doutor Carlindo Dantas, mantenedora do Hospital do Seridó, e contra o Município de Caicó em razão das péssimas condições de funcionamento do hospital, o único que presta assistência materno-infantil para uma população de 13 municípios da região. Atualmente, tramitam no Ministério Público Estadual em Caicó cinco inquéritos civis que apuram uma série de irregularidades, que levaram à morte de três parturientes e dois bebês.

De acordo com a ação conjunta, é frequente o recebimento de denúncias, tanto pela Procuradoria da República no Município, quanto na Promotoria de Justiça, relatando problemas. Os depoimentos colhidos pelo Ministério Público revelam ausência de avaliação médica quando da chegada das gestantes à urgência do hospital, sendo recebidas por enfermeiras ou parteiras; negativa de atendimento médico por encontrar-se dormindo o médico plantonista; falta de assistência nos leitos de urgência, chegando uma paciente, com hemorragia, a ter seu bebê dentro do banheiro, sem nenhum profissional para dar suporte. Isso, somado às deficiências estruturais e de equipamentos, bem como à insuficiência de profissionais indispensáveis ao atendimento obstétrico.