Prefeito de Janduís(PT) retira candidatura à reeleição: dois nomes ficam na disputa; Salomão Gurgel(PSOL) e Silvia Helena(PL)


O prefeito do município de Janduís, sr. Antônio José Bezerra (Zé Bezerra), do PSB, oficializou nesta segunda-feira (09/11), sua desistência à reeleição. Ele encabeçava a coligação “A Luta Continua”, formada por PSB/PT, que tinha como vice, o jovem Emanuel Almeida.

Por meio das redes sociais, ele comunicou que estava tomando essa atitude, já que vem enfrentando problemas de saúde, e não seria viável manter a campanha.

Com a desistência de Zé Bezerra, o município passa a ter apenas duas chapas majoritárias: uma liderada pelo ex-prefeito Salomão Gurgel(PSOL) e outra encabeçada pela técnica de enfermagem, Silvia Helena(PL).

Seu pronunciamento pode ser conferido na íntegra, vídeo a seguir!

Fonte: Blog Fatos de Janduís – Portal Fatos do RN.

Sobre mega operação policial na cidade de Janduís

A 7ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Patu, com apoio da 4ª DRP de Pau dos Ferros e 8ª DRP de Alexandria, deflagrou, na manhã desta quarta-feira (07), na região Oeste do Estado, a Operação “Ponto Final”. A operação, que resultou na prisão de três homens foi realizada no Centro do município de Janduís. Para a ação, foram expedidos dez mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisão.

Foram envolvidas nas diligências a Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), a Delegacia Especializada em Assistência ao Turista (DEATUR), a Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), a Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) de Mossoró, além das Delegacias Municipais de: Caraúbas, Alexandria, Pau dos Ferros, Jucurutu e Santana dos Matos.

Mais >

Denúncia: Apenas cinco policiais cuidam de mais de ‘quatro mil habitantes’ em Janduís

Com cinco homicídios registrados somente neste ano de 2018, a cidade de Janduís tem um efetivo de apenas cinco Policiais Militares. E pasmem, houve mudança de comando essa semana por intervenção do deputado Ezequiel Ferreira. É mais um município que ele interfere, mas não consegue aumentar a tropa que leva segurança aos cidadãos.

De acordo com um morador, revoltado com toda a situação, o povo da cidade está indignado e grita socorro. O novo comando do Destacamento de Polícia Militar de Janduís, colocado pelo deputado, terá a difícil missão de coordenar o trabalho ostensivo com a precariedade das condições de logística dada à Polícia Militar daquele município.

De acordo com a fonte que fez o contato com o blog, Lígia de Sousa Félix, ex-prefeita de Janduís e afiliada política do partido do deputado Ezequiel Ferreira, foi quem fez a exigência para mudar o comando da PM local. Recentemente ela virou ré na Justiça Federal por não prestar contas de recursos da educação enquanto gestora do pequeno município.Mais >

Polícia Civil prende principal suspeito de matar mulher de Janduís em Mossoró

O delegado Rafael Arraes (DHPP) informa que prendeu, com ordem judicial, o principal suspeito de ter matado Luciana Dantas dos Santos, em 25 de dezembro de 2017, no loteamento Santa Helena, zona norte de Mossoró-RN.

O corpo de Luciana Sartory, como era mais conhecida, foi encontrado na área de terreno baldio, perto do Sítio Ema, na manhã do dia 25 de dezembro.Mais >

Polícia Militar apreende três motocicletas conduzidas por menores em Janduís – RN

Uma ação da Polícia Militar (PM) de Campo Grande e Janduís, deflagrada na noite desta quarta-feira (29), resultou na apreensão de três motocicletas que estavam sendo conduzidas por menores de idade, na cidade de Janduís, no Oeste potiguar.
A ação da Polícia militar aconteceu por volta das 21h, nas ruas da cidade com uma guarnição sob o comando do Sgt. Tarcio Fernandes e composta pelo Cb. Valdir e os Sds. Batista, Dutra e Amaro, que intensificaram as abordagens com objetivo de coibir infrações de transito.
Durante a ação, os policiais receberam várias denúncias da população informando que menores praticam direção perigosa inclinando a moto e pondo em risco sua própria vida como de pessoas que trafegam pelos locais e durante os trabalhos os polícias apreenderam três menores de idade conduzindo motocicletas.

Mais >

Empresária Priscila Müller diz que foi traída por Kelps Lima e recebe acenos de legendas interessadas em sua candidatura

“Resistirei a todas as adversidades, traições, manobras e artimanhas que surgirem pelo caminho”. A declaração é da empresária Priscila Müller (SDD), pré candidata a deputada estadual que teve o seu nome “cassado” pelo deputado estadual Kelps Lima como candidata à Assembleia Legislativa pela legenda do Solidariedade, partido presidido pelo parlamentar no Rio Grande do Norte. Priscila Müller, no entanto, anunciou na noite desta quinta-feira (16) que irá manter o seu projeto político e já iniciou o processo de conversação com outras agremiações partidárias, interessadas em abrigar a sua postulação.

Apontada como umas das promessas de renovação na Assembleia Legislativa em 2018, a empresária, ainda filiada ao Solidariedade, lançou-se candidata a deputada estadual a convite do próprio Kelps Lima. No entanto, segundo acredita Priscila Müller, o crescimento de sua candidatura em todas as regiões do estado teria “assustado” o dirigente do Solidariedade, que optou por “cassar” a sua postulação no âmbito do partido.

Segundo ela, a “cassação” da sua candidatura foi anunciada por Kelps Lima, através de uma mensagem de Whatsap, na qual o parlamentar comunicou que a empresária não contaria mais com a legenda para o seu projeto político. “A minha eleição para deputada estadual pelo Solidariedade era um projeto partidário e não individual. A construção de um projeto político não se dá somente pela vontade própria. Temos um grande grupo que acredita e que tem trabalhado com afinco para tornar o sonho de uma boa parcela da população potiguar realidade. Não desistirei da lutam, nem aceitarei posturas despóticas”, reagiu.

Em nota interna do Solidariedade, Kelps justifica como motivo para excluir a pré candidata, o fato de o irmão dela, prefeito de Caiçara do Rio do Vento, filiado ao PMDB, não ter se desfiliado e ingressado no Solidariedade.

INDIGNAÇÃOMais >

Operação cumpre 08 mandados de busca e apreensão em Janduís, afirma Polícia Civil

De acordo com o delgado de Polícia Civil, Dr. Paulo Nilo, ao menos 08 (oito) mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Janduís, sendo que 03 destes foram na zona rural e 05 na zona urbana daquele município.

Para o Delegado, a operação objetivava coibir a prática de tráfico de drogas na cidade e também referente a assaltos ocorridos recentemente na região de janduís. Uma quantia elevada em dinheiro foi apreendida.

Ainda de acordo com a polícia, os investigados que tiveram dinheiro apreendido são desempregados e não conseguiram comprovar a origem do montante apreendido. As investigações vão continuar em Janduís.Mais >

Janduís amanhece sob operação policial

A cidade de Janduís, no oeste potiguar, amanheceu sob forte aparato policial. Uma mega operação da Polícia Civil do Estado visa coibir o tráfico de drogas no município e prender os verdadeiros envolvidos.

À frente desta mega operação, os competentes delegados de Polícia Civil, Dr. Paulo Cesário Lucena Targino e Dr. Sandro Régis. A operação conta com apoio de delegacias especializadas, como DEICOR.

Em Janduís, MP ingressa ação por improbidade contra 14 pessoas

O Ministério Público do Rio Grande do Norte pede a condenação de 14 pessoas (políticos – ex-secretários) do município de Janduís-RN, por Atos de Improbidade Administrativa, que gerou enriquecimento ilícito dos citados. Segundo o MP, o prejuízo ao erário foi de R$ 353.693,85 mil.

A ação pede ressarcimento aos cofres públicos com as devidas correções monetárias. ADEILSON ALVES DE MEDEIROS, JOÃO BATISTA PINHEIRO, FRANCISCO GASPAR P. BRILHANTE, ANTÔNIO EUDIMAR G. DE SALES e LÁZARO PEREIRA DE ARAÚJO não pagarão honorários advocatícios.

Tomando-se como parâmetro os valores constantes no laudo pericial anexo aos autos, valores estes a serem devidamente corrigidos pelo INPC desde o ajuizamento da ação e acrescido de juros de mora legais de 1% (um por cento) ao mês, contados da citação. Diz texto desta Ação.Mais >

Investigado por assaltos é morto com tiros de Escopeta Cal.12 no centro de Janduís

Três homens bem armados executaram no meio da tarde deste domingo (22/10), no Bar da Novinha, centro da cidade de Janduis, o investigado por assaltos Francisco Jales da Silva, conhecido na região como Nego de Laura.
Segundo narrou uma testemunha, os atiradores chegaram num carro de passeio branco (não souberam precisar a marca), um ficou no volante do carro e dois entraram no bar e executaram Nego de Laura com tiros de espingarda 12 e pistola 380.
O cabo Valdir, que comanda o destacamento da PM no município, foi avisado do crime por volta das 15h20 e imediatamente saiu em diligência, mas não conseguiu localizar suspeitos. Mais >

Após denúncia anônima, polícia recupera moto roubada na zona rural de Janduís-RN

Uma denúncia anônima levou uma equipe da Polícia Militar de Campo Grande e Janduís a recuperar uma motocicleta na tarde desta segunda-feira (16), que teria sido roubada na Paraíba. O veículo estava abandonado em uma estrada carroçável na zona rural de Janduís, no Oeste do Estado do Rio Grande do Norte.
De acordo com informações do boletim de ocorrência, após receber a denúncia anônima que um foragido da justiça, (que não teve seu nome divulgado), estaria circulando em uma moto Honda/CG Titan KS, modelo 2004/2005, cor verde, placa MZJ 8168, na cidade Janduís e teria voltado para a zona rural. Na volta, o indivíduo teria caído da moto e abandonado o veículo momento depois. Mais >

Suspeito de assaltos a bancos é preso por força de mandado judicial em Janduís-RN

Agentes da Polícia Civil prenderam nesta segunda-feira (16), na região Oeste potiguar, um homem suspeito de integrar uma organização criminosa especializada em roubo a bancos. A ação foi realizada pela Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor).

José Miguel de Azevedo Filho, de 28 anos, foi preso por força de mandado de prisão preventiva, expedido pela Comarca de Janduís, cidade da região Oeste. Segundo a Polícia Civil, ele responde ainda por um homicídio ocorrido no município de Campo Grande, também no Oeste.

A Polícia Civil afirma que José Miguel Filho participava da quadrilha de rouba a bancos da qual Ranielly Brito de Azevedo, primo dele, era o líder. Ranielly foi preso junto com o irmão, Rafanio Brito de Azevedo, em uma operação da Polícia Federal realizada no dia 5 de outubro deste ano em Pernambuco.

Mais >

Dupla é presa em Janduís suspeita de integrar bando que matou agricultor

O trabalho investigativo da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, em parceria com a Polícia Militar, por meio de ações do Major Brilhante, tem sido fundamental para identificar e prender parte do bando de assaltantes de bancos que integram a quadrilha que explodiu a agência de Brejo do Cruz, no vizinho estado da Paraíba.

Nessa tarde, 08 de agosto, policiais civis, sob coordenação do Dr. Paulo Nilo e GTO de Campo Grande, sob o comando do Major Brilhante, apreenderam um veículo na cidade de Caraúbas. O carro tem queixa de roubo e está pintado na cor preta e tem placas frias para tentar dificultar o trabalho das polícias.

Na cidade de Janduís, a mesma equipe de policiais prendeu um comerciante que faz parte do bando. EUGÊNIO GURGEL NETO FILHO dava apoio logístico e facilitava a fuga dos comparsas, ele passava informações sobre os passos da polícia, é influente na região e recebia informações privilegiadas, pois era visto como homem íntegro.Mais >

Agricultor encontrado morto é sepultado em Janduís/RN

O corpo do agricultor Henrique Garcia da Silva, de 46 anos, pai de 06 filhos, morto por bandidos suspeitos da explosão á agência bancária em Brejo do Cruz-PB, foi sepultado no cemitério público da cidade de Janduís, sob revolta e protestos.

Desde as buscas até o momento do sepultamento do agricultor, seus familiares culpam o governo por omissão. Para a família, um helicóptero devia ter dado apoio à polícia antes mesmo do confronto do último domingo e durante toda a semana.

Ainda na tarde desse domingo, os familiares do agricultor emitiram uma nota de repúdio pela falta de sensibilidade do ITEP que ainda não havia liberado o corpo para sepultamento em face à não realização da necrópsia no tempo previsto.

Corpo de agricultor morto por bandidos no oeste continua no ITEP e revolta a família

A família do agricultor Henrique Garcia da Silva, de 46 anos, morto por assaltantes de bancos na zona rural de janduís, no oeste do estado, reclamam da morosidade do ITEP para liberar o corpo para sepultamento.

Segundo os familiares do trabalhador, o corpo de Henrique continua na geladeira do ITEP de Mossoró, e não há previsão para a sua liberação, o que deixou toda a família revoltada. Foi enviada uma nota ao Blog Jair Sampaio.

“Se as ações do Estado já não funcionam para os vivos,  dirá para os mortos? Desde ontem 06/09/17 que o corpo de Henrique Garcia se encontra no ITEP de Mossoró e ainda não foi feita a necropsia. As desculpas são estapafúrdias.  Alegam que o necrotomista foi atender uma ocorrência em Pau dos Ferros e por isso não foi possível liberar o corpo do rapaz. Uma ocorrência que se deu depois que seu corpo chegou nas dependências da instituição e ainda assim teve prioridade. Enquanto isso a família já bastante sofrida,  pois o mesmo encontrava-se desaparecido há 4 dias, tendo que suportar mais a dor do descaso e da falta de respeito.”, família de Henrique Garcia.

Trabalhador desaparecido na zona rural de Campo Grande é encontrado morto e com os olhos arrancados

Triste notícia para os seis filhos e esposa do trabalhador Henrique Garcia da Silva, 46 anos de idade, desaparecido desde o último domingo quando se iniciou a caçada aos assaltantes de bancos nas serras entre Janduis e Campo Grande, no RN.

O corpo do trabalhador foi encontrado em avançado estado de dilaceração. A família foi comunicada da trágica notícia nessa tarde, por volta das 15 horas. A Polícia Militar continua na região a procura de mais suspeitos de estarem envolvidos na ação criminosa em Brejo do Cruz-PB.

A informação foi confirmada ao Blog Jair Sampaio pelo cunhado da vítima, Fernando, que está no local juntamente com os filhos e a Polícia Militar.

Mais detalhes: A Policia Militar de Janduis-RN foi quem encontrou a vítima. Henrique Garcia estava com olhos arrancados.

Integrante de grupo criminoso que destruiu banco em Brejo do Cruz é preso

Foi preso nesta terça-feira (5) mais um suspeito de integrar a quadrilha responsável pelos ataques ao banco Bradesco do município Brejo do Cruz, na Paraíba, durante a madrugada do último domingo (3).

Após o assalto, o bando fugiu para o Rio Grande do Norte e foi perseguido pela Polícia Militar dos dois estados. Houve pelo menos dois confrontos e cinco suspeitos morreram desde então. Outros três foram detidos até esta terça.

Francisco Jales da Silva estava dentro de uma casa em Janduís, na região Oeste potiguar, quando foi preso no final da manhã desta terça. A operação foi comandada pelo major Inácio Brilhante e chegou ao suspeito a partir de testemunhas.Mais >

Pai de 06 filhos, agricultor sumiu depois do confronto de bandidos com a polícia, no RN

Um trabalhador braçal, pai de seis filhos, está desaparecido desde a manhã desse domingo, 03 de agosto na área de confronto da polícia com bandidos. A última vez que os filhos viram Henrique Garcia, responsável pelo Sítio Serra Vermelha, de propriedade da família de Antônio Veras, no município de Campo Grande, foi por volta das 10hs do dia.

“Os filhos saíram do local às 10hs, mas Henrique ficava porque tomava conta dos animais, e lá tem uma casa abandonada, mas ninguém achou nada estranho ontem, pois é comum ele dormir sozinho lá. Hoje de manhã o pessoal sentiu sua falta e acionou a polícia. A moto e as sandálias foram achados, ele não”, disse um familiar.Mais >

Mais detalhes da prisão de um caicoense e comparsas suspeitos de crimes em Janduís

Polícia Cívil deflagra Operação Acerto de Contas e prende suspeitos de homicídio na cidade de Janduís- Operação da polícia civil deflagrada no dia de hoje (19/05/17) prendeu PEDRO HENRIQUE DOS SANTOS SOUZA (Caicó), PAULO MARCIO ALMEIDA MATIAS, PEDRO HENRIQUE DE ALMEIDA MATIAS e ANTONIO CASSIO PRAXEDES FILHO. Mais >

Suplente de vereador em Janduís é preso por envolvimento com “assalto a banco”

Cumprindo mandado de prisão expedido pela justiça do Rio Grande do Norte, comarca de São Gonçalo do Amarante, a Polícia Civil do RN, por meio da delegacia da cidade de Patu, prendeu nessa tarde, 15 de maio, o suplente de vereador no município de Janduís, Geraldo Gilmar Saldanha dos Santos.

Gilmar foi preso por volta das 14hs quando seguia sentido Messias Targino. De acordo com a polícia, a prisão do suplente de vereador se deu pelo fato dele ser apontado suspeito em vários crimes, entre os quais, sua participação em assalto a banco na Grande Natal. Gilmar fica custodiado no CDP de Patu.