ÁGUA DO SÃO FRANCISCO: Ministério do Desenvolvimento Regional lança licitação para levar água ao Seridó


O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), vai contratar empresa para elaborar o projeto executivo e de estudos complementares para a execução do Sistema Seridó, no Rio Grande do Norte. A abertura da licitação é o primeiro passo para a execução das obras do sistema, que vai abastecer cerca de 280 mil pessoas em 24 municípios potiguares.

Com presença do ministro Rogério Marinho, o lançamento do edital será nesta quinta-feira (26), com transmissão ao vivo pelo YouTube do MDR [https://youtu.be/zA2PO0Uurgo]. A estimativa é de que o Governo Federal invista cerca de R$ 280,6 milhões para a construção de mais de 330 quilômetros de canais adutores, estações de bombeamento, de tratamento e de pontos de captação de água.

O Projeto Seridó será executado em duas etapas e contém 10 trechos. O Sistema Seridó Norte captará a água no Reservatório Armando Ribeiro Gonçalves, em Jucurutu (RN). Já o Sistema Seridó Sul levará as águas do Rio São Francisco a partir do Reservatório Oiticica. O Governo do Estado do Rio Grande do Norte cedeu os estudos de viabilidade técnica, econômico-financeira e ambiental e o projeto básico dos sistemas adutores. 

Mais >

Ezequiel se reúne com o ministro Rogério Marinho e apresenta projetos para municípios do RN


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), se reuniu com o ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho nesta sexta-feira (30). No encontro, apresentou uma série de projetos e reivindicações a favor de diversos municípios do Estado. Em seguida, o parlamentar prestigiou a palestra realizada pelo ministro para representantes da classe produtiva potiguar, quando abordou a “Restruturação dos Fundos de Desenvolvimento e Segurança Hídrica para o RN”, realizada no Hotel Barreira Roxa, na Via Costeira. O evento foi realizado pela Fecomércio-RN, Fetronor, Faern e Fiern.

“Como representante da população potiguar apresentei ao nosso ministro Rogério Marinho alguns pleitos que são apontados como essenciais para o nosso povo, como na questão dos recursos hídricos e na área da habitação. Com essa parceria fundamental que o Estado tem recebido do governo federal podemos conquistar importantes avanços para o RN e estaremos juntos nesta luta dando a nossa colaboração”, disse Ezequiel.

Recentemente o Ministério do Desenvolvimento Regional lançou o edital para as obras da última etapa da transposição do São Francisco, o chamado Ramal do Apodi/Salgado, trecho que levará as águas do rio para municípios do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. O valor total do projeto está orçado em R$ 1,77 bilhão. Além disso, o governo federal também já garantiu recursos para a conclusão da barragem de Oiticica e assumirá as obras do Projeto Seridó, que garantirá água para toda a região.

Outro assunto do encontro entre Ezequiel e Rogério foi o fortalecimento do Programa de Industrialização do Interior, o Pró-Sertão, com o objetivo de aumentar a geração de emprego e renda no Estado. Atualmente são quase 4 mil trabalhadores atuando nas 124 oficinas de costura instaladas em 46 municípios do RN. A expectativa é ampliar estes números nos próximos anos.

No evento em Natal, o ministro Rogério Marinho apresentou proposta que está sendo estudada para reformulação dos Fundos de Desenvolvimento Regional da Amazônia (FDA), do Centro-Oeste (FDCO) e do Nordeste (FDNE). Também debateu com empresários locais a renegociação e liquidação dos Fundos de Investimentos da Amazônia (Finam) e do Nordeste (Finor) e a renegociação de dívidas dos empreendedores com os Fundos Constitucionais de Financiamento do Nordeste (FNE), do Centro-Oeste (FCO) e do Norte (FNO).

A proposta prevê a transformação dos fundos regionais em fundos de natureza privada, para que possam ser utilizados para financiar a estruturação de projetos de infraestrutura nessas regiões por meio da captação de investimentos privados. Além disso, esses fundos poderão ser alocados como garantidores de parcerias público-privadas (PPPs) e também atuar por meio da participação em fundos de investimento que tenham como foco áreas consideradas prioritárias, como saneamento básico, mobilidade urbana, iluminação pública e gestão de resíduos sólidos.

O evento realizado no Hotel Barreira Roxa contou com as presenças de Marcelo Queiroz, presidente da Fecomércio, Amaro Sales, presidente da Fiern e José Vieira, presidente da Faern. Também estiveram presentes os deputados estaduais Gustavo Carvalho (PSDB) e Tomba Farias (PSDB), e os deputados federais Walter Alves (MDB), Benes Leocadio (Republicanos), general Girão (PSL) e João Maia (PL).

Bolsonaro nomeia Rogério Marinho para o ministério do Desenvolvimento Regional

O presidente Jair Bolsonaro exonerou, nesta quinta-feira (6), o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. Segundo o decreto, a saída ocorre a pedido de Canuto.

O cargo será ocupado por Rogério Marinho, que atuava como secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. A troca foi publicada em edição extra do “Diário Oficial da União”.

Rogério Marinho foi nomeado secretário de Previdência pelo ministro Paulo Guedes durante a transição de governo, no fim de 2018. Durante a tramitação da reforma da Previdência, o economista ficou responsável pela articulação política e pelos esclarecimentos sobre a proposta do governo.

Mais >

Em alta, Rogério Marinho é sondado para assumir articulação política no governo Bolsonaro

racha no PSL em duas alas, uma ligada a Bolsonaro e outra ao presidente nacional da legenda, o deputado Luciano Bivar (PE), que pode resultar na perda de apoio de mais da metade dos 53 deputados do partido, e a constatação de um PIB (Produto Interno Bruto) fraco anteciparam discussões no Planalto.

No diagnóstico de aliados do governo, Bolsonaro corre risco se não mexer rapidamente na equipe que faz a interlocução com a Câmara e com o Senado.

As principais queixas de parlamentares alinhados ao governo são de que a articulação política ficou fragmentada entre essas quatro pastas e, por isso, não funcionou.

Mais >

Rogério Marinho anuncia que Governo vai antecipar o 13º dos aposentados do INSS

O secretário especial de Previdência, Rogério Marinho, anunciou no início da noite desta segunda-feira (5) a antecipação da primeira parcela do 13º salário em agosto para aposentados e pensionistas do INSS. Junto com o pagamento do mês serão acrescidos os 50% adiantados do benefício.

Segundo o secretário, a antecipação em agosto passa a ser uma regra, garantida por lei, com uma Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro.

O pagamento da primeira parcela junto com o benefício de agosto não era obrigatório. A legislação prevê o crédito da primeira parcela do 13º junto com os vencimentos de novembro e o da segunda parcela, até 20 de dezembro.

Mais >

Bem avaliado no Governo Bolsonaro, Marinho é sondado para assumir ministério

O economista e ex-deputado federal Rogério Marinho vem desempenhando bem a função de Secretário Especial de Previdência Social do Governo Federal e agora é sondado para assumir um ministério.

De acordo com o que chegou para o blog Jair Sampaio, o ministro Paulo Guedes é quem está articulando um ministério para Marinho, assunto que já foi tratado pessoalmente com o Presidente Bolsonaro.

Pró-Sertão: Central de corte no Seridó é pauta de reunião entre Rogério Marinho e ministro da Integração

O investimento para erguer na região do Seridó potiguar uma central de corte e costura, que atenderá demanda do Programa de Industrialização do Interior (Pró-Sertão), foi o tema central da reunião entre o deputado federal Rogério Marinho (PSDB) e o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho. O encontro ocorreu nesta quinta-feira (18), na sede do órgão em Brasília.
“Com a central de corte e costura o Pró-Sertão terá capacidade para atrair ainda mais investimentos e, consequentemente, aumentar a oferta de emprego para a população potiguar. A expectativa é que o programa possa crescer bastante em todos os aspectos”, disse o parlamentar.
Criador do Pró-Sertão, Rogério Marinho acredita que o projeto pode avançar ainda mais nos próximos anos com os novos investimentos previstos. Atualmente, o programa é responsável pela geração de mais de 4 mil empregos diretos no Rio Grande do Norte.

Mais >

Rogério Marinho; ‘queridinho dos patrões’

Menos amado pela classe trabalhadora, o deputado federal Rogério Marinho (PSDB), é o mais querido da classe empresarial, principalmente, depois da sua atuação como relator da reforma trabalhista.
Ele foi homenageado nesta sexta-feira (27) durante o Fórum Norte Nordeste da Construção, realizado no luxuoso Hotel Ocean Palace pelo Sindicato da Construção Civil do Rio Grande do Norte (Sinduscon) e pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).
O anfitrião do Fórum, presidente do SINDUSCON-RN, Arnaldo Gaspar Júnior, fez uma saudação a Rogério Marinho, enfatizando a importância do seu trabalho como relator da reforma. No entanto, o tucano potiguar não tem recebido elogios e homenagens de sindicatos de empregados, mas sim dos patrões.
Por Ivanildo Souza

Jornalista diz que projeto dos planos de saúde cria cilada contra os idosos

O projeto da nova Lei dos Planos de Saúde abre caminho para um inescrupuloso aumento de preços para todas as idades. A pretexto de “proteger” a exploração do cliente cuja mensalidade aumenta mais de 100% quando completa 59 anos, o projeto limita esse reajuste a seis vezes àquele pago por cliente de 18 anos. Assim, os Planos ganham o “direito” aumentar a mensalidade dos 18 anos para explorar os idosos.

Ousados, os planos de saúde tentam convencer os deputados a alterar o Estatuto do Idoso para abrir caminho à exploração sem limites. O artigo 15 do Estatuto do Idoso, que os lobistas querem abolir, proíbe os planos de saúde de cobrar valores diferenciados em razão da idade.

Não por acaso, as empresas não têm reclamado das novidades até agora conhecidas no projeto da nova lei dos Planos de Saúde. Mais >

Rogério Marinho (PSDB-RN) foi o primeiro compromisso de Temer nessa terça feira

Temer chegou ao palácio por volta das 10h20. O deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) – que constava como primeiro compromisso do dia na agenda presidencial para as 10h – já aguardava o peemedebista.

“Bom dia! Tenho o dia cheio de reuniões com parlamentares. O diálogo é fundamental para a harmonia entres os poderes. Vou conversar com representantes de todos os partidos da base, de todas as regiões do Brasil. É uma rotina que sempre mantive”, escreveu Temer na rede social.

Em seguida, o presidente destacou a necessidade de lidar com a denúncia, que foi apresentada pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. Em setembro, Temer foi denunciado – junto com os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) – pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça.Mais >

RN: Projeto quer autorizar renegociação de dívidas de empresas com fundos constitucionais

Por João Paulo Machado

Um projeto de lei que tramita no Congresso Nacional poderá beneficiar empresas potiguares que estão com dificuldades para sanar débitos contraídos através de financiamentos. De autoria do deputado Jorge Côrte Real (PTB-PE), o PL 5992/16 autoriza que dívidas de empresas junto aos fundos constitucionais de financiamento, FNO, FNE e FCO, assim como com os Fundos de Investimentos Regionais, FINAM e FINOR sejam renegociadas em até 12 anos, com desconto que pode chegar a 50% do saldo. A proposta abrange os débitos oriundos de contratos celebrados entre 28 de setembro de 1989 até a transformação da proposta em lei.

Esses fundos de financiamento atendem a uma previsão constitucional para subsidiar atividades instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Acontece que os encargos financeiros destes financiamentos passaram a ser prefixados somente em janeiro de 2001 e as incertezas dos planos econômicos dos anos 1990 resultaram na elevação dessas taxas. O que, de acordo com Jorge Côrte Real (PTB-PE), causou um crescimento das dívidas muito acima do faturamento e da capacidade de pagamento das empresas. 

“As empresas que investiram com os recursos dos fundos constitucionais tiveram o seu desempenho prejudicado face à mudança da economia em função dos planos econômicos que vieram nesse tempo. Então, esse projeto visa voltar o equilíbrio econômico financeiro desses financiamentos fazendo com que os empresários tenham condição de continuar e condições de voltar a produzir gerando emprego e renda.” Mais >

Simpatizante da classe empresarial, Rogério Marinho é xingado em Mossoró

Relator da reforma trabalhista, Rogério Marinho (PSDB-RN), que também é o criador da medida provisória que facilita a vida de devedores (empresários, e principalmente os políticos) com a União, foi a Mossoró-RN nessa manhã, 15, a um seminário para explicar a empresários o que mudou na “Modernização das Leis Trabalhistas.

O deputado Rogério Marinho (PSDB), xingado por trabalhadores e sindicalistas ao chegar em Mossoró, onde foi fazer palestra sobre as novas leis trabalhistas, e se pronunciou sobre o ocorrido em suas redes sociais: “Cerca de 5 ou 6 militantes insatisfeitos porque perderam a boquinha com o fim do imposto sindical obrigatório“.

Imprensa de Currais Novos emite nota de repúdio ao deputado Rogério Marinho por indelicadeza com jornalista

Confira a nota em sua totalidade:

Nota de Repúdio

A imprensa curraisnovense sente-se extremamente ofendida pela forma ofensiva e desrespeitosa pela qual o deputado federal e relator da Reforma Trabalhista, Rogério Marinho, tratou a repórter do Canal 4, da Sidys TV a Cabo Ana Paula Lopes em seu exercício profissional.

O deputado, que participava de um evento na cidade ficou irritado e considerou a pergunta da profissional “Cretina” ao ser indagado sobre a se “a flexibilização da CLT, o chamado negociado sobre o legislado, não deverá aprofundar o desequilíbrio nessa relação entre patrão e empregado?”. Depois de insinuar que a repórter estava reproduzindo o que tinha ouvido, o “nobre” representante do povo, desrespeitou não só a profissional, mas toda imprensa da cidade, que estava ali para cobrir o evento, em respeito aos organizadores e ao tema, tão pouco discutido e de tamanha importância para o povo brasileiro.

Somos uma imprensa forte, unida e aguerrida. Não podemos admitir que, nem o deputado Rogério Marinho, e nenhuma outra fonte ou autoridade, falte com respeito ou destrate nenhum colega de profissão, durante a sua árdua missão de levar a informação ao público.Mais >

Caicoense satiriza com Rogério Marinho, “deputado que f… a vida do trabalhador”

O natalense Bruno Rhistchelly deixou o deputado Rogério Marinho zangada em uma balada na capital potiguar. O jovem disse ao parlamentar, o que ele classificou como “umas verdades”: “O deputado que “f*^%deu  com a vida do trabalhador”, momento em que Rogério tentar pegar o celular do rapaz. Confira vídeo!

O psdbista’ é o autor da proposta da reforma trabalhista, e aliado do governo Temer, o que tem deixado muita gente revoltada com ele (Rogério Marinho) aqui no estado do Rio Grande do Norte. Marinho ainda tentou tomar o celular do jovem. Em Caicó, na festa de Santana 2017, um grupo manifestou de forma semelhante.Mais >

Batata é instruído por Rogério Marinho para exonerar 50 cargos comissionados

Batata voltou da viagem a Brasília com uma lista negra criada pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB) para exonerar até 50 cargos no menor espaço de tempo possível. Assim como fez Michel Temer, só dever ficar com cargos comissionados na prefeitura de Caicó o vereador que comungar com a forma de administrar do prefeito Batata.

Encorajado a exonerar para conquistar novos aliados na Câmara Municipal, Batata já tem reunião marcada para esta noite, 28, onde colocará em prática o plano para ter maioria no legislativo de Caicó. Dois vereadores ligados a Vivaldo Costa já se posicionaram favorável, e Batata quer mais. “Sua base na casa poderá chegar a 12 edis”.

Na semana passada foram 14 exonerações, nessa semana o quantitativo pode chegar a 40. Batata nega, diz que o motivo está relacionado ao limite prudencial. Para ex-aliados do prefeito Batata, ele está faltando com a verdade, a manobra é para que o executivo tenha maioria na Câmara de Vereadores e passe a controlar as fiscalizações da casa.

No Seridó, Rogério Marinho visita fábricas do Pró-Sertão e prestigia Feirinha de Sant’Ana

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB) cumpre desde esta quinta-feira (27) agenda na região do Seridó potiguar. O parlamentar visitou várias fábricas integrantes do Programa de Industrialização do Interior, o Pró-Sertão, nas cidades de São José do Seridó e de Parelhas. Em Caicó, o tucano passou no teste de popularidade na tradicional Feirinha de Sant’Ana. 

“As facções movimentam a economia local. Em São José do Seridó são mais de 600 pessoas empregadas nas pequenas fábricas. Essa é uma realidade que ocorre em vários municípios da região graças ao Pró-Sertão, levando emprego e renda para o interior do Estado”, disse o deputado durante visita as fábricas de São José do Seridó.Mais >

Relator da reforma trabalhista, Rogério Marinho é xingado na feirinha de Caicó

O deputado federal pelo Rio Grande do Norte, Rogério Marinho, passou por um vexame inesperado na tarde dessa quinta feira, 27, enquanto passeava com correligionários e seu amigo caicoense, o empresário Ruzão, na feirinha de Caicó.

O deputado tucano foi xingado por um grupo que se dizia contrário à atuação de Rogério quanto à questão da reforma trabalhista, já que ele é o autor da proposta. Rogério é aliado do prefeito Batata e estava prestigiando a feirinha de Santana.

O fato deixou muita gente indignada devido ter ocorrido em meio a uma das maiores confraternizações da sociedade caicoense. “Foi uma atitude ingênua dos militantes petistas, eles deviam ter procurado outro local, aliás, deviam ter consciência que a política é feita com debates, e não com arengas, principalmente em meio a pessoas de bem”, desabafa um caicoense que pediu para não ser identificado.

Depois de fechar com Temer, Rogério Marinho consegue R$ 600 mil para Caicó

Na terça-feira (11), o Município de Caicó recebeu R$ 611 mil para a área da saúde. O deputado federal Rogério Marinho destinou a emenda para a Atenção Básica da Saúde, a qual foi empenhada no Ministério das Cidades. 

O parlamentar que até outro dia se posicionava contrário á Reforma Trabalhista, foi um dos que votou a favor em troca de montantes via emendar parlamentar, tudo obra do governo Temer. Rogério Marinho visa à eleição de 2018.

Fátima Bezerra protagoniza “espetáculo deprimente de intolerância e falta de educação”, diz Rogério Marinho

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB), relator do projeto de modernização das leis trabalhistas na Câmara, reagiu ao “espetáculo deprimente de intolerância e falta de educação” protagonizado pela bancada feminina do PT no Senado, incluindo a senadora Fátima Bezerra (PT). As parlamentares ocuparam a mesa diretora da Casa nesta terça-feira (11) e impediram a abertura dos trabalhos na sessão que iniciaria a votação do projeto.

De acordo com Rogério, as parlamentares agiram sob o comando do ex-ministro José Dirceu, condenado como líder do escândalo do Mensalão e também na Lava Jato. Segundo o tucano, o petista orienta a bancada a “impedir no muque a votação”. O tucano disse que ao impedir a análise de um projeto importante para o país, as senadoras do PT acabaram quebrando o decoro parlamentar.

“Para o PT a Lei só serve a seu favor, caso contrário tenta impor táticas bolivarianas de intimidação e constrangimento contra quem pensa diferente. Para o PT, a democracia é uma casca vazia que só pode ser utilizada para corroborar a cleptocracia que vigorou durante 13 anos no Brasil. PT nunca mais”, disse o deputado.

No Senado, Rogério Marinho insiste na “Modernização das leis trabalhistas”

O projeto de modernização das leis trabalhistas voltou a ser debatido nesta terça-feira (27) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, em audiência pública que contou com a participação do deputado federal Rogério Marinho (PSDB), relator da proposta na Câmara. Na oportunidade, o parlamentar defendeu o projeto e disse que as mudanças vão combater a precarização do trabalho que já existe atualmente em diversos setores. 

Para Rogério o Congresso tem a obrigação de apontar alguma perspectiva a cerca de 90 milhões de trabalhadores que não conseguem formalização, segundo ele devido à rigidez da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). São dezenas de milhões de pessoas que “não conseguem representação nem quem os defenda” no atual cenário político e corporativo, estando submetidos à completa precarização ou ao desemprego.Mais >