Com mais de 70 mm nos seus afluentes, barragem do Manhoso enche em poucas horas

O Sítio Manhoso amanheceu sob o cantar das gias nesse sábado, 10 de fevereiro. A maior bacia hidrográfica daquela região, que compreende os sítios Umari; Buriti; Manhoso de Cima; Bonsucesso e Barra da Espingarda, a barragem do Manhoso amanheceu cheia, à beira da sangria.Mais >

Ceará tem chuvas de até 82 milímetros nesta segunda

O Ceará registrou chuvas de até 82 milímetros em 36 cidades nesta segunda-feira (5). A maior precipitação ocorreu na cidade de General Sampaio, de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Também houve chuvas moderadas em Granja (66 milímetros), Choró (51), Itaitinga (34), Cruz (34), Eusébio (30), Barroquinha (28) e Sobral (28). Em Fortaleza, a chuva de apenas 12 milímetros, mas suficiente para deixar várias ruas alagadas. 

Açude de Coremas pegou 61 centímetros d’água até agora

O secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Pesca de Coremas José Albertino informou agora há pouco que que o açude Estevam Martinho, mais conhecido como Açude de Coremas pegou até agora 61 centímetros d’água. As águas das grandes chuvas caídas em todo o Vale do Piancó no último sábado continuam entrando no açude. Em Itaporanga choveu 230 milímetros e em Boa Ventura choveu 120 milímetros e o Rio Piancó segue levando água para o açude.

A notícia enche a todos de esperança, uma vez que o Açude de Coremas, segundo a medição da Agência Executiva de Gestão das Águas, feita em 28 de janeiro, estava com apenas 21.618.753 de m³, o que corresponde a apenas 3,65% de sua capacidade, que é de 591.646.222 m³ d’água. A situação é de preocupação e essa recarga que o açude está pegando já no mês de janeiro reacendeu as esperanças de um bom inverno.

Chuva de 212 mm inunda cidade no Sertão da Paraíba, imprensa considera “dilúvio”

A cidade de Itaporanga, localizada na região do Vale do Piancó, no Sertão, registrou neste sábado (27) uma das maiores chuvas da sua história. Segundo dados do Inmet, coletados no IFPB, a chuva foi de 156 mm, porém a gerência da Cagepa registrou em alguns pontos 212 mm.

Foram seis horas de chuva que deixou a cidade com vários pontos de alagamento, dificultando a saída de moradores de suas casas. Pequenos açudes do município já transbordaram e o maior manancial, Cachoeira dos Cegos, que abastece a cidade, também recebe um grande aporte hídrico.Mais >

Cajazeiras é banhada com chuva de 70 mm

A terceira chuva registrada em Cajazeiras chegou com muita vontade de molhar a terra seca. Acompanha de relâmpagos e trovões, a chuva começou pela madrugada e se estendeu por boa parte da manhã desse sábado.

Segundo informações que chegaram do instituto de meteorologia da Paraíba, na sede foram registrados mais de 70 milímetros até às 8hs da manhã desse sábado, 27.

Os maiores registros de chuva ocorreram na Zona Rural do município, a exemplo do Sítio Alma, que registrou 80 milímetros e no distrito de Boqueirão com 90 milímetros.

Ceará tem 231 raios em dia de chuva com uma pessoa e animais atingidos

O Ceará teve 231 raios nesta quinta-feira (25), o segundo dia mais chuvoso deste mês; desde o início do ano, foram 1.575 raios no estado, conforme a Enel, distribuidora de energia no Ceará. Os raios atingiram uma grávida em Santana do Cariri, e matou animais em Cedro.

O estado recebeu chuva em 93 dos 184 municípios nesta quinta, conforme a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). A maior precipitação ocorreu em Massapê, de 81 milímetros. O município fica no litoral norte cearense, que concentrou as chuvas mais volumosas desta quinta.Mais >

Água do rio Piranhas se aproxima do ponto de captação da Caern em Jardim de Piranhas

A água está chegando no leito do Rio Piranhas nas proximidades do Espólio do finado Juvelino na cidade de Jardim de Piranhas. “Obstáculos atrasam a chegada de água na captação da Caern“, disse um morador da região que postou as fotos e deu a informação.

Se o volume de água continuar aumentando poderá chegar ao volume adequado para que a adutora Manoel Torres de Araújo seja religada novamente.

Cerca de 180 mil pessoas estão dependendo do abastecimento vindo da barragem Armando Ribeiro Gonçalves para abastecer Jardim de Piranhas, Timbaúba, Caicó além das sete cidades da Microrregião de Serra de Santana.

Por Suébster Neri

Alerta: Chuva forte provoca alagamentos em diversos bairros de Maceió

Bastaram alguns minutos de chuva forte em Maceió para alagar várias ruas e causar transtornos a pedestres e condutores, principalmente na parte alta da cidade. 

A Avenida Empresario Nelson Oliveira Menezes, conjunto Graciliano Ramos, na Cidade Universitária, ficou completamente alagada, exigindo mais atenção dos motoristas que trafegavam pelo local nesta manhã.

No Tabuleiro, na BR-104, um ônibus que faz transporte complementar e um caminhão caíram em buracos no asfalto. O trânsito na região ficou congestionado.Mais >

Vídeo mostra primeiro açude à beira da sangria no município de Caicó, foi hoje!

O vídeo foi gravado e enviado ao blog Jair Sampaio pelo jornalista Marciel Nogueira nessa sexta feira, 19 de janeiro, no sítio Serrote Branco, próximo ao Distrito de Laginhas, zona rural de Caicó.Mais >

‘Profeta da chuva’ prevê período chuvoso longo e acima da média

O período chuvoso de 2018 no Ceará deve ser longo e com precipitações acima da média, segundo prognóstico feito pelo “profeta da chuva” Josué Viana. Ele faz parte de um grupo de pessoas que fazem previsões com base em elementos da natureza. “Vai ser uma surpresa pra todo mundo, pois vamos ter um inverno inesperado e sair da seca depois de seis anos”, comentou.

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) ainda não divulgou o prognóstico de chuva oficial de 2018. Para o profeta, o período chuvoso deste ano será como o de 2005, ano em que o estado registrou boas chuvas. Além disso, conforme Josué Viana, o Ceará terá as chuvas prolongadas, indo até o início de agosto.

A previsão é de chuva para esta sexta feira na faixa litorânea e sertão nordestino, veja

A chuva sobre o sertão pode vir com raios e trovões e deve cair entre a tarde e o início da noite.

Chuva de 100 milímetros é registrada em comunidade no município de Jucurutu

O sertanejo seridoense aguarda com ansiedade a consolidação do inverno. Em algumas cidades e comunidades do Seridó, o início do ano já registrou algumas precipitações pluviométricas.

E uma boa notícia de chuva vem do município de Jucurutu. Nesta quinta-feira (11), na Fazenda Jangada do Sr. Chico Ovídio e a Sr.ª Iraci, foi registrada uma chuva de 100 milímetros.

As chuvas que foram registradas durante os primeiros dias de janeiro em algumas localidades do Seridó fazem com que os agricultores se animem e acreditem que este ano será farto para a agricultura da região.

Por Paulo Júnior – Jornal Correio do Seridó

Fortaleza registra alagamentos após chuvas nesta quarta feira no Ceará

Fortaleza registrou nesta quarta-feira (10) ficou com ruas e avenidas alagadas com as chuvas. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), foram 12 milímetros de precipitação, a maior chuva na capital cearense neste início de ano.

A chuva gerou pontos de alagamentos em diversos bairros da capital, como nos bairros Dionísio Torres, Aldeota, Meireles, Praia de Iracema, Parangaba, Barra do Ceará, Fátima, e Praia do Futuro.

O trecho da Avenida Oliveira Paiva próximo ao viaduto que dá acesso a BR-116 acumulou grande quantidade de água que obrigou aos motoristas a reduzir a velocidade. Outro ponto de alagamento foi registrado no Lago Jacarey, no Bairro Cidade dos Funcionários. Mais >

Seridó registra chuva nas últimas horas e aumenta perspectiva de inverno no Sertão

Os seridoenses voltaram a creditar que 2018 venha acompanhado de muita chuva. É que desde a última sexta-feira (08) precipitações pluviométricas de quase 70 milímetros vem sendo registradas em algumas regiões do Seridó. No município de Lagoa Nova, mais precisamente no Sítio Canta Galo, choveu 69 milímetros na última sexta.

Em outras comunidades e zona urbana da Capital Serrana também foram registradas chuvas que variaram entre 30 e 60 milímetros.

No município de São Vicente a chuva veio acompanhada de fortes ventos. Nas comunidades Umarizeiro e Baixa do Sítio – ainda na Serra de Santana, a ventania derrubou árvores e arrancou telhados. Neste domingo (10) o céu ficou nublado, renovando assim a esperança do sertanejo.

Por Jean Souza

RN deve ter boas chuvas a partir do dia 15 deste mês, afirma EMPARN

A equação meteorológica que assegura maior probabilidade de um período chuvoso em 2018 no Rio Grande do Norte é complexa, e depende de uma combinação de fatores como aquecimento das águas e pouco vento na porção sul do oceano Atlântico, baixa intensidade de atividade solar e a presença do fenômeno La Niña – que resfria a temperatura do Pacífico.
As variáveis são inconstantes, mas a tendência é positiva, verifica a Empresa de Pesquisa Agropecuária (Emparn). De acordo com o setor de meteorologia do órgão, são aguardadas boas chuvas entre a Bahia e o Piauí a partir da segunda quinzena de dezembro até início do mês de janeiro “que podem amenizar a situação causada pela estiagem” em áreas do Oeste, Alto Oeste e Seridó do RN.

“São as chamadas precipitações da pré-estação chuvosa, causada por sistemas meteorológicos que transitam sobre o Nordeste, que podem ou não acontecer em grande quantidade. As expectativas para 2018 são boas, estamos analisando o comportamento do Atlântico para confirmar a previsão”, informou Gilmar Bristot, gerente de meteorologia da Emparn. Mais >

Chuva causa estragos em diversas cidades de Minas Gerais

A forte pancada de chuva que atingiu diversas cidades Minas Gerais na tarde desta terça-feira (29) foi a responsável por diversos estragos em imóveis, veículos e locais públicos.

O Corpo de Bombeiros de Araguari, no Triângulo Mineiro, foi acionado para socorrer um carro que estava estacionado em uma rua do Centro da cidade onde o asfalto cedeu e quase engoliu o veículo.

Por sorte, no momento que se formou a cratera na rua Marciano Santos entre as ruas Padre Lafaiete e Olegário Maciel ninguém estava no carro.Mais >

Pancadas de chuvas devem atingir Natal e algumas cidades no RN até quarta feira, 31

BLOG DO BG

Pernambuco tem 30 mil desabrigados ou desalojados por conta das últimas chuvas

Com as chuvas que castigaram o Estado neste final de semana, cerca de 30 mil pessoas ficaram desalojadas e desabrigadas, no interior pernambucano. A região mais afetada é a Zona da Mata Sul.

As cidades com mais estragos, de acordo com a assessoria da Coordenadoria de Defesa Civil do Estado de Pernambuco (Codecipe), são Rio Formoso, que ultrapassou os 300 mm de precipitação, e Belém de Maria. 

Ao todo, 14 cidades decretaram estado de calamidade. Já no Agreste pernambucano, as fortes chuvas deixaram duas pessoas mortas em Lagoa dos Gatos e outras duas desaparecidas, em Caruaru.Mais >

Temer anuncia apoio a Alagoas

O presidente MIchel Temer garantiu em Alagoas que o Governo Federal fará todos os esforços possíveis para ajudar o Estado na recuperação dos estragos provocados pelas chuvas. “Valores não tenho ainda, preciso verificar quais os danos e o que é que é preciso fazer, mas logo nós teremos resposta para isso”, disse. 

E acrescentou: “Dois fatores se apresentaram aqui. Um, nós precisamos cumprir a emergência, ou seja, recuperar logo aqueles danos provocados pela chuva. E mais adiante, não se trata de emergência, obras indispensáveis que sejam preventivas, ou seja, nós temos que proteger as encostas para que não hajam deslizamentos”.

Quase ”uma hora” de temporal faz Mossoró virar dia nesse domingo, 28

Dezenas de raios atingiram o solo de Mossoró neste domingo (28). A forte chuva que caiu na cidade nesta noite começou por volta das 17h30 e durou menos de 60 minutos. Ruas e avenidas ficaram alagadas por conta do temporal.
Os registros foram feitos pelo designer Israel Sousa e mostram vários raios atingindo a cidade. Os maiores relatos de incidência raios aconteceram no Grande Alto de São Manoel.
No bairro Urick Graff, um transformador localizado próximo ao Instituto ´Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) acabou sendo danificado e deixou parte da região sem energia elétrica. Mais >